Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/25040
Tipo: Artigo
Título: Banco de sementes do solo de uma floresta estacional semidecidual, em Viçosa, Minas Gerais
Autor(es): Batista Neto, Juvenal Pinheiro
Reis, Maria das Graças Ferreira
Reis, Geraldo Gonçalves dos
Silva, Alexandre Francisco da
Cacau, Filipe Valadão
Abstract: Avaliou-se quantitativa e qualitativamente a florística do banco de sementes do solo de um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual Montana, no município de Viçosa, MG. No final da estação chuvosa (março/2004), foram coletadas duas amostras de solo de 20 x 15 cm, com 5 cm de profundidade, no centro de seis subparcelas contíguas de 10 x 20 m, em dez parcelas permanentes de 20 x 60 m, em dez locais, totalizando 120 amostras (3,6 m2). As amostras de solo foram colocadas em estruturas de sombreamento de 11,5 % e 60 %, e as sementes germinadas foram identificadas em graminóides, herbáceo-cipós, arbustivas e arbóreas. Foram registradas 3.416 sementes germinadas, sendo 30,2 % graminóides, 29,2 % herbáceo-cipós, 17,5 % arbustivas e 23,1 % arbóreas, estas duas últimas distribuídas em 17 famílias, 25 gêneros e 31 espécies. Melastomataceae, Cecropiaceae e Piperaceae contribuíram com 31,8 %, 10,0 % e 8,8 % do total de espécies, respectivamente, sendo que Miconia cinnamomifolia e Leandra purpurascens foram responsáveis por 59,3 % das sementes arbustivo-arbóreas germinadas. As pioneiras se destacaram com 61,3 % das espécies e 88,5 % das sementes germinadas. Não foram registradas espécies secundárias tardias. A densidade média de sementes germinadas para todos os hábitos e locais foi de 949 sementes/m2. O número de espécies e de sementes germinadas do grupo arbustivo-arbóreo diferiu significativamente pelo teste Kruskal-Wallis (P ≤ 0,05) entre os locais estudados. Esses resultados indicam que, no banco de sementes do solo, há predomínio de espécies pioneiras que são importantes para a sucessão em clareiras ou após o corte da floresta. Porém, esse estoque de sementes não é suficiente para a continuidade do processo de sucessão, que inclui o estabelecimento de maior proporção de espécies secundárias iniciais e tardias. Isso indica que há necessidade de um manejo adequado do banco de plântulas para assegurar a continuidade da regeneração natural em florestas secundárias.
The soil seed bank was studied in a seasonal semideciduous forest, in the domain of the Atlantic Forest, Southeastern Brazil (20o45 Latitude South, 42o55 Longitude West and altitude of 689.7 m). A total of 120 soil samples (20 x 15 cm and depth of 5 cm), without the litter layer, were taken at the end of the rainy season in ten sites differing in slope, aspect and topographic position. The soil samples were placed to germinate in trays under 11.5 and 60 % shade. The germinated seeds were classified as graminoids, herbaceous-lianas, shrub and arboreal groups. A total of 3,416 seeds germinated, being 30.2 % of graminoids, 29.2 % herbaceous-lianas, 17.5 % shrub and 23.1 % arboreal individuals. The shrub-arboreal individuals were distributed into 17 families, 25 genus and 31 species. Melastomataceae, Cecropiaceae and Piperaceae accounted for 31.8 %, 10.0 % and 8.8 %, respectively, of the total shrub-arboreal species germinated seeds, being Miconia cinnamomifolia and Leandra purpurascens the predominant species (59.3 % of the total germinated seeds). Pioneer species accounted for 61.3 % of the shrub-arboreal species and 88.5 % of the germinated seeds. There were no late secondary species. The average number of germinated seeds from all life habit and sites studied accounted for 949 seeds/m². The number of shrub-arboreal species and germinated seeds differed significantly by the Kruskal-Wallis test (P ≤ 0.05) between sites. The dominance of pioneer species in the soil seed bank of the studied forest indicates that the buried seeds can be considered satisfactory for natural regeneration in treefall gaps and clearcut areas. Therefore, in order to maintain a continuous forest succession, when there is predominance of initial and late secondary species, the soil seed bank is not satisfactory. In this situation, the management of the seedlings stock is required to sustain the natural regeneration.
Palavras-chave: Banco de sementes do solo
Composição florística
Fragmento florestal
Floresta secundária
Soil seed bank
Floristic composition
Forest fragment
Secondary forests
Editor: Ciência Florestal
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.5902/198050981963
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/25040
Data do documento: Out-2007
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdftexto completo143,97 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.