Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2213
Tipo: Dissertação
Título: Estudo histológico, imuno-histoquímico e de cultura de células de tecidos normais e cancerosos da mama humana e canina
Título(s) alternativo(s): Histological study, immunohistochemistry and cell culture of normal tissues and cancer of the breast and human dog
Autor(es): Botelho, Carine Fernandes
Primeiro Orientador: Vilela, Marcelo José
Primeiro coorientador: Matta, Sérgio Luis Pinto da
Segundo coorientador: Carlo, Ricardo Junqueira Del
Primeiro avaliador: Santos, Marisa Cristina Genelhu Leite
Segundo avaliador: Viloria, Marlene Isabel Vargas
Abstract: O câncer está incluído entre as entidades patológicas que mais acometem a mama feminina. A cada ano, cresce o número de mulheres acometidas pelo câncer de mama e também as pesquisas sobre a biologia desse tumor, aí incluídas aquelas que utilizam modelos animais, principalmente os tumores de mama de cadelas. Este trabalho teve como objetivo desenvolver um estudo comparativo entre as células normais e cancerosas da glândula mamária de mulheres e de cadelas in vitro, além de analisar pela primeira vez a expressão da desmogleína-1, uma glicoproteína desmossômica, em células cancerosas da mama da espécie canina. Para a cultura de células foi utilizada a técnica da gota invertida enquanto que para a imuno-histoquímica foi utilizada a técnica da estreptavidina-biotinaperoxidase, utilizando o anticorpo monoclonal 32-2B (anti-desmogleína-1). As células da glândula mamária normal humana (mulheres) demonstraram semelhanças com as células da glândula mamária normal canina (cadelas) quanto aos aspectos histológicos e morfológicos. Foi possível observar a adesão e a proliferação de células normais e cancerosas de ambas as espécies por aproximadamente três meses de cultura. As células normais das espécies humana e canina demonstraram baixa atividade de proliferação, quando comparadas com as cancerosas de ambas as espécies. Os grupos de células epitelióides que aderiram ao substrato da garrafa de ambas as cultura, possuíam dependência das células estromais, pois, à medida que as células fibroblastóides eram retiradas, as células epitelióides cessavam seu crescimento. Comparando os resultados obtidos por meio da análise imuno histoquímica das células normais das espécies humana e canina, foi possível observar mudanças no padrão de coloração em células cancerosas de ambas as espécies, demonstrando que as estruturas relacionadas com a adesão celular (neste caso, os desmossomas) podem estar alteradas. Acredita-se que este trabalho servirá de base para outros que tenham como objetivo estudar o câncer de mama.
Cancer is included among the pathological entities which most assail female breast. Each year, the number of women affected by breast cancer increases, and also the number of researches on the biology of this tumor, there included those utilizing animal models, specially canine mammary tumors. This work aimed to develop a comparative study between normal and cancer cells from mammary gland of women and bitches in vitro, besides analyzing for the first time the expression of desmoglein-1, a desmossomal glicoprotein, in cancer cells from canine specie breast. For the cell culture, hanging drop technique was utilized, while the streptavidine-biotine- peroxidase was used for immunohistochemistry, with monoclonal antibody 32-2B (anti-desmoglein-1). The cells from human normal mammary gland (women) demonstrated similarities towards canine normal mammary gland, in relation to histological and morfological aspects. It has been possible to observe adhesion and proliferation of normal and cancer cells from both species approximately three months. Normal cells from human and canine species demonstrated low proliferative activity, when compared to cancerous cells from both species. The groups of epithelioids cells, which adhered the bottle substrate from both cultures, depended on stromal cells, since as fibroblastoid cells were removed, epithelioid cells ceased growing. Comparing the obtained results by means of immunohistochemical analysis of normal cells from human and canine species, changes in staining pattern in cancerous cells from both species were observed, demonstrating that structures related to cell adhesion (in this case, desmosomes) might be altered. This study might work as a support for new studies related to breast cancer.
Palavras-chave: Câncer de mama
Imuno-histoquímica
Anticorpo monoclonal 32-2B
Glândula mamária
Breast cancer
Imunohistochemistry
32-2B Monoclonal antibody
Mammary gland
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MORFOLOGIA::CITOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: BOTELHO, Carine Fernandes. Histological study, immunohistochemistry and cell culture of normal tissues and cancer of the breast and human dog. 2009. 78 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2213
Data do documento: 16-Fev-2009
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,89 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.