Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2298
Tipo: Dissertação
Título: Níveis de inclusão de L-Glutamina em dietas para juvenis de trairão (Hoplias lacerdae)
Título(s) alternativo(s): Inclusions levels of L-Glutamine in diets for giant trahira juvenile (Hoplias lacerdae)
Autor(es): Ramos, Alfredo Rubén Palomino
Primeiro Orientador: Salaro, Ana Lúcia
Primeiro coorientador: Furuya, Wilson Massamitu
Segundo coorientador: Matta, Sérgio Luis Pinto da
Primeiro avaliador: Veras, Galileu Crovatto
Abstract: A determinação das exigências nutricionais por aminoácidos para cada espécie animal, e seus efeitos sobre o crescimento e a composição corporal, assim como sobre a qualidade da carne, é de fundamental importância para se estabelecer dietas de alto valor nutricional. A glutamina é um aminoácido do grupo dos aminoácidos não essenciais, em função dos animais terem a capacidade de sintetizá-la. Estudos recentes evidenciaram que a glutamina pode ser considerada condicionalmente essencial, ou seja, essencial quando os peixes são submetidos a situações de desafios, onde ocorre elevada degradação proteica. A glutamina participa de importantes funções metabólicas como a síntese dos nucleotídeos purina e pirimidina, o transporte e doação do nitrogênio, a regulação do equilíbrio ácido-base, a integridade tecidual, além de estimular a síntese proteica muscular. A glutamina também atua no desenvolvimento de células intestinais, estimulando o desenvolvimento das vilosidades, promovendo aumento na superfície de contato do intestino, melhorando a digestão e a absorção dos nutrientes pelo intestino e consequentemente o ganho de peso dos animais. Assim, com o presente estudo objetivou-se avaliar a utilização de L-glutamina em dietas para juvenis de trairão (Hoplias lacerdae). Este projeto foi aprovado pela Comissão de Ética no Uso de Animais da Universidade Federal de Viçosa CEUA/UFV, como parte do processo No 24/2013. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos (0,0; 2,0; 4,0; 6,0; 8,0 e 10,0 g/kg de L-glutamina) e cinco repetições. Quinhentos e dez juvenis de trairão com peso médio de 1,69 ± 0,10 g e comprimento xiipadrão médio de 4,67 ± 0,10 cm, previamente condicionados a aceitar dietas artificiais, foram distribuídos em 30 aquários circulares de polietileno (100 L) contendo 20 litros de água, em sistema de recirculação, na densidade de 0,85 peixe/litro. Os peixes dos diferentes tratamentos foram alimentados até a saciedade nos horários de 8, 12 e 18 horas. Ao final do experimento, 12 semanas, foram avaliados os seguintes parâmetros de desempenho produtivo: taxa de sobrevivência, ganho de peso, ganho de comprimento, conversão alimentar, taxa de crescimento específico, taxa de eficiência proteica, uniformidade de comprimento e de peso final, rendimento de carcaça, comprimento do intestino, e os índices viscerossomático, hepatossomático e intestinossomático. Também foi avaliada a composição química das dietas e dos peixes, em relação aos teores de matéria seca, proteína bruta, extrato etéreo, cinzas totais e energia bruta, e o perfil de aminoácidos das dietas. Amostras da parte mediana e posterior do intestino dos peixes foram coletadas para análises histomorfométricas, quando foi mensurada a espessura da túnica muscular, e as medidas de altura, espessura da base e espessura mediana das vilosidades. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância (ANOVA, P<0,05), e em caso de diferenças significativas, foi realizado análise de regressão polinomial (P <0,05). Não houve diferença significativa entre os níveis de glutamina da dieta e os parâmetros de desempenho produtivo e de composição química dos peixes. Houve efeito quadrático apenas para a altura das vilosidades da porção mediana e para a espessura da túnica muscular das duas porções do intestino dos peixes dos diferentes tratamentos. Os níveis de glutamina que proporcionaram os maiores valores para esses parâmetros foram estimados em 5,42 g/kg, 5,40 g/kg e 5,21 g/kg, respectivamente. Conclui-se que a suplementação de L-glutamina para juvenis de trairão encontra-se na faixa de 5,21 a 5,42 g/kg.
The determination of nutritional requirements of amino acids for each animal species, and their effects on growth and body composition, as well as on meat quality, is of fundamental importance to establish diets of high nutritional value. Glutamine is an amino acid of the group of non-essential amino acids, due to the capacity animals have to synthesize it. Recent studies evidenced that glutamine may be considered conditionally essential, in other words, essential when fish are subjected to situations of challenges, in which high protein degradation occurs. Glutamine participates in important metabolic functions such as the synthesis of the nucleotides purine and pyrimidine, the transport and donation of nitrogen, the regulation of acid-base balance, the tissue integrity and stimulates muscle protein synthesis. Glutamine is also active in the development of intestinal cells by stimulating the development of the villi, and promoting an increase in the contact surface of the intestine, improving digestion and absorption of nutrients by the intestine and consequently the weight gain of the animals. Thus, the present study aimed to evaluate the use of L- glutamine in diets for juvenile giant trahira (Hoplias lacerdae). This project was approved by the Ethics Committee on Animal Use, Federal University of Viçosa CEUA/UFV, as part of Case No. 24/2013. It was used a completely randomized design with six treatments (0.0; 2.0; 4.0; 6.0; 8.0; and 10.0 g/kg of L-glutamine) and five replicates. Five hundred and ten giant trahira juvenile with an average weight of 1.69 ± 0.10 g and average length of 4.67 ± 0.10 cm, previously trained to accept artificial diets, were divided into 30 circular xivpolyethylene tanks (100 L) containing 20 liters of water, in recirculating system, at a density of 0.85 fish/liter. Fish from different treatments were fed to satiation during the hours of 8, 12 e 18 h. At the end of the experiment, 12 weeks, the following fish growth performance were analyzed: survival rate, weight gain, length gain, feed conversion, specific growth rate, protein efficiency ratio, length and final weight uniformity, carcass yield, intestine weight, and viscerossomatic, hepatosomatic and intestinesomatic index. The chemical composition of the diets and fish whole-body was assessed in relation to content of dry matter, crude protein, ether extract, total ash and crude energy, and the amino acid profile of the diets. Intestine samples of fish were collected for histomorphometric analysis, which was measured the thickness of the tunica muscularis, and measurements height, base thickness and median thickness of the villi, in the middle and posterior portion of the intestine. The results were submitted to analysis of variance (5%) and in the case of significant differences, polynomial regression analysis (5%) was performed. There was no significant difference between the dietary L-glutamine levels and the growth performance and chemical composition of the fish whole-body. There was a quadratic effect only for villi height of the middle portion and the thickness of the tunica muscularis of the two portions of the intestine. Glutamine levels that yielded the highest values for these parameters were estimated at 5.42 g/kg, 5.40 g/kg and 5.21 g/kg, respectively. It is concluded that the supplementation of L-glutamine for giant trahira juveniles is in the range of 5.21 to 5.42 g/kg.
Palavras-chave: Trairão (Peixes)
Nutrição animal
Aminoácido
Desempenho
Peixe - Histologia
Peixe - Crescimento
Peixe - Absorção
Trairao (fish)
Animal nutrition
amino acid
Performance
Fish - Histology
Fish - Growth
Fish - Absorption
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: RAMOS, Alfredo Rubén Palomino. Inclusions levels of L-Glutamine in diets for giant trahira juvenile (Hoplias lacerdae). 2014. 76 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2298
Data do documento: 6-Ago-2014
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,71 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.