Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/25124
Tipo: Dissertação
Título: Argumentação e política: uma análise das construções discursivas de Dilma Rousseff e de Michel Temer em entrevistas ao telejornal SBT Brasil durante o impeachment presidencial de 2016
Argumentation and politics: an analysis of the discourses of Dilma Rousseff and Michel Temer in interviews with SBT Brasil during 2016 presidential impeachment
Autor(es): Moura, Douglas Ribeiro de
Abstract: Ocorrido entre os meses de dezembro de 2015 e agosto de 2016, o processo de impeachment de Dilma Vana Rousseff (PT) provocou uma forte polarização político-partidária no Brasil e permitiu a chegada de seu vice, Michel Miguel Elias Temer Lulia (MDB), à Presidência da República. Tendo como horizonte um recorte desse período, que foram os cento e onze dias em que o principal cargo político do país foi ocupado interinamente, o presente trabalho buscou apresentar uma análise retórico-discursiva de duas entrevistas, uma concedida por Dilma Rousseff e outra por Michel Temer, ao programa SBT Brasil, no mês de junho de 2016. Buscamos, assim, verificar de que maneira esses dois políticos tentaram construir suas imagens, mobilizar e despertar sentimentos e também defender, de maneira racional, seus posicionamentos em relação ao processo em curso e às primeiras ações de Michel Temer como Presidente interino. Utilizando conceitos ligados à Teoria Semiolinguística de Patrick Charaudeau, bem como às teorias argumentativas de Aristóteles e da Nova Retórica, concluímos que tanto Dilma Rousseff quanto Michel Temer buscaram construir ethé bastante favoráveis a si próprios, desqualificando ou o adversário (caso de Dilma) ou a tese por ele levantada (caso de Temer). Com relação aos pathé, a própria situação de cada um no processo pareceu direcionar os sentimentos explicitados, uma vez que a Presidente afastada mostrou-se voltada ao combate de uma (segundo ela) injustiça sofrida, ao passo que Temer aparentou estar tranquilo e confiante em sua efetivação na Presidência. A respeito do logos, constatamos em ambas as falas uma ampla variedade de modos de raciocínio e de tipos de argumentos, o que as fortaleceu. Ademais, conseguimos visualizar como os campos político e midiático se influenciam em momentos importantes como o aqui discutido.
Between December 2015 and August 2016, the impeachment process of Dilma Vana Rousseff (PT) provoked a strong party-political polarization in Brazil and allowed the arrival of her vice chairman Michel Miguel Elias Temer Lulia (MDB) to the Presidency of the Republic. Utilizing a part of this period, which was the hundred and eleven days in which the main political office of the country was occupied temporarily, this work aims to present a rhetorical-discursive analysis of two interviews, one granted by Dilma Rousseff and another by Michel Temer, to SBT Brasil in June 2016. We also attempted to verify how these two politicians tried to construct their images, mobilize and arouse feelings and also defend, in a rational way, their positions regarding the ongoing process and the first actions of Michel Temer as President. Using concepts related to Patrick Charaudeau's Semiolinguistic Theory, as well as the argumentative theories of Aristotle and the New Rhetoric, we conclude that both Dilma Rousseff and Michel Temer sought to construct ethé quite favorable to themselves, disqualifying either the adversary (as in Dilma's case) or the thesis raised by her (in Temer's case). Regarding pathé, the very situation of each one in the process seemed to direct the feelings expressed, since the removed President was directed to the combat of one (according to her) injustice suffered, whereas Temer appeared to be calm and confident in its effectiveness in the Presidency. Concerning logos, we verified in both speeches a wide variety of modes of reasoning and types of arguments, consolidating them. In addition, we have been able to visualize how politics and the media influence in important moments like the one discussed here.
Palavras-chave: Análise do discurso
Teoria semiolinguística
Oratória
Brasil - Política e governo
Rousseff, Dilma, 1947 - Impeachment
CNPq: Lingüística, Letras e Artes
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: MOURA, Douglas Ribeiro de. Argumentação e política: uma análise das construções discursivas de Dilma Rousseff e de Michel Temer em entrevistas ao telejornal SBT Brasil durante o impeachment presidencial de 2016. 2019. 159 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/25124
Data do documento: 22-Mar-2019
Aparece nas coleções:Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.