Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2293
Tipo: Dissertação
Título: Estímulos olfativos como enriquecimento ambiental em raposa-do-campo (Lycalopex vetulus), cachorro-do-mato (Cerdocyon thous), lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) e cachorro doméstico (Canis lupus familiaris) (Carnivora, Canidae)
Título(s) alternativo(s): Olfactory stimuli as environmental enrichment in the hoary fox (Lycalopex vetulus), crab-eating fox (Cerdocyon thous), maned wolf (Chrysocyon brachyurus) and domestic dog (Canis lupus familiaris) (Carnivora, Canidae)
Autor(es): Figueira, Milene de Paula
Primeiro Orientador: Souza, Vanner Boere
Primeiro coorientador: Carretta Junior, Moacir
Primeiro avaliador: Silva, Ita de Oliveira e
Segundo avaliador: Neves, Mariana Machado
Abstract: As técnicas de enriquecimento ambiental (EA) são amplamente conhecidas e utilizadas para aumentar o bem estar e minimizar o estresse causado pela falta de estimulo do cativeiro. Apesar dos canídeos possuírem um aparato olfativo muito desenvolvido e sensível, o EA com odores tem sido pouco explorado. No estudo das espécies selvagens em cativeiro o uso de EA olfativo demanda facilidade de acesso e baixo risco de estresse. Além dos canídeos silvestres há uma grande população de cães que passa grande parte de suas vidas confinados em abrigos institucionais e ambos . poderiam ser beneficiados por programas de EA olfativo. O objetivo do estudo foi verificar e comparar a reação a estímulos olfativos em quatro espécies de canídeos Lycalopex vetulus, Cerdocyon thous, Chrysocyon brachyurus e Canis lupus familiaris com a introdução de enriquecimento ambiental olfativo. Os quatro estímulos olfativos atrativos foram apresentados externamente aos recintos e a reação dos animais foi filmada e posteriormente analisadas pelo método animal focal e o registro de todos comportamentos.. As respostas comportamentais foram classificadas em positivas, negativas e outras. Foram calculadas as médias dos tempos de registro para cada conjunto de comportamentos. Para os quatro canídeos analisaram-se as diferentes respostas nas fases basais (antes do estímulo), durante o enriquecimento e após a retirada do estimulo olfativo. Em cães compararam-se diferentes respostas nos diferentes estímulos e se houve diferença nas respostas por tamanho de matilha mantida em cada baia. Já com silvestres foram calculadas as diferentes respostas entre as diferentes espécies. Para as quatro espécies, os estímulos olfativos positivos alteraram as respostas comportamentais. Aumentaram os comportamentos positivos e em cachorro-do-mato e cães aumentaram também os negativos da fase pré para a fase com o estímulo. Apenas em cachorro-do-mato houve aumento nos comportamentos positivos após a retirada do estímulo. Entre as espécies silvestres os cachorros-do-mato e as raposas-do-campo foram os mais distintos nos comportamentos com o lobo-guará intermediário entre as duas espécies. Em geral, o EA olfativo não foi efetivo para enriquecer e melhorar o bem estar animal, com exceção do lobo-guará. Houve diferentes reações entre as espécies, sugerindo que é necessário conhecer a biologia de cada espécie dentro de uma mesma a família (Canidae) para adequar estímulos que estimulem respostas comportamentais desejáveis aos objetivos do EA.
The environmental enrichment (EE) techniques are widely known and used to increase well-being and minimize the stress caused by a lack of stimuli in captivity. Even though canids have a highly developed and sensitive sense of smell, EE with scents has been little explored. In the study of wild animals in captivity, the use of olfactory EE requires ease of access and low risk of stress. In addition to the wild canids, there is a large population of domestic dogs that spend a large part of their lives confined in institutional shelters, and both groups could benefit from olfactory EE programs. The objective of this study was to assess and compare the reaction to olfactory stimuli in four canid species, Lycalopex vetulus, Cerdocyon thous, Chrysocyon brachyurus and Canis lupus familiaris, with the use of olfactory environmental enrichment. The four attractive olfactory stimuli were presented to the animals from outside their enclosures and the animals reaction was filmed and afterwards analyzed with focal animal sampling and with the recording of all behaviors. The behavioral responses were classified as positive, negative or others. The average recorded times for each set of behaviors were calculated. The different responses were compared between the basal phases (before the stimulus), during the enrichment and after the removal of the olfactory stimulus for the four canids. In domestic dogs the different responses were compared between the different stimuli, as well as whether there were differences in the responses depending on the size of the pack in each enclosure. The different responses were also compared between the three species of wild canids. For the four species, the positive olfactory stimuli altered the behavioral responses. There was an increase in the positive behaviors and in the crab-eating fox there was also an increase in the negative behaviors from the pre-enrichment phase to the phase with the stimulus. There was an increase in the positive behaviors after the removal of the stimulus only in the crab-eating fox. Among the wild species, the crab-eating fox and the hoary fox were the most different ones in terms of behavior, with the maned wolf being intermediate between these two species. In general, the olfactory EE was not efficient to enrich and improve the animal s well-being except for the maned wolf. There were different reactions among the species, indicating that it is necessary to know the biology of each species within one family (Canidae) to make adequate stimuli to stimulate desirable behavioral responses, according to the EE objectives.
Palavras-chave: Canídeos - Comportamento
Olfato
Bem-estar animal
Animais silvestres em cativeiro
Canids - Behavior
smell
Animal welfare
Wild animals in captivity
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::COMPORTAMENTO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: FIGUEIRA, Milene de Paula. Olfactory stimuli as environmental enrichment in the hoary fox (Lycalopex vetulus), crab-eating fox (Cerdocyon thous), maned wolf (Chrysocyon brachyurus) and domestic dog (Canis lupus familiaris) (Carnivora, Canidae). 2014. 88 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2293
Data do documento: 18-Jul-2014
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,72 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.