Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2257
Tipo: Dissertação
Título: Níveis de inclusão do ácido linoléico conjugado (CLA) em dietas para lambaris-do-rabo-amarelo (Astyanax altiparanae)
Título(s) alternativo(s): Inclusion levels of conjugated linoleic acid (CLA) in diets for the lambaris-do-rabo-amarelo (Astyanax altiparanae)
Autor(es): Campelo, Daniel Abreu Vasconcelos
Primeiro Orientador: Salaro, Ana Lúcia
Primeiro coorientador: Zuanon, Jener Alexandre Sampaio
Segundo coorientador: Furuya, Wilson Massamitu
Primeiro avaliador: Carneiro, Antônio Policarpo Souza
Abstract: Entre as pesquisas relacionadas ao estudo de ácidos graxos, a utilização do ácido linoléico conjugado (CLA) tem se destacado por promover efeitos no crescimento, eficiência alimentar e composição corporal dos peixes, melhorando assim, a produção final. Para a saúde humana, muitos trabalhos com a utilização do CLA, vêm sendo realizados em função de seus efeitos benéficos, principalmente por sua ação anticancerígena e de prevenção da obesidade. Estudos correlacionando os efeitos benéficos do consumo da carne de peixe no controle de doenças humanas, principalmente as circulatórias e cardíacas, também vem sendo alvo de muitos pesquisadores. Assim, a possibilidade do enriquecimento da carne do peixe com o ácido linoléico conjugado (CLA) se torna importante para o estabelecimento de recomendações deste em rações comerciais para as diversas espécies, assim como da qualidade da carne, contribuindo, portanto, para o aumento do consumo desta proteína. Entretanto, os níveis de inclusão do CLA em dietas para as diversas espécies de peixes ainda não estão bem definidos, o que pode estar relacionada às diferenças no metabolismo energético das espécies. O lambari-do-rabo-amarelo (Astyanax altiparanae) apresenta bom potencial para a aquicultura devido ao rápido crescimento, alta prolificidade, curto ciclo de produção e ampla distribuição na natureza. O valor nutricional da carne de peixe está associado à qualidade de suas proteínas e do seu teor de lipídeos poliinsaturados. Assim, estudos que viabilizem a melhoria na qualidade da carne dessas espécies tornam-se fundamentais para recomendações desta proteína para o consumo humano. Portanto, com este estudo, objetivou-se avaliar o efeito de diferentes níveis de CLA sobre o desempenho produtivo, composição química e perfil de ácidos graxos da carcaça de lambaris-do-raboamarelo. Para tal, utilizou-se delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos (0,0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0 e 2,5% de CLA), e cinco repetições. Juvenis de lambaris, com peso médio de 1,58g (±0,23g), foram distribuídos em 30 aquários (contendo 70 litros cada), dotados de filtro biológico e aeração constante, na densidade de 19 peixes por aquário. Os peixes foram alimentados com as dietasteste, à vontade, nos horários de 8h:00min, 11h:00min, 14h:00min e 17h:00min, por um período de 90 dias. Ao final do experimento foram avaliados os seguintes parâmetros de desempenho produtivo: taxa de sobrevivência, ganho de peso, taxa de crescimento específico, conversão alimentar, rendimento de carcaça e os índices viscerossomático, gonadossomático e hepatossomático. Os peixes dos diferentes tratamentos também foram analisados quanto à composição química e o perfil de ácidos graxos da carcaça. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância ao nível de 5% de significância. Não houve diferença estatística entre os níveis de CLA e os parâmetros de desempenho produtivo e composição química da carcaça dos peixes. Porem, com relação ao perfil de ácidos graxos, os peixes refletiram a composição lipídica das dietas, o CLA influenciou significativamente (p<0,05) na concentração dos ácidos graxos 15:1n-7, 16:00, 16:1n-9, 16:1n-5, 18:1n-9, 18:2n-6, 18:3n-3, 18:2 (c9,t11) e o 18:2 (t11,c12), 20:1n-9, 22:1n-9, 20:5n-3 e 22:4n-6 na carcaça dos animais, também no somatório total de CLA, somatório de ácidos graxos saturados (AGS), moinsaturados (AGMI) e polinsaturados das séries n-6 e n-3. Portanto, conclui-se que, para esta fase de desenvolvimento, fornecimento de CLA na dieta pode refletir em incorporação deste ácido graxo nos tecidos dos lambaris-do-rabo-amarelo (Astyanax altiparanae), sendo recomendado como alimento funcional para melhorar a saúde humana.
