Locus  

Detecção e quantificação de alimentos geneticamente modificados: o panorama brasileiro

Show simple item record

dc.contributor.author Marcelino, Francismar Corrêa
dc.contributor.author Guimarães, Marta Fonseca M.
dc.contributor.author Barros, Everaldo Gonçalves de
dc.date.accessioned 2018-06-28T12:14:13Z
dc.date.available 2018-06-28T12:14:13Z
dc.date.issued 2007-05
dc.identifier.issn 2177-3491
dc.identifier.uri http://www.ceres.ufv.br/ojs/index.php/ceres/article/view/3254
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/20347
dc.description.abstract A ampliação da área mundial de cultivo com plantas geneticamente modificadas, em especial no Brasil, reflete-se também no aumento de resíduos transgênicos em produtos alimentícios. No Brasil, a rotulagem de alimentos que contêm resíduos de transgênicos acima do limite de 1,0% do produto final é obrigatória desde 2003. Desde a publicação das normas de rotulagem no País, nenhum estudo referente à detecção e quantificação de transgênicos em alimentos, rotineiramente consumidos pela população, foi realizado. O objetivo deste trabalho foi apresentar o panorama nacional de organismos geneticamente modificados em diferentes produtos alimentícios, analisados durante o período de 2000 a 2005. Foram analisados diferentes tipos de alimentos que apresentam, principalmente, soja e/ou milho em sua composição, bem como grãos e produtos in natura, oriundos de diversas regiões do País. De acordo com os resultados, alimentos geneticamente modificados estão sendo comercializados no País pelo menos desde 2000. A cada ano, o número de amostras contendo resíduos transgênicos foi se elevando com relação ao total de amostras analisadas, sendo principalmente detectado em alimentos que apresentam alto conteúdo de soja em sua composição, como amostras de salsichas e empanados. pt-BR
dc.description.abstract The increase on the cultivation of genetically modified crops, especially in Brazil, is paralleled by an increase on the presence of transgenic residues in food products. Since 2003, food labelling in Brazil is mandatory when the total amount of transgenic residues in the food is more than 1%. Since the publication of the labelling decree in the country no study has been published on the detection and quantification of transgenic residues in foods regularly used by the population. The objective of this work was to present a picture of the presence of genetically modified organisms in diferent foods consumed in Brazil between 2000 and 2005. Samples of different types of foods were analyzed, mainly those that use soybean or maize in their composition and also grains and products in natura, derived from different regions of the country. Based on the results, the transgenic residues are present in foods commercialized in the country at least since the year of 2000. Year after year, the number of samples containing transgenic residues increased, particularly in foods with high soybean content in their composition, such as sausages and breaded foods. en
dc.format pdf pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Revista Ceres pt-BR
dc.relation.ispartofseries v. 54, n. 313, p. 239-249, maio-junho 2007 pt-BR
dc.rights Open Access pt-BR
dc.subject OGM pt-BR
dc.subject Alimentos transgênicos pt-BR
dc.subject Rotulagem pt-BR
dc.subject PCR em tempo real pt-BR
dc.subject Soja pt-BR
dc.subject Milho pt-BR
dc.title Detecção e quantificação de alimentos geneticamente modificados: o panorama brasileiro pt-BR
dc.type Artigo pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Artigos [704]
    Artigos Técnico-científicos na área de Biologia Geral

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account