Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1999
Tipo: Dissertação
Título: A política de treinamento dos servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Viçosa na percepção dos treinados e dos dirigentes da instituição
Título(s) alternativo(s): Training policy for the administrative-technicians staff in the Universidade Federal de Viçosa according to this institution`s trained functionarys and managers
Autor(es): Magalhães, Elenice Maria de
Primeiro Orientador: Oliveira, Adriel Rodrigues de
Primeiro coorientador: Cunha, Nina Rosa da Silveira
Segundo coorientador: Lima, Afonso Augusto Teixeira de Freitas de Carvalho
Primeiro avaliador: Gomes, Ricardo Corrêa
Segundo avaliador: Maestro Filho, Antônio Del
Abstract: A partir da década de 90, têm-se verificado ações no setor público brasileiro, no sentido de modificar a sua atuação perante a sociedade. Em um contexto de reformas, que tem como propósito melhorar a prestação de serviços à sociedade, a área de recursos humanos torna-se essencial, pois, são as pessoas que colocam em prática tais mudanças. Uma política de recursos humanos imprescindível para o êxito das reformas é o treinamento, que possibilita a capacitação do funcionário para um melhor desempenho na prestação de serviços aos cidadãos. Portanto, este trabalho teve como propósito identificar o modo como o treinamento dos Servidores Técnico-Administrativos (STA) influencia a realização das atividades na Universidade Federal de Viçosa (UFV), na percepção dos treinados e dos dirigentes da Instituição. Especificamente, pretendeu-se identificar os efeitos do treinamento para a Instituição e para o treinado, averiguar se existe algum tipo de avaliação dos treinados e identificar os seus efeitos sobre o desempenho das atividades. As informações, para atendimento aos objetivos propostos, foram obtidas em uma revisão da literatura sobre o assunto, visita à Diretoria de Recursos Humanos da UFV, aplicação de um questionário a todos os servidores técnico-administrativos que fizeram treinamento e realização de entrevistas com alguns treinados e dirigentes da Instituição. Os dados foram analisados, utilizando-se um programa estatístico para os questionários e análise de conteúdo para as entrevistas. Quanto aos resultados, verificou-se que existem diversos fatores que interferem no processo de treinamento, contribuindo para resultados positivos e negativos, dependendo de cada situação específica. Foi constatado que a falta de uma política de aperfeiçoamento formalizada e a legislação contribuem para esta realidade. No que se refere aos resultados para o treinado, em termos pessoais, na maioria das vezes são satisfatórios e atenderam às suas expectativas. No caso da UFV, existem situações em que o treinamento traz resultados positivos para a Instituição, quando o técnico consegue aplicar, no seu trabalho, os conhecimentos adquiridos. Por outro lado, os resultados podem ser negativos, quando os STA não conseguem utilizar os novos conhecimentos na realização de suas atividades, seja por falta de relação entre a área em que fez o aperfeiçoamento ou pela própria dificuldade da Instituição em criar meios para aproveitar os novos conhecimentos do treinado. Como o processo não é bem estruturado, não existe um planejamento para as atividades de treinamento, nem mesmo uma avaliação do STA que o fez. Dentre as sugestões para melhorar este processo, foram citadas a necessidade de uma política de treinamento institucionalizada na UFV e a mudança na legislação, no sentido de permitir uma carreira que apresente mais estímulos ao treinamento.
From the 90-ies, the actions in the Brazilian public sector have been directed toward the modification of its performance. In a reformation context, from which the purpose is to improve the services rendered to the society, the human resources area becomes essential, since is the people who put forth such changes. An indispensable human resources policy for the success of those reforms is the training that makes possible the functionaries training for a better performance in the services rendered to the citizens. So, this study was carried out to identify the way the training of the Administrative-Technician staff (STA) influence the accomplishment of the activities in the Universidade Federal de Viçosa (UFV), under the trained functionaries and managers` perception in this Institution. Specifically, the purpose was to identify the training effects for both the Institution and trained functionary, to verify the existence of some type of evaluation for those trained functionaries, and to identify its effects on the performance of the activities. The information to satisfy the proposed objectives were obtained by revising the literature on the subject, visits to the Diretoria de Recursos Humanos in UFV, the questionnaire application to all Administrative-Technician staff who were trained and interviews with some Institution` trained functionaries and leaders. The data were analyzed, by using a statistical program for questionnaires and the content analysis for the interviews. According to the results, the following conclusions were drawn: there are several factors interfering in the training process, so contributing for positive and negative results, as depending on each specific situation, as well as the lack of a formalized improvement politics and the legislation contributes to this reality; in relation to the results for the trained functionaries themselves, the results are satisfactory most of the times, and attended to their expectations. In the case of UFV, there are situations in which the training lead to positive results for the Institution when the technician applies the acquired knowledge on his (her) work. On the other hand, the results can be negative when STA do not succeed in using their new knowledge in the accomplishment of their activities either because the lacked relationship between his improvement area or the Institution` own difficulty to create means for taking advantage of the trained functionary s new knowledge. Because the process is not well structured, there is no planning for the training activities neither an evaluation made by STA itself. Among the suggestions for the improvement of this process, the need for a training policy institutionalized in UFV and the change in legislation to allow a career that presents more incentives to the training were mentioned.
Palavras-chave: Políticas de recursos humanos
Treinamento e desenvolvimento
Treinamento e desenvolvimento em organizações públicas
Human resources policy
Personnel training and development
Public services
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO PUBLICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Administração Pública
Programa: Mestrado em Administração
Citação: MAGALHÃES, Elenice Maria de. Training policy for the administrative-technicians staff in the Universidade Federal de Viçosa according to this institution`s trained functionarys and managers. 2007. 155 f. Dissertação (Mestrado em Administração Pública) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1999
Data do documento: 15-Fev-2007
Aparece nas coleções:Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf863,31 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.