Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2284
Tipo: Dissertação
Título: Colonização e morfometria intestinal de lambaris-do-rabo-amarelo Astyanax altiparanae alimentados com dietas contendo levedura Saccharomyces cerevisiae como probiótico
Título(s) alternativo(s): Colonization and intestinal morphology of the yellowtail tetra Astyanax altiparanae fed with diets containing yeast Saccharomyces cerevisiae as probiotics
Autor(es): Lima, Frederico Werneck
Primeiro Orientador: Salaro, Ana Lúcia
Primeiro coorientador: Braga, Luís Gustavo Tavares
Segundo coorientador: Zuanon, Jener Alexandre Sampaio
Primeiro avaliador: Matta, Sérgio Luis Pinto da
Segundo avaliador: Furuya, Valéria Rossetto Barriviera
Abstract: A levedura Saccharomyces cerevisiae vem sendo utilizada como pré ou probiótico em dietas para diversas espécies de animais. A melhoria do sistema imune inespecífico e aumento na resistência dos animais contra infecções bacterianas são efeitos observados em peixes alimentados com dietas contendo esta levedura. Essa levedura também pode desempenhar papel modulador na microbiota intestinal dos animais, colonizando o intestino dos peixes e influenciando diretamente a morfologia e histologia do tubo digestório, podendo alterar vilosidades, número de células caliciformes e espessura da túnica muscular. A mucosa e as vilosidades intestinais estão diretamente relacionadas com a absorção de nutrientes pelo intestino, portanto apresentam papel fundamental no crescimento e na saúde dos animais. O conhecimento da morfologia e histologia do tubo digestório dos peixes poderá ajudar a elucidar o efeito de diferentes ingredientes que compõem as dietas desses animais sobre seu crescimento. Esse conhecimento também irá fomentar as indústrias de rações, no intuito da formulação e fabricação de dietas que possam melhorar a digestão e absorção dos nutrientes pelos animais. O lambari-do- rabo-amarelo Astyanax altiparanae é cultivado em várias regiões brasileiras, é uma espécie onívora e com excelente aceitação pelo mercado consumidor. Assim, com o presente estudo objetivou-se avaliar o efeito da levedura S. cerevisiae sobre a colonização e a histomorfometria intestinal de A. altiparanae. Este projeto foi aprovado pela Comissão de Ética no Uso de Animais de Produção da Universidade Federal de Viçosa CEUAP/UFV, como parte do processo no 22/2013, estando de acordo com os princípios éticos da experimentação animal, estabelecido pelo Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal - CONCEA e com a legislação vigente. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado com seis níveis de levedura S. cerevisiae (0,0; 5,0; 10,0; 15,0; 20,0 e 25,0g kg -1 de dieta) e cinco repetições. Lambaris-do-rabo- amarelo (1,89±0.10g) foram alimentados durante 90 dias com as dietas-teste. Ao final do período experimental, sete peixes por repetição (35 por tratamento), foram coletados xiialeatoriamente e eutanasiados com óleo de cravo (400mg L -1 de água) para a extração do intestino. Foram realizadas análises de colonização intestinal, altura e largura das vilosidades intestinais, número de células caliciformes por vilosidade intestinal, espessura da túnica muscular e área de superfície aparente das vilosidades. A área de superfície aparente das vilosidades foi calculada pela multiplicação das medidas da altura e largura das vilosidades. Os dados obtidos foram submetidos ao Teste de Cochran para verificar a homogeneidade de variância e em seguida realizada a análise de variância (ANOVA), (P<0,10) e para os efeitos significativos, análise de regressão polinomial. Para a análise microbiológica de colonização pela levedura S. cerevisiae no intestino dos peixes, foi aplicado o teste não paramétrico de Kruskal-Wallis (P<0,10). Foi observado efeito linear crescente apenas na área de superfície aparente das vilosidades intestinais. A inoculação de meios de cultura com amostras dos intestinos confirmaram a colonização pelas leveduras nos tratamentos que continham S. cerevisiae. Devido a presença da levedura no intestino dos peixes e das vilosidades intestinais estarem diretamente envolvidas com a absorção de nutrientes pelo intestino, conclui-se que a levedura atuou de forma benéfica nos lambaris-do-rabo-amarelo.
The yeast Saccharomyces cerevisiae has been used as pre-or probiotic in diets for many different species of animals. The improvement of the nonspecific immune system and an increase in the resistance of animals against bacterial infections are effects observed in fishes fed with diets containing this yeast.This yeast can also play a modulating role in the intestinal microbiota of animals, colonizing fish intestine and directly influencing morphology and histology of the digestive tract, altering villi, number of goblet cells and thickness of the muscular layer.The mucosa and intestinal villi are directly related to the absorption of nutrients by the intestine, thus presenting a fundamental role in growth and health of the animals. The knowledge on the morphology and histology of the digestive tract of fish may help to elucidate the effect of various diets ingredients on the growth of these animals. This knowledge will also guide feed industries, in the aim of the formulation and manufacture of diets that may improve digestion and absorption of nutrients by the animals. The yellowtail tetra Astyanax altiparanae, which is cultured in several Brazilian regions, is an omnivorous species and has an excellent consumer market acceptance. Thus, the present study aimed to evaluate the effect of the yeast S. cerevisiae on colonization and intestinal histomorphometry of A. altiparanae. This project was approved by the Ethics Committee on Production Animals Use, of the Federal University of Viçosa CEUAP / UFV, as part of Case No. 22/2013, which is consistent with the ethical principles of animal experimentation established by the National Board of Animal Experimentation Control - CONCEA and with the current legislation. A completely randomized design with six levels of the yeast S. cerevisiae (0.0, 5.0, 10.0, 15.0, 20.0 and 25.0 g kg -1 diet) and five replications was used. The A. altiparanae (1.89 ± 0.10g) were fed for 90 days with the test diets. At the end of the experimental period, seven fish per replicate (35 per treatment) were randomly collected and euthanized with clove oil (400mg L -1 of water) for the extraction of the intestine. Analysis of colonization, height and width of intestinal villi, number of goblet cells per xivintestinal villi, muscularis thickness and apparent surface area of the villi were performed. The apparent surface area of the villi was calculated by multiplying the measurements of height and width of the villi. The data obtained were subjected to Cochran test to check homogeneity of variance, and later the analysis of variance (ANOVA) (P<0.10) and polynomial regression analysis for the significant effects were performed. For microbiological analysis of colonization by S. cerevisiae in fish intestine, the nonparametric (P<0.10) Kruskal-Wallis test was performed. An increasing linear effect was observed only in the apparent intestinal villi surface area. The inoculation of culture media with intestinal samples confirmed the colonization by yeasts in treatments containing S. cerevisiae. Because the presence of the yeast in fish intestine and intestinal villi is directly involved with the absorption of nutrients in the intestine, it is concluded that the yeast acted beneficially in yellowtail tetra.
Palavras-chave: Peixe - Alimentação
Lambari
Astyanax altiparanae
Peixe - Aparelho digestivo
Probiótico
Fish - Feed
Yellowtail tetra
Astyanax altiparanae
Fish - Digestive Tract
Probiotic
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: LIMA, Frederico Werneck. Colonization and intestinal morphology of the yellowtail tetra Astyanax altiparanae fed with diets containing yeast Saccharomyces cerevisiae as probiotics. 2014. 68 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2284
Data do documento: 28-Mar-2014
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf562,08 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.