Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2466
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização dos resíduos da manga (Mangifera indica L.) e efeitos sobre o desempenho e os parâmetros bioquímicos em frangos de corte
Título(s) alternativo(s): Characterization of mango (Mangifera indica L.) residues and their effects in the broiler chicks performance and biochemical parameters
Autor(es): Vieira, Patrícia Aparecida Fontes
Primeiro Orientador: Queiroz, José Humberto de
Primeiro coorientador: Moraes, George Henrique Kling de
Segundo coorientador: Albino, Luiz Fernando Teixeira
Primeiro avaliador: Oliveira, Maria Goreti de Almeida
Segundo avaliador: Rodrigues, Ana Cláudia Peres
Abstract: Visando o aproveitamento do resíduo agroindustrial da manga (Mangifera indica L.) var. Ubá na alimentação animal, estudou-se a caracterização bromatológica do resíduo total, incluindo cascas e sementes, bem como a caracterização bromatológica, físico-química e perfil de ácidos graxos da amêndoa da manga. Avaliou-se o efeito da inclusão do resíduo total, em níveis de 0; 2,5; 5,0; 7,5 e 10,0% sobre os parâmetros de desempenho e perfil bioquímico em frangos de corte. Foi determinado a concentração de fenólicos totais nas rações com diferentes níveis de inclusão do farelo do resíduo de manga, bem como no farelo puro. Os farelos da amêndoa da semente e do resíduo total foram analisados para determinação dos teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra detergente neutro (FDN), fibra detergente ácido (FDA), fibra bruta (FB), lignina (somente farelo da amêndoa - LA), extrato etéreo (EE), matéria mineral (MM), cálcio (Ca), fósforo (P) e carboidratos totais (CT). A composição bromatológica do farelo da amêndoa da semente e do farelo residual total foram, respectivamente: para MS 88,36 e 92,23%; para PB 4,39 e 3,87%; para FDN 29,65 e 37,25%; para FDA 2,20 e 21,84%; para FB 1,90 e 14,60%; para LA 0,72% ; para EE 12,18 e 4,36%; para MM 1,81 e 2,08%; para Ca 0,10 e 0,18%; para P 0,05 e 0,11%; e para CT 69,98 e 81,92%. Os teores de fenólicos variaram de 0,0728 a 0,48g/100g na ração inicial; de 0,0917 a 0,665g/100g na ração final, e no farelo puro foi 5,8g/100g. No ensaio de desempenho foram utilizados 600 pintos machos, Ross, distribuídos em cinco tratamentos com seis repetições de 20 aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram da inclusão do farelo do resíduo de manga (0; 2,5; 5,0; 7,5 e 10,0%) em dietas à base de milho e de farelo de soja. Foram avaliados consumo de ração (CR), ganho de peso (GP), conversão alimentar (CA), viabilidade e fator de produção (FP). A inclusão do farelo do resíduo de manga (FRM) na ração em níveis de 2,5 a 10% não afetou o CR (P>0,05). O GP não foi influenciado (P>0,05) pela inclusão de níveis de 7,5% de FRM. Todavia, a CA e FP foram piores (P<0,05) nos níveis de 7,5 e 10%. Assim, níveis de até 5% de FRM não afetaram nenhum dos índices avaliados. Em relação aos parâmetros bioquímicos, foram avaliados creatinina, albumina, proteínas totais, triacilgliceróis, colesterol total, HDL, VLDL e LDL em aves de três diferentes idades: 14, 28 e 42 dias, num total de 30 aves por idade. Verificou-se que não houve alteração nos níveis séricos de creatinina, colesterol total, HDL, triacilgliceróis, proteínas totais e VLDL quando comparados com o controle, após 14 dias de experimento. Em relação aos teores de albumina, as aves que receberam níveis de inclusão de 5,0; 7,5 e 10% de FRM alcançaram valores superiores (P<0,05) ao do grupo controle. O teor de LDL foi menor (P<0,05) para o nível de inclusão de 10,0%. Em aves com 28 dias, os teores de creatinina, colesterol, HDL e albumina não diferiram em nenhum dos níveis de inclusão com FRM. Os teores de triacilgliceróis das aves foram menores (P<0,05) ao nível de 7,5% de inclusão, apesar de não ter sido significativo ao nível de 10,0% de inclusão, a quantidade de triacilgliceróis também foi muito baixa, próximo ao valor de 7,5%. A concentração de proteína total foi significativamente menor ao nível de 10,0% de inclusão. Os teores de VLDL e LDL foram menores em todos os níveis de inclusão, mas foi significativamente menor ao nível de 7,5%. Aos 42 dias, a creatinina foi menor (P<0,05) em todos os níveis de inclusão. Os teores de colesterol total, HDL e proteínas totais não diferiram estatisticamente do controle. O valor de albumina foi maior ao nível de 10,0% de inclusão. Os teores de VLDL e triacilgliceróis foram menores (P< 0,05) para o nível de inclusão de 10,0%.