Among the studies related to the study of fatty acids, the use of conjugated linoleic acid (CLA) has been noted for promoting effects on growth, feed efficiency and body composition of fish, thus improving the final production. For human health, many studies that use of CLA, have been conducted on the basis of its beneficial effects, mainly for their anticancer action and prevention of obesity. Studies correlating the beneficial effects of consumption of fish meat in control of human diseases, especially circulatory and heart, has also been the target of many researchers. Thus, the possibility of enrichment of the fish meat with conjugated linoleic acid (CLA) is important for the establishment of such recommendations in commercial diets for these species, as well as meat quality, therefore contributing to increased consumption this protein. However, the inclusion levels of CLA in diets for various fish species are not well defined, which could be related to differences in energy metabolism of the species. The lambari-do-rabo-amarelo (Astyanax altiparanae) has good potential for aquaculture due to rapid growth, high prolificacy, short production cycle and wide distribution in nature. The nutritional value of fish meat is associated with protein quality and content of polyunsaturated lipids. Thus, studies that allow for the improvement in the quality of the meat of these species become central to the recommendations of this protein for human consumption. Therefore, this study aimed to evaluate different levels of CLA on growth performance and carcass composition of lambari-do-rabo-amarelo. For this purpose, It was used a completely randomized experimental design with six treatments (0.0, 0.5, 1.0, 1.5, 2.0 and 2.5% CLA), and five repetitions. Lambaris juveniles, with average weight of 1.58 g (± 0.23) were distributed in 30 tanks (containing 70 liters each), equipped with biological filter and constant aeration, density of 19 fish per tank. The fish were fed the test diets, ad libitum, in the hours of 8h:00min, 11h:00min, 14h:00min e 17h:00min, for a period of 90 days. At the end of the experiment were analyzed the following zootechnical parameters: survival rate, weight gain, specific growth rate, feed conversion, carcass yield and viscerossomático, gonadosomatic and hepatosomatic indices. The fish of the different treatments were also analyzed for chemical composition and fatty acid profile of the carcass. The data were evaluated by analysis of variance, at 5% significance level. There was no statistical difference between the parameters of growth performance and carcass composition of fish of different treatments. However, with respect to the fatty acid profile, fish reflected the lipid composition of the diets, CLA significantly influences (p <0.05) the concentration of animal carcass fatty acids 15:1n-7, 16:00, 16:1n-9, 16:1n-5, 18:1n-9, 18:2n-6, 18:3n-3, 18:2 (c9,t11) and 18:2 (t11,c12), 20:1n-9, 22:1n-9, 20:5n-3 and 22:4n-6, also the CLA total sum, sum of saturated fatty acids (SFA), monounsaturated (MUFA) and polyunsaturated (PUFA) n-6 and n-3 series. Therefore, we conclude that for this stage of development, provision of CLA in the diet may reflect the incorporation of this fatty acid in the tissues of the lambari-do-rabo-amarelo (Astyanax altiparanae), being recommended as a functional food for improving human health.
Palavras-chave: Ácidos graxos
Alimento nutracêutico
Composição de carcaça
Desempenho zootécnico
Fatty acids
Food nutraceutical
Carcass composition
Performance zootechnical
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA::AQUICULTURA::PISCICULTURA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: CAMPELO, Daniel Abreu Vasconcelos. Inclusion levels of conjugated linoleic acid (CLA) in diets for the lambaris-do-rabo-amarelo (Astyanax altiparanae). 2012. 76 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2257
Data do documento: 16-Fev-2012
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf703,71 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.