Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2264
Tipo: Dissertação
Título: Ecologia Comportamental dos cães domésticos em áreas rurais e urbanas do município de Viçosa, MG
Título(s) alternativo(s): Behavioral ecology of domestic dogs in rural and urban areas from municipality of Viçosa, MG
Autor(es): Martinez, Edilberto Nobrega
Primeiro Orientador: Souza, Vanner Boere
Primeiro coorientador: Silva, Ita de Oliveira e
Segundo coorientador: Machado, Thea Mirian Medeiros
Primeiro avaliador: Neves, Mariana Machado
Abstract: Após a revolução industrial principalmente a partir do século XX, auge do êxodo rural, houve um incremento do processo de urbanização no Brasil. Nos dias atuais o progresso de atividades econômicas tem contribuído para a crescente aquisição de animais de estimação nos lares brasileiros, principalmente cães (Canis lupus familiaris). Para contemplar essa demanda, milhares de novos indivíduos nascem todos os anos sem um controle adequado. Este processo corrobora com o aumento de cães abandonados nas ruas das cidades e nos campos de zonas rurais. Na cidade de Viçosa, Minas Gerais, situada na Zona da Mata Mineira, há um alto índice de cães de rua que vagam sem restrições por diferentes áreas. Os limites que dividem o perímetro urbano e a zona rural de Viçosa são tênues e cercados por fragmentos de Mata Atlântica. Essa proximidade de cães com áreas naturais pode ter como consequências a alteração do ambiente e a diminuição da fauna silvestre, devido às pressões predatórias nesses animais. Para entender a dinâmica e relações existentes entre cães, o meio ambiente e os seres humanos, comparamos dois grupos de cães (cães domiciliados rurais; cães de rua urbanos) que possuem distintas funcionalidades, áreas de vida e recursos. O objetivo dessa investigação é perceber quais fenômenos influenciam na resposta dos grupos de cães. Tendo como base as funções impostas a eles e a concepção de que os tipos de interações com os seres humanos e o meio podem gerar diferentes comportamentos. Para esclarecer esses pontos adotamos duas metodologias em nossa verificação: inquéritos investigativos direcionados a públicos específicos e observação direta de animais em suas áreas de vida. Em termos gerais, observou-se uma preocupação da população e proprietários com os cães, mas o tratamento e manejo estão aquém de atender o bem estar dos cães como a preservação da fauna nativa. Cães são predadores da fauna na região e exploram fontes alimentares fomentadas pelas pessoas (lixo e restos de refeições). Os cães rurais realizam predominantemente um papel de guarda e são protetores territoriais, mesmo que permaneçam soltos pelos seus proprietários, Por outro lado, os cães urbanos, de rua, não possuem um território definido e não possuem um papel funcional definido. Concluímos que os dois grupos se diferem em características peculiares definidas pelo convívio com o ser humano. A diferente dinâmica apresentada para os dois grupos determinou a maneira como eles interagem com o meio, porém ambas as formas causam impactos ambientais e delineiam desfechos negativos para espécies da fauna silvestre.
After the industrial revolution during the heyday of rural exodus, especially from the XX century on, there was an increase of the urbanization process in Brazil. Nowadays, the progress of economic activities has been contributing to the growing acquisition of pets, mainly dogs (Canis lupus familiaris), in Brazilian households. Hence, thousands of new individuals are born each year without a proper control increasing the numbers of abandoned dogs on the streets of cities and fields of rural areas. In the city of Viçosa, Minas Gerais, located in the Zona da Mata Mineira, there is a high rate of stray dogs that roam unrestricted throughout different areas. The boundaries which divide the urban and rural areas of Viçosa are tenuous and surrounded by Atlantic Forest fragments. Thus, the consequence of the proximity of dogs with these natural areas can lead to environmental changes and diminution of native wildlife due to predation pressure. To understand the dynamics and relationships between dogs, the environment and humans we compared two groups of dogs (rural resident and urban stray dog). The two chosen groups have distinct functions, living areas and resources. The goal of this research is to understand the phenomena that influence dog s group responses based on the duties imposed on them. We studied the types of interactions with humans and whether or not the environment can influence different behaviors. The methods adopted in this investigation were: investigative surveys targeted to specific audience and direct observation of dogs in their living areas. Overall, there was a concern of the population and owners with dog s situation, but the treatment and management failed to attend the welfare of dogs such as the preservation of native fauna. Dogs are predators of wildlife and exploit food sources fueled by people (trash and leftover meals) in the region. Rural dogs predominantly perform a guard role and are territorial protectors, even when they are released by their owners, on the other hand, urban street dogs doesn t have a defined territory and a defined functional role. We concluded that the two groups differ in specific characteristics defined by coexistence with humans. The different dynamics presented by each group determines the way they interact with the environment, even though, both groups lead to environmental impacts and negative outcomes to wildlife species.
Palavras-chave: Urbanização do Brasil
Canis lupus familiaris
Zona da Mata Mineira
Cães de rua
Urbanization in Brazil
Canis lupus familiaris
Zona da Mata Mineira
Stray dogs
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::ZOOLOGIA APLICADA::CONSERVACAO DAS ESPECIES ANIMAIS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: MARTINEZ, Edilberto Nobrega. Behavioral ecology of domestic dogs in rural and urban areas from municipality of Viçosa, MG. 2012. 135 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2264
Data do documento: 28-Set-2012
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,66 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.