Locus  

Translocação de Lactobacillus acidophilus em ratos alimentados com dieta rica em colesterol e ácido cólico suplementada com probiótico

Show simple item record

dc.contributor.author Souza, Dayse F. M. Coelho de
dc.contributor.author Souza, André Viana Coelho de
dc.contributor.author Costa, Neuza M. Brunoro
dc.contributor.author Ybarra, Lorena M.
dc.contributor.author Azevedo, Eveline M. C.
dc.contributor.author Ferreira, Célia L. L. F.
dc.date.accessioned 2019-06-25T12:05:49Z
dc.date.available 2019-06-25T12:05:49Z
dc.date.issued 2004-10
dc.identifier.issn 1678-457X
dc.identifier.uri http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612004000400007
dc.identifier.uri http://locus.ufv.br//handle/123456789/25932
dc.description.abstract Lactobacillus acidophilus é um microrganismo bastante estudado e componente comum de probióticos. No entanto, ainda há pouca informação sobre a translocação deste microrganismo para órgãos do corpo. O presente trabalho visou investigar a taxa de translocação de Lactobacillus acidophilus em ratos que receberam uma dieta rica em colesterol, suplementada com um concentrado de células de L. acidophilus NCFM, visto que, o consumo deste, tem sido indicado como adjunto dietético para indivíduos hipercolesterolêmicos. Foram utilizados 130 ratos machos Wistar, com peso médio inicial de 250±32g, distribuídos em 4 grupos experimentais, sendo: Padrão, com 40 animais e Controle, LDR (Leite Desnatado Reconstituído) e P (Probiótico) com 30 animais cada. O grupo Padrão recebeu a dieta AIN-93G durante todo o período experimental (42dias). Os demais grupos receberam a mesma dieta acrescida de 1% de colesterol e 0,1% de ácido cólico. Durante 14 dias (do 1º ao 14º dia), o grupo LDR recebeu 0,1mL/dia/animal de leite desnatado reconstituído a 10% de sólidos não gordurosos e o grupo P, recebeu 0,1mL/dia/animal de probiótico contendo 1010 UFC/mL de Lactobacillus acidophilus NCFM. A taxa de translocação foi monitorada no 14º, 28º e 42º dias de experimentação (tempo 0, 14 e 28 dias após o término do consumo do probiótico, respectivamente) no baço, coração, fígado e rins. Nos órgãos dos animais dos grupos Padrão, Controle e LDR não foi observado crescimento de microrganismos nos tempos avaliados. Verificou-se translocação para o baço, coração, fígado e rins dos animais do grupo que recebeu probiótico (grupo P). O número de células de Lactobacillus encontrado nos órgãos foram, em UFC/órgão: baço (8,6 x 102); fígado (4,8 x 102); coração (4,7 x 102) e rins (1,3 x 102). Constatou-se diferença significativa (p<0,05) na contagem de células encontradas no baço, em comparação aos demais órgãos analisados. Entre o fígado e o coração, não foi observada diferença significativa (p>0,05), mas ambos diferiram estatisticamente dos rins (p<0,05). Observou-se uma eliminação constante das células translocadas após o término do consumo do probiótico, de acordo com os diferentes órgãos. O baço apresentou o maior número de células translocadas (860 UFC/órgão), no entanto, foi o órgão que as eliminou mais rapidamente. Ao final do período analisado, 69,8% das células presentes no baço, haviam sido eliminadas. pt-BR
dc.description.abstract Lactobacillus acidophilus TRANSLOCATION IN RATS FED CHOLESTEROL RICH DIET. Lactobacillus acidophilus NCFM is a strain present in several probiotic products. Despite its wide use, there is little information on its translocation to the host’s organs. This work was devised to verify the Lactobacillus spp. translocation in rats feeding cholesterol rich diet because this product has been indicated as dietary adjunct for individuals hipercholesterolemic. One hundred and thirty weaned Wistar rats, divided in 4 groups and caged individually were used. The experimental groups were: Standard; Control; LDR and P. The Standard group received the AIN-93G diet during the whole experimental period (42 days). The other groups received the AIN-93G diet added of 1% of cholesterol and 0,1% of cholic acid. During 14 days, the LDR group received the supplement of 0,1mL/day/animal of reconstituted skimmed milk at 10% of non fat solids and, the group P received 0,1mL/day/animal of a probiotic in the form of a concentrate of cells contends 10 10 UFC/mL of Lactobacillus acidophilus NCFM. Translocation was observed in spleen, heart, liver and kidneys of group P, but not in the others. The average translocation were UFC/órgão: spleen (8,6 x 10 2 ); liver (4,8 x 10 2 ); heart (4,7 x 10 2 ) and kidney (1,3 x 10 2 ). The translocated cell numbers, beside being low, were constantly eliminated during the evaluation period. Since the implication of microbial translocation in the host is not known, the translocation capacity and the rats of clearing are suggested to be important parameters for the selection of strains to be used as probiotics. en
dc.format pdf pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Food Science and Technology pt-BR
dc.relation.ispartofseries v. 24, n. 4, p. 522- 526, out./ dez. 2004 pt-BR
dc.rights Open Access pt-BR
dc.subject L. acidophilus pt-BR
dc.subject Translocação pt-BR
dc.subject Hipercolesterolêmico pt-BR
dc.subject Translocation pt-BR
dc.subject Hipercholesterolemic pt-BR
dc.title Translocação de Lactobacillus acidophilus em ratos alimentados com dieta rica em colesterol e ácido cólico suplementada com probiótico pt-BR
dc.type Artigo pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Artigos [313]
    Artigos Técnico-científicos na área de Tecnologia de Alimentos

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account