Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2077
Tipo: Dissertação
Título: Composição química e atividade biológica do óleo essencial da pimenta-rosa (Schinus terebinthifolius Raddi)
Título(s) alternativo(s): Chemical composition and biological activity of the pink-pepper (Schinus terebinthifolius Raddi) essential oil
Autor(es): Clemente, Alan Dumont
Primeiro Orientador: Barbosa, Luiz Claudio de Almeida
Primeiro avaliador: Demuner, Antônio Jacinto
Segundo avaliador: Pinheiro, Antônio Lelis
Terceiro avaliador: Paula, Vanderlúcia Fonseca de
Quarto avaliador: Lima, Claudio Ferreira
Abstract: Schinus terebinthifolius Raddi é uma planta nativa da América do Sul e no Brasil está presente desde o nordeste até o Sul do país. Esta espécie apresenta uma alto poder alelopático e apresenta atividades antioxidantes, antiinflamatórias, anti-sépticas, antifúngicas, anti-bacteriana e mutagênica. Tendo em vista as propriedades citadas e o alto custo (U$800,00/L) do óleo essencial desta espécie, o presente trabalho tem como objetivo a análise química e a avaliação da atividade inibidora do óleo essencial extraído das folhas e dos frutos da pimenta-rosa (Schinus terebinthifolius Raddi) sobre o desenvolvimento radicular de alface (Lactuca sativa) e pepino (Curcumis sativus). As etapas de execução do trabalho envolveram a análise sazonal do óleo essencial presente nas folhas, a determinação do teor do óleo essencial das diferentes partes da planta e análises qualitativa e quantitativa de seus constituintes químicos. Além disso, foi avaliada a atividade inibidora sobre o desenvolvimento radicular de alface e pepino cultivados em placa de Petri. O óleo essencial das folhas, frutos verdes e maduros de S. terebinthifolius foi obtido por hidrodestilação, utilizando um aparelho tipo Clevenger, por um período de 3 horas. O hidrolato foi submetido à extração com pentano. O solvente foi eliminado em evaporador rotatório e o óleo essencial foi analisado através da técnica Cromatografia Gasosa acoplada à Espectrometria de Massas. Pelos resultados destas análises, observou-se uma predominância de sesquiterpenos no óleo essencial extraído das folhas e dos frutos verdes da pimenta-rosa, enquanto que no óleo essencial extraído dos frutos maduros e do óleo comercial (também dos frutos maduros) uma predominância de monoterpenos. Pode-se observar também que os derivados do germacreno foram mais abundantes nas folhas frescas do que nos frutos maduros. O óleo essencial extraído dos frutos verdes e das folhas frescas apresentou uma maior concentração de beta-pineno (10,21% e 3,81%), (E)-cariofileno (4,78% e 13,61%), germacreno-D (5,19% e 37,55%), delta-cadineno (15,48% e 3,28%) e alfa-cadinol (20,60% e 4,29%), respectivamente. Quanto ao óleo essencial comercial e ao óleo essencial extraído dos frutos maduros, observou-se uma maior concentração de alfa-pineno (18,82% e 12,94%), alfa-felandreno (23,55% e 13,04%), delta-3-careno (6,32% e 29,22%), beta-felandreno (16,88% e 18,08%) e germacreno-D (11,89% e 3,09%), respectivamente. Observou-se que existe uma considerável diferença na concentração dos compostos presentes no óleo essencial extraído, tanto das diferentes amostras, quanto da análise sazonal das folhas. Em relação às diferenças na constituição química, verificou-se que os óleos essenciais das folhas e dos frutos verdes não podem ser usados como substitutos do óleo comercial dos frutos maduros. Os óleos obtidos das diversas partes da planta foram submetidos a ensaios de atividade sobre o desenvolvimento radicular de pepino e alface em teste de placa de Petri. Os óleos extraídos das folhas frescas, dos frutos verdes e dos frutos maduros, a uma concentração de 10000 ppm, mostraram uma atividade inibidora sobre o desenvolvimento radicular de alface e de pepino de até 92,4% e 84,5%, respectivamente. Todas as amostras mostraram atividade significativa como inibidoras do desenvolvimento radicular de alface e pepino em relação ao teste de Tukey a 5% de probabilidade, em concentrações superiores a 2.000 ppm. Os óleos essenciais obtidos das amostras de folhas e dos frutos verdes apresentaram maior atividade inibidora sobre o desenvolvimento radicular de pepino e os óleos essenciais obtidos dos frutos maduros maior atividade inibidora sobre o desenvolvimento radicular de alface.
