Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/20976
Tipo: Artigo
Título: Uso de ácidos orgânicos em dietas para Tilápia do Nilo
Autor(es): Silva, Rodrigo Fortes da
Lanna, Eduardo Arruda Teixeira
Bomfim, Marcos Antônio Delmondes
Ribeiro, Felipe Barbosa
Assis Júnior, Félix Inácio de
Navarro, Rodrigo Diana
Abstract: Objetivando-se determinar os níveis de ácidos orgânicos (bioflavonóides, 2,0 g; ác. Ascóbico, 12,0 g; ác. Cítrico, 54,4 g; ác. Lático, 51,3 g; ác. Fumárico, 5,9 g e veículo 84,7%) em dietas para alevinos revertidos de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), foram utilizados 360 peixes com peso médio inicial de 0,40 ± 0,01 g, distribuídos aleatoriamente em 36 aquários de 100 L, em um delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos (0,00; 0,02; 0,04; 0,06; 0,08; e 0,10% de ácidos orgânicos), seis repetições por tratamento e 10 peixes por unidade experimental. Confeccionaram-se dietas com 32% de proteína bruta e Kcal/kg de energia digestível. Os peixes foram alimentados ad libitum com quatro refeições diárias, durante 60 dias. Avaliaram-se ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar aparente, taxa de eficiência protéica e taxa de sobrevivência. Não foram observados efeitos significativos dos níveis de ácidos orgânicos sobre o consumo de ração, a conversão alimentar aparente e a taxa de eficiência protéica. Verificou-se efeito quadrático (P < 0,08) dos níveis de ácidos orgânicos sobre o ganho de peso, houve melhora deste parâmetro até o nível de 0,043%. O nível de ácidos orgânicos em dietas para alevinos revertidos de tilápia do Nilo deve ser de 0,043%.
The aim of this work was to determine organic acid levels (biflavonoids 2.0 g; ascorbic acid 12.0 g; citric acid 54.4 g; lactic acid 51.3 g; fumaric acid 5.9 g, and excipient 84.7%) in diets for reverted fingerlings of Nile tilapia (Oreochromis niloticus, L). A total of 360 fish with initial mean weight of 0.40 ± 0.01 g were sampled and randomly distributed into 36 fish tanks of 100 L with six treatments (0.00, 0.02, 0.04, 0.06, 0.08, and 0.1% organic acid concentration), six repetitions per treatment and 10 fishes per experimental unity. Diets consisted of 32 % bulk protein and kcal/kg of digestible energy. Fish were fed four daily meals ad libitum, during 60 days. Weight gain (WG), meal consumption (MC), apparent feed conversion (AFC), protein efficiency rate (PER), and survivability rate were assessed. No significant negative effects of organic acids levels were found on MC (X = 14.3 g), AFC (X = 1.24) and PER (X = 2.55). Quadratics effects (p < 0.08) of organic acid levels were recorded on WG, which increased up to 0.043 %. Level of organic acids in diets of Nile tilapia reverted fingerlings increased up to 0.043%.
Palavras-chave: Acidificantes
Tilápia do Nilo
Desempenho
Alevino
Editor: Revista Ceres
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://www.ceres.ufv.br/ojs/index.php/ceres/article/view/3318
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/20976
Data do documento: Jul-2008
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdftexto completo64,87 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.