Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2483
Tipo: Dissertação
Título: A importância de remanescentes de Mata Atlântica na ocorrência dos Muriquis (Brachyteles hypoxanthus E. Geoffroy) no Estado do Espírito Santo
Título(s) alternativo(s): The importance of Atlantic Rainforest reminders of the Muriquis (Brachyteles hypoxanthus E. Geoffroy) occurrence in Espirito Santo State, Brazil
Autor(es): Teixeira, Ricardo Nogueira Cupertino
Primeiro Orientador: Silva, Alexandre Francisco da
Primeiro coorientador: Marco Junior, Paulo de
Segundo coorientador: Souza, Agostinho Lopes de
Primeiro avaliador: Meira Neto, João Augusto Alves
Segundo avaliador: Schoereder, José Henrique
Abstract: A Região Serrana do Espírito Santo apresenta remanescentes florestais de exuberante beleza, com fauna e flora de alta relevância para conservação. Em suas matas ainda pode ser encontrado o ameaçado Brachyteles hypoxanthus (primata herbívoro e arborícola endêmico da Floresta Atlântica nos estados de MG, ES e BA). Particularmente em Santa Maria de Jetibá, novos grupos vêm sendo encontrados, desde 2000, início das atividades do Projeto Muriqui, ES. Neste trabalho, foi proposto um ensaio sobre variações florísticas e fitossociológicas existentes no habitat florestal deste primata. Foram amostrados doze trechos de vegetação em dois fragmentos (F1 e F2), sendo que em apenas um deles os macacos muriquis já foram observados em suas matas (F1), enquanto no outro ele não é observado a pelo menos quarenta anos (F2). Informações sobre as fontes alimentares de Brachyteles foram: i) reunidas mediante revisão de literatura, observações pessoais de campo e marcações de fontes alimentares feita pelo IPEMA; ii) abertas picadas de 250 m em topos de morro, encostas e ravinas montando-se dez parcelas quadráticas (10 m x 10 m) não contíguas e seqüencialmente distantes a 15 m em cada trecho de vegetação estudados, incluindo todos os indivíduos com CAP maior que 15 cm. No total, foram encontradas 346 espécies arbóreas e duas arborescentes, identificadas a partir de 2748 árvores vivas amostradas em 1,17 hectare de estudo. O Índice de Shannon foi de 5,16 nats por indivíduo e a área basal acumulou 40,6 m2/ha., um contexto relacionado ao elevado estado de desenvolvimento da floresta, uma situação de floresta primária no local, mesmo apresentando dossel descontínuo, corte seletivo e fortes perturbações naturais recentes. A altura média do dossel foi de 13 m para a amostra, entretanto F1 apresentou um dossel mais alto que F2 (situado em altitude mais elevada), com árvores emergentes de até 35 m. Vinte das espécies coletadas são fontes alimentares de B. hypoxanthus em F1 (b) e outras 24, de ocorrência local, apresentam registro de sua utilização em outras áreas da Mata Atlântica (a). Algumas fontes alimentares ocorrem com elevada abundância, enquanto outras foram observadas apenas no estrato superior ou emergente. A similaridade de Jaccard para variou entre 17 % e 45 % entre os seis blocos, o que demonstra uma elevada diversidade beta para distâncias relativamente tão pequenas. As espécies alimentares de B. hypoxanthus encontram-se bem representadas na localidade, havendo uma grande necessidade de projetos que promovam a conservação dos recursos genéticos existentes nos biodiversos remanescentes florestais da Região Serrana do Espírito Santo, um repositório sui generis de altíssima importância biológica.
Espirito Santo (Brazil) highland area presents forest remainders of exuberant beauty, with fauna and flora of high relevance to the conservation. In these forests, the threatened Brachyteles hypoxanthus (herbivore and arboricol primate, endemic of highlands mountain ranges of the Atlantic Rain Forest in Minas Gerais, Espirito Santo and Bahia States) can still be found. It can be found in private country properties, particularly in the city of Santa Maria de Jetibá, where some groups of these primates have been discovered since 2000. An assay on possible floristic and phytossociological variations existing in this primate habitat in these forest fragments was considered. Twelve forest stretches in two fragments were sampled (F1 and F2), and only one presented the muriquis monkeys in their forests (F1). Information on the feeding sources of Brachyteles spp. has been gathered by means of literature revision (a), personal field observations and food sources markings in the F1 made by the IPEMA (b). Tracks of 250 m were opened on mount tops, hillsides and ravines, setting up ten quadratic parcels (10 m x 10 m) sequentially 15 m distant in each stretch of studied vegetation, including all the individuals with bigger than 15 cm CAP. 346 arboreal and two arborescents species were identified among 2748 alive trees in a total of 1,17 hectare sampled. The Index of Shannon was 5,16 nats for individual and the basal area accumulated 40,6 m2/ha., a context that indicates a situation of primary forest in the local places, even having a discontinuous canopy, indications of selective cut and recent natural disturbances. The average height of the canopy was of 13 m for the sample, however F1 presented a canopy higher than F2 (situated in a more elevated altitude), with emergent trees of up to 35 m. Twenty of the collected species are feeding sources of B. hypoxanthus in F1 (b) and the other 24, of local occurrence, show register of their use in other areas of the Atlantic Forest. Some feeding sources occur with high abundance, while others have been observed only in the superior or emergent stratum. The similarity of Jaccard varied between 17 % and 45 % among the six relief blocks, which demonstrates a high diversity beta for distances relatively so small. The feeding species of B. hypoxanthus are well represented in the locality, having a great necessity of good projects that promote the conservation of the existing genetic resources in the forests remainders of biodiversity in the Highland Area of the Espirito Santo, a sui generis repository of the highest biological importance.
Palavras-chave: Fitossociologia
Brachyteles hypoxanthus
Conservação
Mata Atlântica
Phytossociology
Brachyteles hypoxanthus conservation
Atlantic Rainforest
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Botânica estrutural; Ecologia e Sistemática
Programa: Mestrado em Botânica
Citação: TEIXEIRA, Ricardo Nogueira Cupertino. The importance of Atlantic Rainforest reminders of the Muriquis (Brachyteles hypoxanthus E. Geoffroy) occurrence in Espirito Santo State, Brazil. 2006. 87 f. Dissertação (Mestrado em Botânica estrutural; Ecologia e Sistemática) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2483
Data do documento: 29-Mai-2006
Aparece nas coleções:Botânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,69 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.