Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2023
Tipo: Dissertação
Título: Reação de genótipos de maracujazeiro azedo à mancha bacteriana, verrugose e nematoide das galhas
Título(s) alternativo(s): Reaction of genotypes of yellow passion fruit to bacterial blight, scab and root-knot nematode
Autor(es): Nascimento, Roxana Stefane Mendes
Primeiro Orientador: Lopes, Everaldo Antonio
Primeiro coorientador: Santos, Carlos Eduardo Magalhães dos
Segundo coorientador: God, Pedro Ivo Vieira Good
Primeiro avaliador: Vieira, Bruno Sérgio
Abstract: O Brasil é o maior produtor mundial de maracujá-azedo (Passiflora edulis f. flavicarpa Deg.). Entretanto, a ocorrência de doenças pode reduzir drasticamente a produtividade dessa cultura no país, especialmente no caso da mancha bacteriana causada por Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae, verrugose incitada por Cladosporium herbarum e meloidoginose causada por Meloidogyne spp. Considerando que o uso de materiais resistentes a doenças é uma estratégia de manejo desejável na agricultura, objetivou-se com este trabalho avaliar a reação de vinte genótipos (CRP 01-12 a CRP 20-12) de maracujazeiro azedo quanto à resistência à mancha bacteriana, a verrugose e ao nematoide das galhas em condições de casa de vegetação. Os genótipos foram artificialmente inoculados com 1 x 108 unidades formadoras de colônia da bactéria, 1 x 106 conídios por ml do fungo e 5000 ovos do nematoide. A incidência e a severidade da bacteriose e da verrugose foram avaliadas aos 10, 20, 28 e 44 dias e aos 7, 14, 21 e 31 dias após a inoculação, respectivamente. Por sua vez, o desenvolvimento vegetativo (altura das plantas, a biomassa fresca e número de folhas) e as variáveis nematológicas (número de galhas, ovos, juvenis de segundo estádio nas raízes e no solo e o fator de reprodução) foram avaliados aos 70 dias após a inoculação das plantas com M. incognita. Todos os genótipos de maracujazeiro azedo são altamente suscetíveis à mancha bacteriana e medianamente resistentes à verrugose, exceto CRP 17-12 e CRP 20-12, que são suscetíveis ao fungo. Por sua vez, os genótipos CRP 16-12 e CRP 17-12 não sofreram redução de crescimento e comportaram-se como resistentes (FR = 1,0 e FR = 0,5, respectivamente) a M. incognita raça 2 e podem ser cultivados em áreas infestadas com esse nematoide.
Brazil is the world s largest producer of passion fruit (Passiflora edulis f. flavicarpa Deg.). However, the occurrence of diseases can drastically the yield of this crop in the country, especially bacterial blight Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae, scab Cladosporium herbarum and root-knot disease Meloidogyne spp. Regarding the use of disease-resistant genotypes is a desirable strategy of management in the agriculture, the aim of this work was to assess the resistance of twenty genotypes of passion fruit (CRP 01-12 to CRP 20-12) to bacterial blight, scab and root-knot nematode under greenhouse conditions. The genotypes were artificially inoculated with 1 x 10 8 colony-forming units of the bacterium, 1 x 10 6 spores per ml of the fungus and 5,000 eggs of the nematode. The incidence and the severity of the bacterial blight and the scab were evaluated at 10, 20, 28 and 44 days and at 7, 14, 21 and 31 days after inoculation, respectively. In its turn, the plant development (height, biomass and number of leaves) and the nematological variables (number of galls, eggs, second-stage juveniles in the roots and in the soil, and reproduction factor) were evaluated at 70 days after inoculation of the plants with M. incognita. All genotypes are highly susceptible to bacterial blight and moderatively resistant to scab, except CRP 17-12 and CRP 20-12, which are susceptible to the fungus. In its turn, the genotypes CRP 16-12 and CRP 17-12 were resistant to M. incognita race 2 (FR = 1,0 e FR = 0,5, respectively) and can be grown on soils infested with this nematode.
Palavras-chave: Resistência genética
Passiflora edulis
Controle de doenças
Genetic resistance
Passiflora edulis
Disease Control
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Mestrado em Agronomia
Citação: NASCIMENTO, Roxana Stefane Mendes. Reaction of genotypes of yellow passion fruit to bacterial blight, scab and root-knot nematode. 2013. 50 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal de Viçosa, Rio Paranaíba, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2023
Data do documento: 5-Jul-2013
Aparece nas coleções:Agronomia (Produção Vegetal) - CRP

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,25 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.