Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2234
Tipo: Dissertação
Título: Polimorfismo cromático em Lathrotriccus euleri (Cabanis, 1868) (Aves: Passeriformes)
Título(s) alternativo(s): Chromatic polymorphism in Lathrotriccus euleri (Cabanis, 1868) (Aves: Passeriformes)
Autor(es): Moraes, Larissa Lacerda
Primeiro Orientador: Ribon, Rômulo
Primeiro coorientador: Santos, Jorge Abdala Dergam dos
Segundo coorientador: Feio, Renato Neves
Primeiro avaliador: Lopes, Leonardo Esteves
Segundo avaliador: Oliveira, Luiz Orlando de
Abstract: O enferrujado (Lathrotriccus euleri) (Tyrannidae, Fluvicolinae) foi descrito no gênero Empidochanes e posteriormente transferido para o gênero Empidonax, um táxon predominantemente norte-americano. A retirada da espécie deste último gênero foi realizada com base em estudos bioquímicos e na estrutura da siringe, sendo criado um novo gênero - Lathrotriccus - no qual foi inserida. Este gênero é endêmico da América do Sul e possui apenas duas espécies, L. griseipectus e L. euleri. O enferrujado é uma ave insetívora de cor geral parda, de ventre mais claro, maxila preta e mandíbula esbranquiçada. Nas regiões dos municípios de Viçosa e Poté, leste do estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil, foram detectados espécimes de L. euleri com diferenças morfológicas inéditas na literatura. O presente estudo visou descrever a variabilidade fenotípica e molecular de L. euleri no leste de Minas Gerais, analisando se a mesma existe dentro do grupo como variação individual, ou como variação interespecífica. A coleta de dados foi realizada principalmente no município de Viçosa, cuja paisagem é um mosaico de fragmentos secundários de Mata Atlântica em meio a uma matriz agropecuária. Foram caracterizadas a morfologia externa de aves vivas e taxidermizadas, as vocalizações e as variações moleculares. Esses dados foram relacionados aos padrões de variação na coloração da língua. Lathrotriccus euleri mostrou pequena variação na coloracão da plumagem e nenhuma diferença significativa nas medições realizadas entre os indivíduos com cores diferentes de línguas. As vocalizações, também não apresentaram variações significativas entre os dois tipos morfológicos de L. euleri. As análises de DNA realizadas pela técnica de RAPD-PCR não permitiram a separação dos dois tipos morfológicos de L. euleri em dois grupos. Porém, um indivíduo proveniente de Santa Maria do Salto e que tinha a língua laranja, apresentou padrão molecular divergente dos demais. De acordo com esses resultados, concluiu-se que o enferrujado apresenta 2 morfos para a cor da língua, um róseo e outro laranja não relacionados com o sexo.
Euler s Flycatcher, Lathrotriccus euleri (Cabanis, 1868) (Tyrannidae, Fluvicolinae), was originally designated as Empidochanes and later as Empidonax, a genus with primarily north-american distribution. Biochemical and morphological studies of the syrinx of E. euleri withdrew it from the genus Empidonax and lead to the creation of a new genus, Lathrotriccus, where it was inserted. This genus is endemic of South America and has only two species, L. griseipectus e L. euleri. Euler s Flycatcher is an insectivorous species with dark grayish brown color, lighter belly, black maxilla and whitish jaw. In Viçosa and Poté counties, east of the state of Minas Gerais, southeastern Brazil, specimens of L. euleri with unpublished morphological differences have been found. The present study describes the phenotypic and molecular variability of L. euleri in eastern Minas Gerais, analyzing if it does exist as an individual variation within the group, or as an interespecific variation. Data collection was made mainly in municipality of Viçosa, which landscape is a mosaic of secondary Atlantic Forest fragments within an agricultural matrix. External morphology of live and taxidermized birds, as well as calls and molecular variations were characterized. These data were analyzed to verify their relationship to the color of the birds tongues. Lathrotriccus euleri showed little variation in plumage color and no significant difference in measurements among specimens with different tongue colors. Calls, although scarce, also have not shown significant variation among the two morphological types of L. euleri. DNA analysis using the RAPD-PCR techniques has not allowed taking apart the two morphological types of L. euleri in different groups. Only one specimen, from Santa Maria do Salto, which had orange tongue color, formed a distinct group from the others. According to these results the species has color polymorphism, presenting two morphs for tongue color, one pinkish and other orange.
Palavras-chave: Polimorfismo
Morfologia
Tyrannidae
Polymorphism
Morphology
Tyrannidae
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::TAXONOMIA DOS GRUPOS RECENTES
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: MORAES, Larissa Lacerda. Chromatic polymorphism in Lathrotriccus euleri (Cabanis, 1868) (Aves: Passeriformes). 2009. 73 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2234
Data do documento: 29-Set-2009
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf973,19 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.