Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2564
Tipo: Dissertação
Título: Marcadores anatômicos do lenho associados à tolerância à seca de ponteiros em Eucalyptus (Myrtaceae)
Título(s) alternativo(s): Wood anatomical markers associated with dieback tolerance in Eucalyptus
Autor(es): Andrade, Itaina Gonçalves
Primeiro Orientador: Picoli, Edgard Augusto de Toledo
Primeiro coorientador: Ventrella, Marília Contin
Segundo coorientador: Otoni, Wagner Campos
Primeiro avaliador: Isaias, Rosy Mary dos Santos
Segundo avaliador: Mattos, Karina Lucas Barbosa Lopes
Abstract: A seca de ponteiros do eucalipto é uma patologia vegetal caracterizada pela seca de ápices de galhos e ramos da haste principal e da incidência de lesões ou minicancros nas inserções dos ramos e folhas. Considerando a disponibilidade e a translocação de água e sais minerais na planta como fatores possivelmente associados à seca de ponteiro em eucalipto, cortes transversais e macerados do lenho e lenhos precoce e tardio de combinações de genótipo e clima foram avaliados visando associar as características de anatomia da madeira com a tolerância a seca de ponteiros. No primeiro capítulo, oito combinações de genótipo ambiente foram avaliadas, onde o diâmetro médio dos vasos no anel tardio, as variáveis SQDPCEP*106/DM2, SQDD e CHSQ permitiram a discriminação dos genótipos tolerante e médio tolerante. Quando avaliadas de acordo com o ambiente, as condições de menor precipitação resultaram em aumento do volume médio dos vasos e do índice de mesomorfia. Os genótipos tolerante e médio tolerante diferiram do suscetível quanto ao número médio de elementos de vaso/mm2, diâmetro médio dos elementos de vaso, índice de vulnerabilidade e variáveis de dispersão do diâmetro dos vasos e condutância hidráulica teórica. A análise de dispersão no gráfico de componentes principais permitiu a separação dos genótipos tolerante, médio tolerante e suscetível indicando que esta abordagem é viável para a discriminação de clones divergentes quanto à tolerância à seca de ponteiros em eucalipto. No segundo capítulo, onde foram avaliadas vinte e uma combinações, houve um efeito significativo de genótipo e ambiente, porém nenhuma das variáveis avaliadas permitiu a discriminação dos genótipos tolerante e médio tolerante do suscetível. Considerando a diferença significativa para o comprimento e diâmetro dos elementos de vaso no anel tardio, não se observou um padrão quanto à disponibilidade de água associada à precipitação anual. Ao analisar a distância euclidiana para o comprimento médio dos elementos de vaso no anel precoce entre os ambientes verificou-se que a comparação entre os ambientes com menor precipitação resultou em um agrupamento coerente entre o genótipo tolerante e médio tolerante, isolados do suscetível. A análise de componentes principais também não possibilitou a discriminação dos genótipos divergentes quanto à tolerância à seca de ponteiros. Apesar das diferenças estatísticas entre os genótipos e ambientes avaliados não permitirem o agrupamento quanto à tolerância a esta patologia, elas evidenciam diferenças entre os genótipos que podem ser interessantes para outros objetivos dentro de um programa de melhoramento.
Eucalyptus dieback is a plant pathology characterized by dry of the apices of twigs and branches and the main stem and of the incidence of injuries or mini cancros in the insertion of branches and leaves. Considering the availability and translocation of water and minerals in the plant as factors possibly associated with the pointer in dry eucalypt, cross sections and macerated of early wood and latewood were assessed for associating the features of wood anatomy with eucalyptus dieback tolerance. In the first chapter, eight environment-genotype combinations were evaluated, where the mean diameter of the vessels in the late ring, variables SQDPCEP * 106/DM2, SQDD and CHSQ allowed the discrimination of genotypes tolerant and mid-tolerant. When evaluated according to the environmental conditions of in lower precipitation resulted in increase of the average volume of the vessels and mesomorphic index. The tolerant and medium tolerant genotypes differed sensitive as the average number of vessel elements/mm2, average diameter of vessel elements, vulnerability index and variable dispersion vessel diameter and hydraulic conductance theoretical. The dispersion analysis of main components in the graph allowed to separate the tolerant, medium tolerant and susceptible genotypes indicating that this approach feasiblebility in discriminating divergent clones to eucalyptus dieback tolerance. In the second chapter, twenty one combinations were evaluated where there was a significant effect of genotype and environment, but none of the evaluated variables allowed the discrimination of tolerant, medium tolerant and susceptible genotypes. Considering the significant difference in the length and diameter of vessel elements in the late ring, a pattern not observed in the availability of water associated with annual rainfall. The analysis of the Euclidean distance to the average length of vessel elements in the ring early between environments, it was found that the comparison between the environments with lesser precipitation resulted in a coherent grouping between and tolerant, medium tolerant genotype, isolates of the susceptible. The principal component analysis also did not allow discrimination of genotypes differing in dieback tolerance. Despite significant differences among genotypes and environment the statistical analysis did not allow grouping according to dieback tolerance, these highlight differences that may be of interest to other objectives in a breeding program.
Palavras-chave: Eucalyptus
Madeira - Anatomia
Eucalyptus
Wood - Anatomy
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Botânica estrutural; Ecologia e Sistemática
Programa: Mestrado em Botânica
Citação: ANDRADE, Itaina Gonçalves. Wood anatomical markers associated with dieback tolerance in Eucalyptus. 2013. 61 f. Dissertação (Mestrado em Botânica estrutural; Ecologia e Sistemática) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2564
Data do documento: 20-Mar-2013
Aparece nas coleções:Botânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.