Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2541
Tipo: Dissertação
Título: Neutralismo, dinâmica e distribuições de abundância de espécies em florestas de galeria no Domínio do Cerrado
Título(s) alternativo(s): Neutrality, dynamics and abundance distribution of species in gallery forests of Cerrado Domain
Autor(es): Lacerda, Taís
Primeiro Orientador: Meira Neto, João Augusto Alves
Primeiro avaliador: Neri, Andreza Viana
Segundo avaliador: Eisenlohr, Pedro Vasconcellos
Abstract: A análise da estrutura, dinâmica e distribuições de abundâncias de espécies (SADs, do inglês, species abundance distributions) são ferramentas importantes para o entendimento da estruturação e funcionamento das comunidades vegetais. A fim de identificar os fatores que determinam tais mecanismos nas florestas de galeria do Cerrado de Quartel Geral, Minas Gerais, a vegetação foi avaliada em dois momentos distintos com um intervalo de 4 anos, utilizando-se os mesmos critérios. O censo da vegetação em cada uma das florestas foi realizado a partir de parcelas permanentes de 10 x 10 m cada, sendo 49 parcelas para a floresta de galeria do Córrego Fundo (FGCF) e 50 parcelas para a floresta de galeria do Córrego Fazendinha (FGCFZ). Dentro de cada parcela todos os indivíduos com DAP W 3,2 cm, tiveram circunferência, altura e identidade botânica registrada e receberam um número por meio da fixação de uma placa de alumínio. As espécies registradas foram classificadas quanto à categoria sucessional e síndrome de dispersão. No segundo censo de cada área todos os indivíduos arbóreos foram remedidos e os indivíduos que atingiram o critério de inclusão foram incorporados a lista de espécies. As análises de estrutura e dinâmica foram realizadas com auxílio do programa Mata Nativa 3. Os Ranks de abundâncias das espécies foram comparados entre as comunidades estudadas, nos anos analisados e entre as síndromes de dispersão (zoocórica e não zoocórica). As SADs observadas foram comparadas com as SADs teóricas esperadas pelos diferentes modelos, clássicos e neutros. Foram realizados testes de χ2 para verificar a aderência aos diferentes modelos. Os dados de abundância das florestas de galeria foram comparados com os dados de abundância de uma floresta primária através do teste de χ2. As duas florestas analisadas apresentaram pequenas alterações durante o período monitorado. Para a FGCF duas espécies foram localmente extintas e sete novas espécies foram recrutadas. Para a FGCFZ, sete espécies foram localmente extintas e cinco foram recrutadas. Nas duas comunidades as famílias mais representativas em número de espécies foram Myrtaceae, Fabaceae e Rubiaceae. O grupo sucessional predominante foi o das secundárias iniciais e a síndrome de dispersão dominante foi a zoocórica, indicando um estádio intermediário de desenvolvimento sucessional em ambas as florestas. As florestas analisadas encontram-se dentro dos padrões de diversidade estabelecidos para esse mesmo tipo de floresta no domínio do Cerrado. A estrutura das duas florestas é caracteristicamente formada por árvores jovens ou de pequeno porte representadas principalmente por indivíduos de Callisthene major Mart. & Zucc. e Siparuna guianensis Aubl. O número de singletons registrado nas duas florestas e em ambos os censos foi semelhante ao registrado para outras florestas de galeria do domínio do Cerrado. Nas duas florestas estudadas a mortalidade foi maior que o recrutamento, mas, a FGCFZ apresentou um saldo positivo em área basal, enquanto para a FGCF verificou-se perda de área basal. Esses dois efeitos têm sido atribuídos ao processo de self-thinning. Apesar da proximidade geográfica as duas comunidades diferem tanto em relação à estrutura quanto aos padrões de dinâmica. Em relação ao incremento periódio anaual em diâmetro (IPA), as duas florestas registraram incrementos médios semelhantes. Verificou-se uma baixa contribuição de espécies exclusivas da Mata Atlântica e típicas do Cerrado no recrutamento. As SADs das florestas de galeria de Quartel Geral são diferentes da SAD da floresta primária. A SAD das espéces zoocóricas é diferente das não zoocóricas nas duas comunidades, sendo que a curva que melhor se ajustou a essas SADs foi a lognormal. Os resultados obtidos com o estudo não foram suficientes para explicar definitivamente os fatores determinantes da distribuição de abundâncias das espécies nas florestas de galeria de Quartel Geral. Contudo, fornecem perguntas para investigações futuras, especialmete aquelas referentes aos diferentes fatores ambientais, bióticos e abióticos.
