Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2403
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização genética da resistência ao míldio (Peronosclerospora sorghi) em sorgo (Sorghum bicolor L. Moench)
Título(s) alternativo(s): Genetic characterization of the resistance to the downy mildew (Peronosclerospora sorghi) in sorghum (Sorghum bicolor L. Moench)
Autor(es): Simões, Christiano Costa
Primeiro Orientador: Moreira, Maurílio Alves
Primeiro coorientador: Magalhães, Jurandir Vieira de
Segundo coorientador: Oliveira, Luiz Orlando de
Primeiro avaliador: Guimarães, Cláudia Teixeira
Segundo avaliador: Barros, Everaldo Gonçalves de
Abstract: No presente trabalho, foram avaliadas 13 linhagens de sorgo do programa de melhoramento genético da Embrapa Milho e Sorgo quanto à reação a nove raças de Peronosclerospora sorghi. Dentre as linhagens foram identificadas cinco fontes de resistência às nove raças (BTx623, Tx430, SC414-12, QL- 3 e ARG-1) e duas linhagens (SC283 e ATF14B) susceptíveis às mesmas raças, sendo as demais resistentes às diversas combinações entre três e quatro raças. As cinco fontes de resistência foram cruzadas com a linhagem susceptível ATF14B e os F1´s autofecundados para gerar populações F2´s com 150 indivíduos aproximadamente. Pelo teste de qui- quadrado a 5% de probabilidade, foi determinado que as linhagens SC414-12, BTx623 e Tx430 apresentaram dois genes dominantes e independentes, enquanto as linhagens QL-3 e ARG-1 apresentaram apenas um gene de resistência para cada um dos seis raças mais importantes de P. sorghi (04A, 16A, 18A, 20A, 22A e 22B). Com base na freqüência de indivíduos resistentes e susceptíveis nas populações derivadas dos cruzamentos dialélicos entre as fontes de tolerância, há grande possibilidade de que as linhagens QL-3 e ARG-1 apresentem o mesmo gene de resistência às seis raças de P. sorghi, pois não foram identificadas plantas susceptíveis na F2. No entanto, por limitação do tamanho populacional não foi possível concluir sobre o número de genes segregando entre as linhagens resistentes, sugerindo a existência de efeitos epistáticos, de complementaridade entre genes e/ou diferenças no background genético. Uma população de 121 linhagens recombinantes originada do cruzamento entre BTx623 e uma linhagem susceptível (IS3620C) foi fenotipada pela reação às mesmas seis raças, sendo detectada a presença de dois genes dominantes de resistência na linhagem BTx623 para as raças 04A, 16A, 22A e 22B. Avaliando a coincidência da reação de susceptibilidade/ resistência na população de RILs, parece que um dos genes de resistência na linhagem BTx623 confere resistência às raças 04A e 16A enquanto as raças 22A e 22B também têm sua resistência devida a ação de um gene em comum. Por outro lado, não houve genes comuns conferindo resistência às raças 16A e 22A. Assim, o conjunto de dados obtidos fornece subsídios para a utilização de fontes de resistência ao míldio do sorgo, possibilitando a combinação de genes de resistência vertical de espectro amplo e genes específicos às raças no programa de melhoramento genético. Adicionalmente, as populações avaliadas estão prontas para o mapeamento com marcadores moleculares. A futura associação desses marcadores com a resistência ao míldio do sorgo e sua efetiva aplicação na seleção assistida para resistência ao míldio em sorgo é de grande interesse para o programa de melhoramento genético da Embrapa Milho e Sorgo.
In this work, were assessed 13 strains of sorghum from the breeding program of the Embrapa Maize and Sorghum about the reaction to nine races of Peronosclerospora sorghi. Among the lines were identified five sources of resistance to nine races (BTx623, Tx430, SC414-12, QL-3 and ARG- 1),two lines (SC283 and ATF14B) that were susceptible to the same races, and six lines with a variable reaction of resistant and susceptibility depending upon the race inoculated. The five sources of resistance were crossed with the susceptible line ATF14B and F1's selfed to generate F2 populations with 150 individuals. For Chi- square test to 5% level of probability, it was determined that the lines SC414-12, BTx623 and Tx430 had two dominant and independent genes, while the lines QL-3 and ARG-1 had only one gene for resistance to each the six most i races of P. sorghi . Based on the frequency of resistant and susceptible individuals in populations derived from dialelic crosses between sources of resistance there is a strong possibility that the lines QL-3 and ARG-1 have the same gene for resistance to six races of P. sorghi as no susceptible plant was identified in the F2 generation between these two crosses. However, by limiting the population size could not be concluded on the number of genes segregando between resistant strains, suggesting the existence of epistatic effects of complementarity between genes and / or differences in genetic background. A population of 121 recombinant strains caused the crossing and a lineage likely BTx623 (IS3620C) was phenotyped by the reaction to the same six races, and detected the presence of two dominant genes for resistance in line BTx623 to the races 04A, 16A, 22A and 22B . Assessing the coincidence of the reaction of susceptibility / resistance in the population of RILs, it seems that one of the resistance genes in line BTx623 confers resistance to races 04A and 16A as the races 22A and 22B also have their resistance due to action of a gene in common. On the other hand, there was no common genes conferring resistance to races 16A and 22A. Thus, the set of data provides subsidies for the use of sources of resistance to brown rot sorghum, allowing the combination of resistance genes vertical and broad spectrum of specific genes to the races in the breeding program. Additionally, people are judged ready for the mapping with molecular markers. The future of these markers association with the resistance to downy mildew sorghum and their effective implementation assisted in the selection for resistance to downy mildew in sorghum is of great interest for the breeding program of the Embrapa maize and sorghum.
Palavras-chave: Resistência ao míldio
Sorgo
Resistance to the downy mildew
Sorghum
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA::MELHORAMENTO VEGETAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Bioquímica e Biologia molecular de plantas; Bioquímica e Biologia molecular animal
Programa: Mestrado em Bioquímica Agrícola
Citação: SIMÕES, Christiano Costa. Genetic characterization of the resistance to the downy mildew (Peronosclerospora sorghi) in sorghum (Sorghum bicolor L. Moench). 2008. 47 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica e Biologia molecular de plantas; Bioquímica e Biologia molecular animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2403
Data do documento: 30-Abr-2008
Aparece nas coleções:Bioquímica Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf523,7 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.