Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2392
Tipo: Dissertação
Título: Investigação molecular de Ehrlichia em uma população de cães e gatos em Viçosa/MG
Título(s) alternativo(s): Molecular investigation of Ehrlichia in population of dogs and cats in Viçosa/MG
Autor(es): Oliveira, Luciana Souza de
Primeiro Orientador: Siqueira, Cláudio Lísias Mafra de
Primeiro coorientador: Lamêgo, Márcia Rogéria de Almeida
Segundo coorientador: Galvão, Márcio Antonio Moreira
Primeiro avaliador: Viana, José Antonio
Segundo avaliador: Guimarães, Simone Eliza Facioni
Abstract: O gênero Ehrlichia compreende bactérias pequenas, gram- negativas, pleomórficas, de vida intracelular obrigatória que infectam diferentes células sanguíneas e que são transmitidas por carrapatos a cães, equinos, ruminantes, felinos e ao homem. Estes organismos encontram-se mundialmente distribuídos, com hospedeiros vertebrados apresentando manifestações clínicas que podem variar geograficamente. O diagnóstico clínico da erliquiose é difícil, pois suas manifestações são facilmente confundíveis com outras doenças infecciosas. Este trabalho teve como objetivo verificar a incidência de Ehrlichia em populações de cães e gatos em Viçosa/MG. Para isso, 100 amostras de sangue de cães e 15 amostras de sangue de gatos que chegaram ao Laboratório de Análise Clínicas/Hospital Veterinário/DVT/UFV para a realização de exames foram testadas por nested-PCR, quanto à presença de Ehrlichia canis e Ehrlichia ewingii com primers espécie-específicos. Foram encontrados 32 cães infectados com E. canis, 5 cães infectados com E. ewingii e 3 gatos infectados por E. canis. Coinfecção por E. canis e E. ewingii ocorreu em 4 cães. Os principais achados hematológicos em cães infectados com E. canis foram anemia normocítica normocrômica (56,25%), trombocitopenia (43,7%), eosinopenia (34,4%) e neutrofilia com desvio à esquerda regenerativo (34,4%). Verificou-se que E. canis é um patógeno comum em cães de Viçosa/MG. Estes são os primeiros relatos de E. ewingii em cães e de E. canis em gatos da América do Sul. Isso reforça a necessidade de maior atenção dos profissionais da saúde à erliquiose no Brasil. Mais estudos são necessários para entender o papel dos gatos na epidemiologia da erliquiose e de carrapatos vetores e cães como reservatórios de E. ewingii, já que esta espécie tipicamente causa infecções em humanos.
The genus Ehrlichia encompass a group of small, gram- negative, pleomorphic, obligatory intracellular bacteria that infect different blood cells and are transmitted by ticks to dogs, equines, ruminants, felines and humans. These organisms are distributed worldwide, with vertebrate hosts presenting clinical manifestations that may vary geographically. The clinical diagnosis of ehrlichiose is difficult, because its manifestations are similar to other infectious diseases. The aim of study was to evaluate the incidence of Ehrlichia in populations of dogs and cats of Viçosa, Minas Gerais State. For this, 100 blood samples from dogs and 15 blood samples from cats examined at the Laboratory of Clinical Analysis/Veterinary Hospital/DVT/UFV were tested by nested-PCR with species-specific primers for the presence of Ehrlichia canis and Ehrlichia ewingii. Ehrlichia canis was detected in 32 dogs, E. ewingii in five dogs and E. canis in three cats. Coinfection by E. canis and E. ewingii occurred in four dogs. The most comnon hematological abnormalities in dogs infected with E. canis were normocytic normochromic anemia (56.25%), thrombocytopenia (43.7%), eosinopenia (34.4%) and neutrophilia with regenerative left shift (34.4%). Ehrlichia canis is a common pathogen in dogs of Viçosa/MG. These are the first reports of E. ewingii in dogs and E. canis in cats of South America. This shows the need for greater attention from health professionals to ehrlichiosis in Brazil. More researchs are needed to understand the role of cats in the epidemiology of ehrlichiose and ticks vectors and dogs as reservoirs of E. ewingii, since this species typically cause infections in humans.
Palavras-chave: Ehrlichia
Cão
Gato
Carrapato
Bactérias gram-negativas
Ehrlichia
Dog
Cat
Ticks
Gram-negative bacteria
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA::BIOLOGIA MOLECULAR
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Bioquímica e Biologia molecular de plantas; Bioquímica e Biologia molecular animal
Programa: Mestrado em Bioquímica Agrícola
Citação: OLIVEIRA, Luciana Souza de. Molecular investigation of Ehrlichia in population of dogs and cats in Viçosa/MG. 2008. 75 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica e Biologia molecular de plantas; Bioquímica e Biologia molecular animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2392
Data do documento: 14-Fev-2008
Aparece nas coleções:Bioquímica Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf361,1 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.