Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2183
Tipo: Dissertação
Título: Mobilidade de atrazine e ametryn em Latossolo Vermelho-Amarelo
Título(s) alternativo(s): Mobility of atrazine and ametryn in red yellow latosoil
Autor(es): Paula, Rodrigo Tavares de
Primeiro Orientador: Queiroz, Maria Eliana Lopes Ribeiro de
Primeiro coorientador: Neves, Antônio Augusto
Segundo coorientador: Silva, Antônio Alberto da
Primeiro avaliador: Faria, Anízio Márcio de
Segundo avaliador: Reis, Efraim Lázaro
Abstract: Avaliou-se neste trabalho a mobilidade de atrazine e ametryn no perfil de um Latossolo Vermelho-Amarelo por um período de 90 dias. Sistemas de percolação foram construídos utilizando-se colunas de lixiviação de 15 cm de altura preenchidas com solo. A cada dez dias, após a aplicação dos herbicidas no topo das colunas, foi aplicada uma chuva e o atrazine e o ametryn foram quantificados em três profundidades, 0 a 5, 5 a 10 e 10 a 15 cm e também na água que percolou as colunas. Para a quantificação dos herbicidas, a técnica de extração sólido-líquido com partição em baixa temperatura (ESL-PBT) foi otimizada e validada. Os extratos obtidos foram analisados por cromatografia gasosa com detecção por ionização em chama. Observou-se que tanto o atrazine quanto o ametryn foram detectados em maior concentração na primeira camada de solo. Na segunda camada o ametryn foi detectado em concentrações inferiores a 9 % da quantidade total aplicada enquanto que o atrazine apresentou concentrações superiores ao limite de quantificação até 70 dias após sua aplicação nesta profundidade. Na terceira camada de solo, o atrazine foi detectado aos 10, 20 e 30 dias após a sua aplicação em quantidades inferiores a 3 % da quantidade aplicada e o ametryn foi detectado em concentrações inferiores a 5 % até 50 dias, reaparecendo após 80 dias. Na água percolada, tanto o atrazine quanto o ametryn foram detectados entre 6 e 9 % da quantidade aplicada no tempo de 0 e 10 dias de experimento. Essa quantidade decresceu até aos 50 dias de experimento. Após esse período, a quantidade de atrazine e de ametryn na água percolada foi inferior ao limite de quantificação e apenas no 90º dia o ametryn foi quantificado em 1,6 % do total aplicado. Ambos os herbicidas foram sensíveis à fotodegradação, todavia o ametryn apresentou maior estabilidade que o atrazine sendo mais persistente no solo. Concluiu-se que, tanto o atrazine quanto o ametryn, podem alcançar águas subterrâneas, sendo maior o potencial do ametryn pois possui maior meia-vida no solo.
This work presents a study of the mobility of atrazine and ametryn herbicides on red yellow latosoil during a period of 90 days. Percolating systems using soil leaching columns with 15 cm long were developed. Every ten days, a rain event was simulated on the percolating columns and atrazine and ametryn were quantified on three depths, 0 to 5, 5 to 10 and 10 to 15 cm and also in water which percolated the columns. For the herbicide quantification, the solid-liquid extraction technique with low temperature partition (SLE-LTP) was optimized and validated. The obtained extracts were analyzed by gas chromatography with flame ionization detection. It was observed that during the experiment, atrazine and ametryn were detected predominantly on the first soil layer. However, ametryn was detected on the second layer at concentrations inferior to 9 % of the applied amount, whereas atrazine presented concentrations superior to the limit of quantification up to 70 days of its application on this depth. On the third soil layer, atrazine was detected at 10, 20 and 30 days after its application, in amounts inferior to 3 % of the applied amount and ametryn was detected on concentrations inferior to 5 % up to 50 days, and reappeared 80 days after. In percolated water, atrazine and ametryn were detected within 6 and 9 % of the applied amount on 0 and 10th days of experiment. This amount was diminishing until 50th day of experiment. After this period, the amount of atrazine and ametryn in the percolated water was inferior to the limit of quantification and only on 90th day the ametryn was quantified in 1,6 % of the applied amount. It was observed that the triazines on studied were sensible to the photodegradation and ametryn presented higher stability than the atrazine, being more persistent on soil. So, it can be concluded that the two herbicides present potential mobility to reach underground water being more potential ametryn because it has more half life in the soil.
Palavras-chave: Herbicidas
Lixiviação
Cromatografia gasosa
Herbicides
Soil leaching
Gas chromatography
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA ANALITICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Agroquímica analítica; Agroquímica inorgânica e Físico-química; Agroquímica orgânica
Programa: Mestrado em Agroquímica
Citação: PAULA, Rodrigo Tavares de. Mobility of atrazine and ametryn in red yellow latosoil. 2007. 105 f. Dissertação (Mestrado em Agroquímica analítica; Agroquímica inorgânica e Físico-química; Agroquímica orgânica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2183
Data do documento: 27-Jul-2007
Aparece nas coleções:Agroquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf422,31 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.