Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2357
Tipo: Dissertação
Título: Análise da expressão de desmogleína 1 e desmoplaquina nas linhagens de células epiteliais MDCK e MCF-7 antes e após uma transição fenotípica de crescimento
Título(s) alternativo(s): Analysis of the expression of desmoglein 1 and desmoplakin in the epithelial cell lines MDCK and MCF-7 before and after a phenotypic growth transition
Autor(es): França, Andressa Antunes Prado de
Primeiro Orientador: Vilela, Marcelo José
Primeiro coorientador: Martins, Marcelo Lobato
Segundo coorientador: Neves, Clóvis Andrade
Primeiro avaliador: Paula, Sérgio Oliveira de
Segundo avaliador: Serrão, José Eduardo
Abstract: Estudos anteriores identificaram uma alteração no padrão de crescimento de algumas linhagens celulares cultivadas em monocamada, dentre elas as células MDCK, derivadas de epitélio normal de rim de cão, e as células MCF-7, derivadas de carcinoma de mama humana. Nas células MDCK, foi observada uma transição de um comportamento exponencial para um regido por distribuição em leis de potência. Já nas células MCF-7, a transição observada comportou-se de maneira contrária, de uma distribuição em leis de potência para um decaimento exponencial. No presente estudo, foi analisada a expressão da proteína de adesão desmogleína (Dsg) por meio de western blot e imunofluorescência, usando-se amostras das linhagens supracitadas antes e após a transição fenotípica de crescimento. Assim, amostras de MDCK foram retiradas antes de 76 horas e após 146 horas do plaqueamento, e amostras de MCF-7 foram retiradas antes de 64 horas e após 140 horas, para análise da caderina desmossômica. Após a obtenção das quatro amostras, estas tiveram seu perfil protéico caracterizado por meio de eletroforese unidimensional em gel de poliacrilamida a 8%, e em seguida, as proteínas do gel foram transferidas para uma membrana de nitrocelulose, por meio de transferência eletroforética, e a presença da desmogleína foi revelada com solução do anticorpo monoclonal 32-2B, específico para isoforma 1. Os resultados do western blot indicaram que as amostras de MCF-7 apresentavam maior expressão de Dsg1 que as MDCK, sendo que as MCF-7 antes da transição apresentam a maior expressão de Dsg1, e dentre as MDCK, a amostra obtida após a transição apresentou nível mais elevado de Dsg1. Para realização da imunofluorescência, as amostras das duas linhagens foram obtidas nos mesmo tempos citados para as amostras para eletroforese. As células haviam sido plaqueadas sobre lamínulas de 13mm em placas de 24 poços, sendo então fixadas e marcadas com anticorpo primário 11-5F, contra outra proteína desmossômica, a desmoplaquina, e em seguida com anticorpo secundário marcado com FITC. O resultado da imunofluorescência indica maior concentração de proteínas desmossômicas organizadas na membrana celular nas células MCF-7 antes da transição, em relação à amostra retirada após a transição, e nas MDCK, maior marcação após a transição, sendo que, de forma condizente com o resultado do western blot, as células MCF-7 apresentaram marcação mais intensa que as MDCK para as proteínas desmossômicas. Os resultados deste experimento indicam uma relação entre os níveis de expressão da Dsg e o regime de crescimento das linhagens celulares analisadas, de modo que a possível atuação desta proteína em vias de controle do ciclo celular deve ser discutida.
Previous studies have identified an alteration in the growth pattern of some established cell lines cultured in monolayer, like MDCK cells, derived from normal canine kidney epithelium, and MCF-7 cells, obtained from human breast carcinoma. On MDCK cells, a transition from an exponential behavior to a power-law distribution was observed. On MCF-7 cells, the observed transition behaved the opposite way, changing from a power law to an exponential decay. In the present study, the expression of the adhesion protein desmoglein (Dsg) was analysed by western blot and immunofluorescence, using samples from the mentioned cell lines before and after the growth phenotypic transition. Thus, samples from MDCK cells were taken before 76 hours and after 146 hours from platting, and samples from MCF-7 cells, before 64 hours and after 140 hours, for the analysis of the desmosomal cadherin. After obtaining the four samples, they had their protein profile characterized by one dimension electrophoresis in poliacrilamide gel 8%, following which the proteins were transferred to a nitrocellulose membrane, by electrophoretic transfer, and the presence of desmogleína was revealed with a solution from the monoclonal antibody 32-2B, specific to isoform 1. The results from the western blot indicate that the samples from MCF-7 presented higher expression of Dsg1 than MDCK. MCF-7 before the transition had the highest expression of Dsg1, and between the samples of MDCK, the one obtained after the transition showed higher expression of Dsg1. In order to perform the immunofluorescence, samples from the two cell lines were obtained in the same time mentioned before. The cells had been platted onto 13mm glass coverslips in 24-well plates, being fixed and marked with primary 11-5F antibody to another desmosome protein, desmoplakin, and then with secondary antibody marked with FITC. The results from immunofluorescence indicate higher concentration of desmosomal proteins in the cell membrane of MCF-7 cells before the transition, in relation to the sample from after the phenotypic growth transition, and in MCDK cells, more intense marking was seen after the transition, considering that the MCF-7 cell presented higher marking than MDCK for desmosomal proteins, in accordance with the results from the western blot. The results from this experiment indicate a relation between the level of expression of Dsg and the growth pattern into the studied cell lines, in such a way that a possible role of this protein in cell cycle control pathways should be further discussed.
Palavras-chave: Desmogleína
Cultura de células
Padrões de crescimento
Desmoglein
Cells culture
Growth pattern
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Análises quantitativas e moleculares do Genoma; Biologia das células e dos tecidos
Programa: Mestrado em Biologia Celular e Estrutural
Citação: FRANÇA, Andressa Antunes Prado de. Analysis of the expression of desmoglein 1 and desmoplakin in the epithelial cell lines MDCK and MCF-7 before and after a phenotypic growth transition. 2008. 72 f. Dissertação (Mestrado em Análises quantitativas e moleculares do Genoma; Biologia das células e dos tecidos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2357
Data do documento: 4-Jul-2008
Aparece nas coleções:Biologia Celular e Estrutural

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,37 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.