Schinus terebinthifolius Raddi is a plant native to South America, and found in northeastern and southern Brazil. This species presents a high allelopathic power as well antioxidant, anti-inflammatory, antiseptic, antifungal, anti bacterial and mutagenic activities. In view of the properties cited above and the high cost (U$800,00/L) of this species essential oil, this work aims to analyze the chemical composition and the inhibiting activity of the essential oil extracted from the leaves and fruits of pink-pepper (Schinus terebinthifolius Raddi) on the radicular development of lettuce (Lactuca sativa) and cucumber (Curcumis sativus). Seasonal analyses of the essential oil present in the leaves, determination of the essential oil content of the different parts of the plant and qualitative and quantitative analyses of its chemical constituents were carried out. Also, the inhibiting activity of the essential oil on root development of lettuce and cucumber was evaluated. The essential oil of the leaves, unripe and ripe fruits of S. terebinthifolius was obtained by hydro-distillation, using a Clevenger type equipment over 3 hours. The hydrolate was submitted to extraction with pentane. The solvent was eliminated using a rotatory evaporator and the essential oil was analyzed by applying gas chromatography/mass espectrometry technique. The analyses results showed a predominance of sesquiterpenes in the essential oil extracted from the leaves and unripe fruits of pink-pepper, while in the essential oil extracted from the ripe fruits and in the commercial oil (also extracted from the ripe fruits) a predominance of monoterpenes was observed. It could also be observed that germacrene derivates were more abundant in the fresh leaves than in the ripe fruits. The essential oil extracted from the unripe fruits and from the fresh leaves presented a greater concentration of beta-pinene (10.21% and 3.81%), (E)-caryophyllene (4.78% and 13.61%), germacrene-D (5.19% and 37.55%), delta-cadinene (15.48% and 3.28%) and alpha-cadinol (20.60% and 4.29%), respectively. For the commercial essential oil and the essential oil extracted from the ripe fruits, a greater concentration of alpha-pinene (18.82% and 12.94%), alpha-felandreno (23.55% and 13.04%), delta-3-careno (6.32% and 29.22%), beta-phellandrene (16.88% and 18.08%) and germacrene-D (11.89% and 3.09%) was found, respectively. A considerable difference was found between the concentration of the compounds present in the essential oil extracted in the different samples and in the seasonal analysis of the leaves. With regard to the differences in the chemical constitution, it was verified that the essential oils of the leaves and unripe fruits cannot be used as substitutes of the commercial oil of the ripe fruits. The oils obtained from the several parts of the plant were submitted to assays of activity on the root development of cucumber and lettuce in Petri plate test. The oils extracted from the fresh leaves from the unripe fruits, and from the ripe fruits at a concentration of 10000 ppm, showed an inhibiting activity on the root development of lettuce and cucumber of up to 92.4% and 84.5%, respectively. All samples showed a significant activity as inhibitors of the root development of lettuce and cucumber in relation to the Tukey test at 5% probability at concentrations higher than 2.000 ppm. The essential oils obtained from the leaf and unripe fruit samples presented higher inhibiting activity on the root development of cucumber and the essential oils obtained from ripe fruits showed greater inhibiting activity on the root development of lettuce.
Palavras-chave: Essências e óleos essenciais
Aroeira-vermelha
Composição
Extração química
Testes biológicos
Essences and essential oils
Pink-pepper
Composition
Chemical extraction
Biological tests
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA ORGANICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Agroquímica analítica; Agroquímica inorgânica e Físico-química; Agroquímica orgânica
Programa: Mestrado em Agroquímica
Citação: CLEMENTE, Alan Dumont. Chemical composition and biological activity of the pink-pepper (Schinus terebinthifolius Raddi) essential oil. 2006. 63 f. Dissertação (Mestrado em Agroquímica analítica; Agroquímica inorgânica e Físico-química; Agroquímica orgânica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2077
Data do documento: 13-Jan-2006
Aparece nas coleções:Agroquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf396,26 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.