The analysis of the structure, dynamics and species abundance distributions (SADs) are important tools for understanding the structure and function of vegetal communities. In order to identify the factors that determine such mechanisms in gallery forests of Quartel Geral s Cerrado, Minas Gerais, the vegetation was evaluated in two distinct moments with an interval of 4 years, using the same criteria. The vegetation census in each forest was accomplished from permanent plots of 10 x 10 m each, being 49 parcels to gallery forest of Córrego Fundo (FGCF) and 50 parcels to gallery forest of Córrego Fazendinha (FGCFZ). In each plot all individuals with DAP W 3,2 cm, had their circumference, height and botanical identity recorded and received a number by means of fixation of an aluminum plaque. The recorded species were classified by its successional category and dispersion syndrome. In the second census of each area all arboreal individuals were remesuared and the individuals that reached the criterion of inclusion were incorporated into the list of species. Analysis of structure and dynamics were accomplished with the help of Mata Nativa 3 software. Ranks of abundance of species were compared between the studied communities within the analyzed years and between the dispersion syndromes (zoochoric and non zoochoric). The SADs observed were compared to the theoretical SADs expected by the different models, classical and neutral. It was accomplished χ2 tests in order to verify the adherence to the different models. Data of abundance of the gallery forests were compared to data of abundance of a primary forest using the χ2 test. Both analyzed forests presented little alterations during the monitored period. For FGCF two species were locally extinct and seven new species were recruited. While for FGCFZ, seven species were locally extinct and five were recruited. In both communities the most representative families in number of species were Myrtaceae, Fabaceae and Rubiaceae. The predominant successional group was the one of the early secondaries and of zoochoric dispersion syndrome, meaning an intermediary state of successional development in both forests. The analyzed forests are inserted in the diversity patterns established to this same kind of forest in Cerrado domain. The structure of the two forests is characteristically formed by young or small trees represented by individuals of Callisthene major Mart. & Zucc. and Siparuna guianensis Aubl. mainly. The number of singletons recorded in both forests and census was similar to the one recorded in other gallery forests in Cerrado domain. In both studied forests mortality was greater than recruiting, nevertheless FGCFZ presented a positive auditing in basal area while in FGCF it was verified the loss of basal area. These two effects have been attributed to the self-thinning process. Despite the geographical proximity the two communities differ in structure and in dynamical patterns. In relation to annual periodic increment in diameter (API), both forests recorded similar average increment. In the recruitment it was verified a low contribution of species exclusively of Atlantic Forest and the ones typical of Cerrado. The SADs of gallery forests of Quartel Geral are different from the SAD of the primary forest. The SAD of zoochoric species is different from the non zoochoric in both communities, being the curve that better suited to these SADs the lognormal one. Results obtained in this study are not sufficient to explain definitely the determining factors of abundance distribution of species in the gallery forests of Quartel Geral. However, they provide questions to further investigation, especially the ones that refer to different environmental factors, biotic or abiotic.
Palavras-chave: Estruturas de comunidades
Isolamento geográfico
Teoria Neutra
Structures communities
Geographical isolation
Neutral theory
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Botânica estrutural; Ecologia e Sistemática
Programa: Mestrado em Botânica
Citação: LACERDA, Taís. Neutrality, dynamics and abundance distribution of species in gallery forests of Cerrado Domain. 2012. 140 f. Dissertação (Mestrado em Botânica estrutural; Ecologia e Sistemática) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2541
Data do documento: 18-Mai-2012
Aparece nas coleções:Botânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,65 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.