Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2329
Tipo: Dissertação
Título: Efeito da exposição crônica ao níquel nos testículos de ratos Wister adultos
Título(s) alternativo(s): Effect of chronic nickel exposure in the testes of Wistar adult rats
Autor(es): Oliveira, Mônica de Fátima
Primeiro Orientador: Paula, Tarcízio Antônio Rego de
Primeiro coorientador: Matta, Sérgio Luis Pinto da
Segundo coorientador: Fonseca, Cláudio César
Primeiro avaliador: Neves, Mariana Machado
Segundo avaliador: Peixoto, Juliano Vogas
Abstract: A toxicidade de um metal depende da sua capacidade inerente de afetar adversamente qualquer atividade biológica. Entre poluentes ambientais, o níquel, um metal pesado, merece destaque especial como um elemento potencialmente tóxico. A exposição aguda ou crônica ao níquel resulta em vários efeitos na reprodução, tendo como alvo o testículo, que é um órgão bastante suscetível a este agente nocivo. Neste trabalho, avaliou-se o efeito crônico do níquel sobre a biometria corporal e testicular e sobre os compartimentos tubular e intertubular dos testículos de ratos Wistar em idade reprodutiva. Foram utilizados 24 ratos, divididos em três grupos de oito animais. O grupo 1, controle, recebeu água deionizada, os grupos tratados receberam sal de níquel na forma de cloreto de níquel NiCl2 nas doses de 20mgNi/dia (grupo 2) e 40mgNi/dia (grupo 3), durante 60 dias. A administração crônica de níquel causou redução no peso da próstata, e reduziu a ingestão de alimentos pelos animais, independentemente da concentração utilizada. Os animais que receberam a maior dose apresentaram redução no peso corporal, nos componentes testiculares, epidídimo, altura do epitélio seminífero, diâmetro dos túbulos seminíferos e no volume tubular. Em relação ao compartimento intertubular, o níquel acarretou redução no volume total das células de Leydig, e consequentemente do índice Leydigossomático. Observou-se ainda, neste grupo, a redução da proporção volumétrica dos macrófagos e do aumento da proporção volumétrica do espaço linfático. Nas avaliações histopatológicas do parênquima testicular foram evidenciadas patologias pontuais no epitélio seminífero referente à vacuolização, desprendimento celular e depleção das células germinativas, sendo que em dois animais todos os túbulos seminíferos apresentavam comprometimento. Dentre as alterações verificadas nestes animais, os dados acima, sugerem que doses elevadas de níquel possam afetar a esteroidogênese e comprometer o processo espermatogênico.
The toxicity of a metal depends on its inherent capacity to adversely affect any biologic activity. Among the environmental pollutants, nickel, a heavy metal, merits special highlights as a potential toxic element. The acute or chronic exposure to nickel, results in effects various on reproduction, being targeting, the testis, which is an organ highly susceptible to this noxious agent. In this study, was evaluated the chronic effect of nickel over corporal and testis biometry and tubular and intertubular compartments in Wistar rats on reproductive age. Were utilized 24 rats divided into three groups with eight animals. Group 1, control, received deionized water, treated groups received the nickel salt in the form of nickel chloride NiCl2 in the doses of 20mgNi/day (group 2) and 40mgNi/day (group 3) for 60 days. Chronic administration of nickel caused reduction in prostate weight and reduced food intake by the animals, independently concentration used. The animals that received the highest dose showed reduction in the corporal weight in the testicular components, epididym, seminiferous epithelial height, diameter seminiferous tubules and at the tubular volume. Regarding the intertubular compartment, nickel caused reduction in the total volume of Leydig cells, and consequently of the Leydigosomatic index. It was also observed in this group, reduction the volumetric proportion of macrophages and increase volumetric proportion in lymphatic space. In the histopathological evaluation of testicular parenchyma were observed punctual pathologies of the seminiferous epithelial related to vacuolation, cell detachment and depletion of germ cells in two animals all seminiferous tubules showed committed. Among the changes in these animals, the above data suggest that high doses of nickel may affect steroidogenesis and impair the spermatogenic process.
Palavras-chave: Níquel
Toxicologia
Testículo
Nickel
Toxicology
Testis
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Análises quantitativas e moleculares do Genoma; Biologia das células e dos tecidos
Programa: Mestrado em Biologia Celular e Estrutural
Citação: OLIVEIRA, Mônica de Fátima. Effect of chronic nickel exposure in the testes of Wistar adult rats. 2010. 78 f. Dissertação (Mestrado em Análises quantitativas e moleculares do Genoma; Biologia das células e dos tecidos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2329
Data do documento: 10-Dez-2010
Aparece nas coleções:Biologia Celular e Estrutural

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf5,57 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.