Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2141
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação da contaminação de tomate hidropônico com agrotóxicos por cromatografia líquida de alta eficiência
Título(s) alternativo(s): Assessment of contamination of hydroponic tomato with pesticides by high performance liquid chromatography
Autor(es): Monteiro, Carolina Faria
Primeiro Orientador: Neves, Antônio Augusto
Primeiro coorientador: Queiroz, Maria Eliana Lopes Ribeiro de
Segundo coorientador: Oliveira, André Fernando de
Primeiro avaliador: Zambolim, Laércio
Segundo avaliador: Ambrozim, Alessandra Regina Pepe
Abstract: Na cultura hidropônica a ocorrência de doenças e pragas acontece em menor proporção quando comparada ao cultivo convencional. Mesmo que a incidência de doenças e pragas seja menor, não é descartada a utilização de agrotóxicos nesta cultura. Por este motivo, estudos envolvendo a avaliação da contaminação com agroquímicos em uma cultura hidropônica são relevantes. No presente trabalho, uma cultura de tomate hidropônico localizada na região de Viçosa-MG foi avaliada quanto à contaminação por agrotóxicos, tal avaliação foi realizada utilizando cromatografia líquida de alta eficiência com detector UV-Vis (CLAE-UV-Vis) e espectrofotometria de absorção atômica, respectivamente. Os agrotóxicos aplicados nesta cultura foram: Vertimec 18EC®, Belt® e Supera®, que têm como princípios ativos abamectina, flubendiamida e hidróxido de cobre, respectivamente. Para a extração dos agrotóxicos, flubendiamida e abamectina, das amostras de tomate foi adaptado o método de extração sólido-líquido com partição em baixa temperatura (ESL-PBT), o protocolo experimental do método foi avaliado abrangendo os seguintes parâmetros de desempenho analítico: seletividade e efeito de matriz, linearidade de resposta do método, limite de detecção, limite de quantificação, veracidade/recuperação e precisão (repetitividade e precisão intermediária). Os resultados obtidos mostraram que o método ESL-PBT e a subsequente análise por CLAE-UV-Vis foram eficientes para a extração e análise dos agrotóxicos de interesse. Entretanto, os limites de detecção foram de 0,56 e 0,72 mg/kg para a flubendiamida e abamectina, respectivamente. Estes são maiores do que o LMR (limite máximo de resíduos) dos princípios ativos, que para a flubendiamida é igual a 0,10 mg/kg e para a abamectina é igual a 0,01 mg/kg. O método validado foi utilizado para o monitoramento dos níveis de contaminação do tomate hidropônico no período de novembro de 2011 a junho de 2012. Durante o período de monitoramento não foi detectada a presença destes agrotóxicos nas amostras. Na avaliação do teor de cobre (II), as mesmas amostras foram submetidas à digestão seca, na qual as cinzas obtidas foram diluídas em HNO3 1 mol/L. A solução obtida foi analisada em um espectrofotômetro de absorção atômica em chama. As concentrações de cobre (II) obtidas ficaram entre 0,45 e 1,71 mg/kg do fruto, concentrações estas que ficaram abaixo do limite máximo permitido, que é de 10 mg/kg. Desta forma, pode-se dizer que os tomates hidropônicos estão livres de contaminação, tanto nos níveis dos limites de detecção obtidos na validação do método quanto ao teor de cobre (II) encontrado.
In hydroponic culture the occurrence of diseases and pests happens to a lesser proportion when compared to conventional tillage. Even though the incidence of pests and diseases is lower, it is not ruled out the use of pesticides in this culture. For this reason, studies involving the evaluation of contamination in a hydroponic culture are relevant. In this project, a culture of hydroponic tomato located in Viçosa-MG was used to assess contamination by pesticides such determination was carried out using high performance liquid chromatography coupled with UV-Vis detector (HPLC-UVVis) and atomic absorption spectrophotometry. The pesticides used in this culture were: Vertimec 18EC®, Belt® and Supera®, which have the active ingredients abamectin, flubendiamide and copper hydroxide, respectively. For extraction of pesticides flubendiamide and abamectin, from the tomato samples, the method of solid-liquid extraction with low temperature partitioning (SLE-LTP) was used. This method was adapted from a previously performed optimization. Hence a validation was performed covering the following analytical performance parameters: selectivity and matrix effect, response linearity of the method, detection limit, quantification limit, accuracy/recovery and precision (repeatability and intermediate precision). The results showed that the method SLE-LTP and analysis by HPLC-UV-Vis are efficient for the extraction and analysis of pesticides of interest. However, the detection limits presented in the order of 0,56 and 0,72 mg/kg for flubendiamide and abamectin, respectively, are considered high when compared with MRL (maximum limit of residues) of active ingredients. For flubendiamide is 0,10 mg/kg and abamectin is 0,01 mg/kg. The validated method was used to monitor the contamination levels of hydroponic tomatoes from November 2011 to June 2012. During the monitoring period was not detected the presence of these pesticides in the samples. In the evaluation of copper (II), the same samples were subjected to dried digestion, in which the ashes obtained were diluted in HNO3 1 mol/L. The resulting solution was analyzed in a atomic absorption spectrophotometry with flame. The concentrations of copper (II) were between 0,45 and 1,71 mg/kg of the fruit. Such concentrations are below the maximum allowed limit, which is 10 mg/kg. Thus, it can be said that the hydroponic tomatoes are free from contamination, as in levels of detection limits achieved in the validation of the method as the content of cooper (II) found.
Palavras-chave: Agrotóxicos
Tomate
HPLC
Pesticides
Tomato
HPLC
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA ANALITICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Agroquímica analítica; Agroquímica inorgânica e Físico-química; Agroquímica orgânica
Programa: Mestrado em Agroquímica
Citação: MONTEIRO, Carolina Faria. Assessment of contamination of hydroponic tomato with pesticides by high performance liquid chromatography. 2012. 77 f. Dissertação (Mestrado em Agroquímica analítica; Agroquímica inorgânica e Físico-química; Agroquímica orgânica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2141
Data do documento: 21-Set-2012
Aparece nas coleções:Agroquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,3 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.