Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1988
Tipo: Dissertação
Título: O Polo de Excelência em Florestas no Processo de Geração de Inovação a partir da ótica do Estado
Título(s) alternativo(s): The Polo de Excelência em Florestas in Generation Innovation Process through the perspective of the State.
Autor(es): Lage, Mariana Luísa da Costa
Primeiro Orientador: Gava, Rodrigo
Primeiro coorientador: Tavares, Bruno
Primeiro avaliador: Lima, Afonso Augusto Teixeira de Freitas de Carvalho
Segundo avaliador: Souza Neto, Bezamat de
Abstract: A inovação tecnológica vem assumindo destaque por manifestar-se como a mais importante força do crescimento econômico. Observa-se que a influência cultural que emerge em meio às inumeráveis relações sociais e institucionais acaba se tornando determinante para construir o nível de predisposição do Estado e da sociedade para a inovação tecnológica, variando de um país para outro. Assim, tem-se debatido sobre a necessidade de o Estado criar condições para que essas inovações tecnológicas se desenvolvam. O presente estudo teve por objetivo descrever o processo de elaboração e implementação do Polo de Excelência em Florestas, com vistas a compreender seu papel na geração da inovação a partir da ótica do Estado. Esta investigação é baseada em um estudo de caso único sobre o Polo de Excelência em Floresta, um arranjo governamental criado por meio de um termo de cooperação técnica assinado entre diversos atores - governo, setor privado, associações e instituições de ensino e pesquisa diretamente envolvidos no fortalecimento das estruturas geradoras de conhecimento, tecnologias, formação de recursos humanos e prestação de serviços para a promoção do desenvolvimento setorial florestal. A metodologia empregada é eminentemente qualitativa, por meio de documentos, observação e entrevistas semiestruturadas com a equipe gestora do Polo de Excelência em Florestas. Para análise dos dados, foi utilizada a técnica Análise de Conteúdo. Os resultados da pesquisa apontam que a inserção na agenda de governo aconteceu de forma parcial, onde se liberou recursos financeiros e humanos para as atividades, porém não foi conquistou o prestígio e prioridade na gestão. Com isso, a implementação acabou sendo fragilizada por falta de continuidade de prioridades na troca de mandatos de governantes. A redução de investimentos teve relação direta com as ações desenvolvidas, principalmente os projetos de pesquisa científica. Ademais, o Polo não conseguiu alcançar a autonomia financeira e administrativa, como proposto em seu plano de negócio. Ainda assim, o Polo de Excelência em Florestas obteve R$ll.37l.844,33, investidos em torno de 125 ações diversas, entre elas projetos de pesquisa, publicações e treinamentos. Em relação às atividades específicas de inovação, foram identificados quatro projetos: dois deles envolvendo fornecimento de tecnologia através de know-how e outros dois envolvendo pedidos de propriedade intelectual por meio de patentes. Foi identificado ainda que a maior contribuição do Polo de Excelência em Florestas, até o momento, que o aproxima do alcance de seu objetivo de tomar-se referência no setor florestal, refere-se ao projeto Sistema de Informação Florestal. Respaldado pela visão dos entrevistados e pela dificuldade de sustentar um sistema de inovação, acredita-se que o Polo de Excelência em Florestas não seja prejudicado pela falta de atores para exercerem funções básicas de um sistema de inovação, e sim pela falta de articulação entre esses atores. Assim, o Polo de Excelência em Florestas caminha em sentido à Hélice Tríplice de uma maneira diferente daquela encontrada na literatura, em que há uma articulação entre universidade e governo consistente com relações ainda tímidas com a iniciativa privada. Por f1m, o caso do Polo de Excelência em Florestas confirma uma das principais críticas à New Public Management, ao evidenciar um aspecto administrativo e economicista desconsiderando o aspecto da dinâmica política. Não obstante, o Estado não conseguiu avançar democraticamente ao restringir a participação de outros atores, seja na elaboração da política pública, seja na implementação de ações essencialmente top down.
The technological innovation has been receiving the spotlight due to manifest itself as the most important branch of the economic growth. It is observed that the cultural influence emerged through the countless social and institutional relationships end up becoming essential to build up the predisposition level of the State and its society to the technological innovation, taking different forms from country to country. Thus, it has been discussed the need of the State for creating desirable conditions for such technological innovations to develop. The current study aimed to describe the creation process and the implementing of the Polo de Excelência em Florestas, seeking to understand its dynamics concerning the generation of innovation through the perspective of the State. This investigation is based on a unique case study about the Polo de Excelência em Florestas, a governamental framework created through a technical cooperation term signed up by several agents - government, the private sector, several associations and education and research institutions - directly engaged with the enhancement of knowledge and technology generating structures, human resources training and services for the promotion of sustainable forest sector. The applied methodology is essentially qualitative, through documents, observation and semi-structured interviews with the management team of the Polo de Excelência em Florestas. For data analysis, it was used the technique of Content Analysis . The research results reveal that inclusion in the agenda of the government happened partially, which it was released financial and human resources for the activities, nevertheless, it was not won prestige and priority in the management. Thus, the implementation ended up being weakened by lack of continuity in the priorities during the exchange of rulers. The reduction in investment had a direct impact with the actions taken, especially scientific research projects. Also, the Polo failed to achieve financial and administrative autonomy, as proposed in its business plan. Yet, the Polo de Excelência em Florestas eamed R$ ll,37l,844.33 invested in about 125 different actions, including research projects, publications and training. In relation to the specific innovation activities, four projects have been identified: two of them concerning supply of technology through know- how and other two involving intellectual property claims through patents. It was identified that the largest contribution of the Polo de Excelência em Florestas, until the present time, which puts it closer of its objective to become a reference in the forestry sector, refers to the Forest Information System project. Validated by the view of interviewed individuals and by the diff1culty of sustaining an innovation system, it is believed that the Polo de Excelência em Florestas will not be hindered by the lack of agents to perform the basic functions of an innovation system, but the lack of articulation between these agents. Thus, the Polo de Excelência em Florestas walks towards the Triple Helix in a different way from the ones found in the literature, in which there is a consistent link between university and government affairs yet timid with the private sector. Finally, the case of Polo de Excelência em Florestas confirms one of the main criticisms to the New Public Management, when highlighted one administrative and economic aspect regardless the shape of political dynamics. However, the State failed to advance democratically by restricting the participation of other agents, whether in public policy formulation or in the implementation of top down actions.
Palavras-chave: Administração pública
Política pública
Inovações tecnológicas
Public administration
Public policy
Technological innovations
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Administração Pública
Programa: Mestrado em Administração
Citação: LAGE, Mariana Luísa da Costa. The Polo de Excelência em Florestas in Generation Innovation Process through the perspective of the State.. 2013. 127 f. Dissertação (Mestrado em Administração Pública) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1988
Data do documento: 29-Nov-2013
Aparece nas coleções:Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,42 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.