Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2488
Tipo: Dissertação
Título: Bromeliaceae Juss. no Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, Minas Gerais, Brasil: florística, distribuição e aspectos reprodutivos de Andrea selloana (Baker) Mez.
Título(s) alternativo(s): Bromeliaceae Juss. State Park in the Serra do Rola-Moça, Minas Gerais, Brazil: flora, distribution and reproductive aspects of Andrea selloana (Baker) Mez.
Autor(es): Guarçoni, Elidio Armando Exposto
Primeiro Orientador: Paula, Cláudio Coelho de
Primeiro coorientador: Vieira, Milene Faria
Segundo coorientador: Costa, Andréa Ferreira da
Primeiro avaliador: Okano, Rita Maria de Carvalho
Segundo avaliador: Wendt, Tânia
Abstract: A família Bromeliaceae está representada por 56 gêneros e 3086 espécies. É uma família neotropical, com somente uma espécie ocorrendo fora da América, no oeste da África. No Brasil está representada por cerca de 40% das espécies, distribuídas em quase todas as formações vegetacionais. No estado de Minas Gerais ocorrem 265 espécies distribuídas em 27 gêneros. O presente estudo foi desenvolvido no Parque Estadual da Serra do Rola-Moça (PESRM), localizado no Quadrilátero Ferrífero, região centro-sul de Minas Gerais. Teve como objetivos o estudo florístico das Bromeliaceae, sua riqueza e distribuição geográfica, bem como os aspectos reprodutivos sexuados e assexuados de Andrea selloana (Baker) Mez. As excursões ocorreram mensalmente entre janeiro de 2006 e janeiro de 2008, por um período de quatro a cinco dias. As espécies e sua distribuição geográfica foram determinadas com base em bibliografia especializada, visita a herbários e consultas a especialistas. Foram identificadas 24 espécies pertencentes a 11 gêneros e três subfamílias, sendo Dyckia o gênero mais expressivo, com nove espécies. São apresentadas chaves para identificação dos táxons, descrições, ilustrações e comentários sobre distribuição e caracteres diagnósticos. 19 táxons foram identificados a nível específico, sendo dez endêmicos do estado de Minas Gerais e nove restritos aos Campos Rupestres da Cadeia do Espinhaço. Um gênero, Andrea, ocorre exclusivamente em Minas Gerais, na Cadeia do Espinhaço. Andrea selloana (Baker) Mez, Cryptanthus schwackeanus Mez, Dyckia consimilis Mez, D. densiflora Shult f., D. macedoi L. B. Sm., D. schwackeana Mez, D. trichostachya Baker e Vriesea minarum L. B. Sm. encontram-se citadas na Revisão das Listas das Espécies da Flora e Fauna Ameaçadas de Extinção do Estado de Minas Gerais. A. selloana e V. minarum encontram-se também citadas na Revisão da Lista da Flora Brasileira Ameaçada de Extinção. Cinco Padrões de distribuição foram reconhecidos para as espécies ocorrentes no PESRM: Neotropical (2 spp.), América do Sul (5 spp.), Brasil Centro-Oriental (1 sp.), Brasil Sudeste (1sp.) e Brasil Minas Gerais (10 spp.). Os táxons quanto à preferência por habitat foram classificados como elementos florísticos generalistas (31,5%) e especialistas (68,5%). Quanto à floração de A. selloana, constatou-se a ocorrência na estação chuvosa, período que coincide com as temperaturas mais quentes do ano. As poucas inflorescências, na população, apresentam um número reduzido de flores abertas ao dia por indivíduo. Suas flores apresentam síndrome de melitofilia. A espécie investe prioritariamente na reprodução sexuada, enquanto que a reprodução assexuada visa a manutenção e ampliação do número de rosetas. A fragilidade da espécie não está relacionada as suas estratégias reprodutivas, mas à degradação do ambiente.
The Bromeliaceae family is represented by 56 genera and 3086 species. It is a family neotropical, with only one species occurring outside of America, in western Africa. In Brazil is represented by about 40% of species, distributed in almost all the vegetation. In the state of Minas Gerais are 265 species distributed in 27 genera. This study was developed at the Serra do Rola-Moça State Park (PESRM), located in the Quadrilátero Ferrífero (Iron Quadrangle), the central-south region of Minas Gerais. It was objectives of the study floristic Bromeliaceae, their wealth and geographical distribution as well as sexual and asexual reproductive aspects Andrea selloana (Baker) Mez. The monthly trips occurred between January 2006 and January 2008, for a period of four to five days. The species and their geographical distribution were determined based on specialized literature, visit the herbal and consultations with specialists. We identified 24 species belonging to 11 genera and three subfamilies, and the gender Dyckia more expressive, with nine species. They are given keys to identification of taxa, descriptions, illustrations and comments on distribution and diagnostic characters. 19 taxa were identified with specific level, being ten endemic of state of Minas Gerais and nine restricted to rocky grasslands of the Espinhaço Range. A gender, Andrea, occurs only in Minas Gerais, the Espinhaço Range. Andrea selloana (Baker) Mez, Cryptanthus schwackeanus Mez, Dyckia consimilis Mez, D. densiflora Shult F., D. macedoi L. B. Sm., D. schwackeana Mez, D. trichostachya Baker and Vriesea minarum L. B. Sm., are cited in the Review List of Endangered Species of Flora and Fauna Extinction of the State of Minas Gerais. A. selloana and V. minarum are also cited in the Review List of Brazilian Flora Endangered Extinction. Five were recognized standards of distribution for the species occurring in PESRM: Neotropical (2 spp.), South America (5 spp.), Brazil East-Central (1 sp.), Southeast Brazil (1sp.) and Brazil Minas Gerais (10 spp.). The taxa on the preference for habitat floristic elements were classified as general (31.5%) and specialists (68.5%). As for the flowering of A. selloana, it was found to occur in the rainy season, a period that coincides with the warmer temperatures of the year. The few flowers in the population, have a few flowers open a day per individual. Its flowers have melittophly Syndrome, the species invests primarily in sexual reproduction, while the asexual reproduction is aimed at maintaining and expanding the number of rosettes. The fragility of the species is not related to its reproductive strategies, but the degradation of the environment.
Palavras-chave: Bromeliaceae
Parque Estadual da Serra do Rola-Moça
Quadrilátero Ferrífero
Fenologia
Andrea selloana
Bromeliaceae
State Park in the Serra do Rola-Moça
Phenology
Andrea selloana
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Botânica estrutural; Ecologia e Sistemática
Programa: Mestrado em Botânica
Citação: GUARÇONI, Elidio Armando Exposto. Bromeliaceae Juss. State Park in the Serra do Rola-Moça, Minas Gerais, Brazil: flora, distribution and reproductive aspects of Andrea selloana (Baker) Mez.. 2008. 133 f. Dissertação (Mestrado em Botânica estrutural; Ecologia e Sistemática) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2488
Data do documento: 1-Abr-2008
Aparece nas coleções:Botânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,89 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.