Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2278
Tipo: Dissertação
Título: Efeitos do cádmio, chumbo e zinco em epidídimo de ratos Wistar
Título(s) alternativo(s): Effects of cadmium lead and zinc in the epididymis of Wistar rats
Autor(es): Ribeiro, Susana Puga
Primeiro Orientador: Matta, Sérgio Luis Pinto da
Primeiro avaliador: Freitas, Mariella Bomtempo Duca de
Segundo avaliador: Gomes, Marcos de Lucca Moreira
Abstract: Há um grande interesse no papel da exposição ocupacional e ambiental a poluentes tóxicos, como os metais pesados, pois se entende que essa é uma das causas da redução da concentração espermática no homem. Portanto, o estudo da influência dos metais pesados em machos tem focado principalmente no sistema reprodutor, lugar de desenvolvimento, diferenciação, maturação e capacitação das células germinativas. Este estudo investigou os efeitos de doses crescentes dos metais pesados, cádmio (Cd), chumbo (Pb) e zinco (Zn), no epidídimo de ratos. O trabalho foi dividido em três experimentos nos quais foram utilizados ratos adultos em idade reprodutiva, colocados em gaiolas individuais e mantidos em ambiente controlado. Para a avaliação dos efeitos do Cd no epidídimo, 24 animais foram separados em 4 grupos experimentais sendo um controle e três grupos que receberam, respectivamente, 1,1, 1,4 e 1,8 mg/kg de cloreto de cádmio via intraperitoneal, em dose única. Para a avaliação dos efeitos do Pb no epidídimo foram utilizados 25 animais distribuídos em 5 grupos experimentais, sendo um controle e quatro que receberam acetato de chumbo, por gavagem, nas concentrações de 16, 32, 64, 128 mg/kg/dia, respectivamente. Na avaliação dos efeitos do Zn 28 animais foram distribuídos em 4 grupos sendo o sulfato zinco administrado a três grupos, na água de beber, nas concentrações de 5, 10 e 20 mg/dia. Os animais que receberam Cd e Zn foram eutanasiados aos 56 dias de tratamento enquanto os animais submetidos ao Pb foram eutanasiados aos 30 dias. Foram realizadas as seguintes análises em todos os epidídimos coletados: diâmetro tubular (DT), diâmetro luminal (DL), altura de epitélio (EP) e as proporções volumétricas (%) do epitélio (E), tecido conjuntivo (TC), lúmen com espermatozoide (LcE) e lúmen sem espermatozoide (LsE), no segmento inicial, cabeça e cauda do epidídimo. O cádmio provocou aumento na altura do epitélio da cabeça do epidídimo e aumento dos diâmetros tubular e luminal na cauda. Por outro lado os parâmetros proporcionais foram reduzidos na proporção do epitélio da cabeça e cauda do epidídimo. Ainda na cabeça do epidídimo, a proporção do lúmen com espermatozoide foi reduzida enquanto que a proporção do lúmen sem espermatozoide aumentou, tanto no segmento inicial como na cabeça e na cauda do epidídimo. O chumbo, em todos os tratamentos, na região da cauda, reduziu significativamente o diâmetro do túbulo e lúmen do epidídimo, enquanto que na cabeça provocou aumento na altura do epitélio e redução em sua proporção. Quanto aos efeitos do zinco, foram observadas reduções significativas da altura do epitélio, tanto no segmento inicial, cabeça e cauda do epidídimo e os diâmetros do lúmem e túbulo aumentaram na porção caudal. Assim, entendemos que os três metais avaliados provocaram alterações morfométricas nas três regiões do órgão analisadas, na maioria das vezes se mostrando tóxicos ao epidídimo e que o cádmio se mostrou mais tóxico ao processo reprodutivo, devido ao aumento do lúmen sem espermatozoide que causou, em todas as regiões do epidídimo avaliadas, perdas na capacidade reprodutiva destes animais.
There is considerable interest in the role of occupational and environmental exposure to toxic pollutants such as heavy metals, because we understand that this is one of the causes of reduced sperm concentration in man. Therefore, the study of the influence of heavy metals in males has focused mainly on the reproductive system, site development, differentiation, maturation and capacitation of germ cells. This study investigated the effects of increasing doses of heavy metals, cadmium (Cd), lead (Pb) and zinc (Zn) in the epididymis of rats. The work was divided into three experiments were used adult rats of reproductive age, placed in individual cages in a controlled environment. To assess the effect of Cd on the epididymis, 24 animals were divided into 4 experimental groups and one control group and three groups that received respectively 1.1, 1.4 and 1.8 mg / kg intraperitoneally cadmium chloride, a single dose. For the evaluation of the effects of Pb in the epididymis 25 animals were used divided into 5 experimental groups, one control and four receiving lead acetate by gavage at concentrations of 16, 32, 64, 128 mg / kg / day, respectively . In the evaluation of the effects of Zn 28 animals were divided into 4 groups with zinc sulfate administered to three groups in the drinking water at concentrations of 5, 10 and 20 mg / day. Animals receiving Cd and Zn were euthanized after 56 days of treatment while animals subjected to Pb were euthanized at 30 days. The following analyzes were performed in all epididymides collected: diameter tubular (DT), lumen diameter (LD), height of the epithelium (EP) and the volumetric proportions (%) of the epithelium (E), connective tissue (CT), with lumen sperm (LCE) and lumen without sperm (LSE), the initial segment, head and tail of the epididymis. Cadmium caused an increase in epithelial height of the head of the epididymis and increased luminal diameter tubular tail. Moreover proportional parameters were reduced in proportion to the epithelium of the head and tail of the epididymis. Even the head of the epididymis, the proportion of sperm with lumen was reduced while the proportion of the lumen without sperm increased both the initial segment as the head and tail of the epididymis. The lead, in all the treatments, at the tail region, significantly reduced the diameter of the lumen and epididymal tubule, while the head caused an increase in epithelial height and reduction in its amount. The effects of zinc, significant reductions were observed in epithelial height, both in the initial segment, head and tail of the epididymis and the diameters of the tubule lumen and increased in the caudal portion. Thus, we believe that all three evaluated metals caused morphological changes of the organ in the three regions studied, the most often toxic showing the epididymis and that the cadmium was more toxic to the reproductive process, due to the increased lumen without sperm causing in all epididymal evaluated regions, thus causing loss in reproductive capacity of these animals.
Palavras-chave: Toxicologia
Metal pesado
Reprodução
Morfometria
Toxicology
Heavy metal
Reproduction
Morphometry
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: RIBEIRO, Susana Puga. Effects of cadmium lead and zinc in the epididymis of Wistar rats. 2013. 67 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2278
Data do documento: 29-Jul-2013
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf762,97 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.