In order to use mango (Mangifera indica L.) variety Ubá industrial residues, the bromatological composition was determined in the total residues (peels and seeds) and in the kernel seeds. Also was determined physical-chemical characteristics and fatty acids profile of kernel seeds. The effect of inclusion (0; 2.5; 5; 7.5; and 10% of the diet) of total residue or mango residue meal (MRM) was evaluated in the performance and blood biochemical parameters of broiler chicks from one to 42 days of age. Also it was determined the concentration of total phenols in all rations used and in the total residue. Dry matter (DM), crude protein (CP), neutral (NDF) and acid (ADF) detergent fibers, crude fiber (CF), kernel seeds lignin (KSL), ether extract (EE), ash (A), calcium (Ca) and phosphorus (P) and total carbohydrates (TC) were determined. The bromatological composition of kernel seeds and the total residue meals were, respectively: DM 88.36 and 92.23%; CP 4.39 and 3.87%; NDF 29.65 and 37.25%; ADF 2.20 and 21.84%; CF 1.90 and 14.60%; KSL 0.72%; EE 12.18 and 4.36%; A 1.81 and 2.08%; Ca 0.10 and 0.18%; P 0.05 and 0.11%; TC 69.98 and 81.92%. Total phenol compounds concentration varied form 0.0728 to 0.48g/100g in the initial rations, from 0.0917 to 0.665g/100g in the final rations and 5.8g/100g of total residue. 600 broiler chicks, one day old, male, Ross, were used for the biological assay. They were distributed in five treatments with six replicates of 20 animals each. Treatments were corn soybean meal rations with a total residue inclusion of 0; 2.5; 5; 7.5; and 10% of ration. Feed consumption (FC), weight gain (WG), feed/gain ration (F/G), viability and production factor (PF) were determined. FC was not affected (P>0.05) by dietary treatments. WG was not influenced (P>0.05) by the inclusion up top 7.5% of MRM. But F/G and PF were worst at the 7.5 and 10% inclusion level (P<0.05). In conclusion up to 5% of MRM did not affect the broiler performance. Creatinin (C), albumin (AB), total proteins (TP), total cholesterol (TC), HDL, VLDL, LDL and triglycerides (TAG) serum broilers concentrations were determined in chicks at 14, 28 and 42 days of age. No effects were (P>0.05) observed in the broiler serum C, TP, TC, HDL, VLDL, TAG concentrations at 14 days of age. Serum AB levels increased with the MRM inclusion up to 10% (P<0.0%). Serum LDL levels were lower (P<0.05) in animals fed 10 % MRM inclusion in relation to those fed the control diets. No effects were (P>0.05) observed in the broiler serum C, AB, TC and HDL concentrations at 28 days of age. MRM at only 7.5% did reduced (P<0.05) the broiler serum TAG concentrations. Serum TP concentrations were lower in chicks fed 10 % MRM. MRM did reduced the levels of serum VLDL and LDL, but only at 7.5% was significant (P<0.05). At 42 days of age serum C concentrations were lower (P<0.05) in chicks fed rations with MRM. No effects were (P>0.05) observed in the broiler serum TC, HDL and TP at 42 days of age. Serum AB concentrations were higher and TAG and VLDL levels were lower in chicks fed 10 % MRM (P<0.05).
Palavras-chave: Mangifera indica
Frango de corte
Parâmetros bioquímicos
Mangifera indica
Broiler chicks
Biochemical parameters
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Bioquímica e Biologia molecular de plantas; Bioquímica e Biologia molecular animal
Programa: Mestrado em Bioquímica Agrícola
Citação: VIEIRA, Patrícia Aparecida Fontes. Characterization of mango (Mangifera indica L.) residues and their effects in the broiler chicks performance and biochemical parameters. 2007. 92 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica e Biologia molecular de plantas; Bioquímica e Biologia molecular animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2466
Data do documento: 27-Fev-2007
Aparece nas coleções:Bioquímica Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf286,84 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.