Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/25996
Tipo: Tese
Título: Desenvolvimento reprodutivo e qualidade de café sombreado submetido a preparo natural ou despolpado
Reproductive development and quality of shade coffee submitted to natural method or pulped
Autor(es): Pacheco, Anália Lúcia Vieira
Abstract: O cafeeiro arábica é uma espécie originária de regiões de sub-bosque na Etiópia e capaz de se adaptar, crescer e produzir em condições de sombreamento. Entretanto, de acordo com a altitude do local de cultivo, intensidade de radiação solar e práticas de manejo do sistema, o sombreamento pode causar decréscimos na produção, além de influenciar o desenvolvimento reprodutivo dos cafeeiros alterando a maturação dos frutos. Em condições de elevação da temperatura do ar e menor disponibilidade hídrica, o sombreamento pode ser uma alternativa para o cultivo do cafeeiro, por atenuar a radiação incidente sobre as plantas e reduzir a temperatura máxima do ar. Além disso, sob sombreamento os grãos são maiores e mais pesados, com menos defeitos, o que pode influenciar o preço recebido pelos agricultores. O processamento pós-colheita pode alterar a composição química e físico-química dos grãos, influenciando a qualidade sensorial da bebida. Nesse contexto, foi conduzido um estudo para se avaliar os efeitos do sombreamento sobre o desenvolvimento reprodutivo, produção e qualidade física dos grãos; posteriormente, foram avaliados os efeitos do sombreamento e do processamento pós-colheita sobre a composição química e físico-química dos grãos, e qualidade sensorial da bebida. Para isso, cafeeiros da espécie Coffea arabica L., cv. Oeiras MG 6851 foram sombreados com malhas sombreadoras com bloqueio de 49,1% da radiação global incidente. Algumas características foram submetidas à estatística descritiva, outras a análise de variância, sendo as médias comparadas pelo teste F a 5% de probabilidade. O sombreamento gerou microclima mais ameno com atenuação da radiação global incidente sobre as plantas, da temperatura máxima e aumento da temperatura mínima na área. O sombreamento atrasou a maturação dos frutos e aumentou o rendimento dos grãos, entretanto não houve influência sobre a produção dos cafeeiros. O sombreamento não promoveu diferença quanto ao tipo do café e quanto aos defeitos grãos brocados, verdes e ardidos, em duas safras consecutivas. O percentual de grãos mal granados foi mais elevado no cultivo a pleno sol, na safra 2016/17. O sombreamento favoreceu o percentual de grãos classificados como chato graúdo, nas duas safras. Os percentuais de grãos chato médio, miúdo e moca foram mais elevados no cultivo a pleno sol. Houve influência do sistema de cultivo sobre o peso de 1000 sementes, apenas na safra 2016/17. Grãos provenientes do cultivo sombreado foram mais pesados que os grãos do cultivo a pleno sol. O sistema de cultivo influenciou a acidez total titulável (ATT) e o pH dos grãos. O processamento pós-colheita influenciou os teores de açúcares solúveis totais (AST), redutores (AR), ATT e pH. Houve interação entre o sistema de cultivo e o processamento pós-colheita para o índice de coloração (IC), condutividade elétrica (CE) e íons potássio lixiviados (K LIX). Grãos de cultivo a pleno sol apresentaram menores pH na safra 2015/16 e ATT na safra 2016/17. Grãos submetidos ao preparo natural apresentaram maiores teores de ATT, menor pH e maiores teores de AST e AR que os cereja despolpado, indicando maiores acidez e doçura. Independentemente do sistema de cultivo, os grãos cereja despolpado apresentaram maior IC e menor K LIX que os grãos naturais. Grãos do cultivo sombreado apresentaram menor valor de CE que os do cultivo a pleno sol, quando processados por preparo natural. Nas duas safras, os atributos sensoriais de qualidade foram classificados como muito bom e excelente para todos os tratamentos. Apenas o processamento pós-colheita influenciou a qualidade sensorial. A nota final da bebida de grãos submetidos ao preparo natural foi maior que dos cereja despolpado. De acordo com a metodologia utilizada, nas duas safras, os cafés de todos os tratamentos foram classificados como especiais. Nas condições experimentais em que foi realizado o trabalho, o sombreamento afetou o desenvolvimento reprodutivo, a maturação dos frutos e o rendimento do café beneficiado, sem afetar a produção nas primeiras safras após a recepa dos cafeeiros; o microclima mais ameno, com menor incidência luminosa e amplitude térmica dentro da lavoura, influenciou a formação de grãos maiores e mais pesados. Em relação à composição química e físico química dos grãos e qualidade sensorial da bebida, o processamento pós-colheita mostrou ter maior influência sobre a qualidade que o sistema de cultivo.
The arabica coffee is a species native to sub-forest regions in Ethiopia and able to adapt, grow and produce under shading conditions. However, according to the climate of the place of cultivation, solar radiation intensity and management practices of the system, the shading can cause decreases in production, besides influencing the reproductive development of the coffee trees, altering the maturation of the fruits. Under conditions of elevated air temperature and lower water availability, shading may be an alternative to coffee cultivation, by attenuating the radiation incident on the plants and reducing the maximum air temperature. In addition, under shading usually the grains are larger and heavier, with fewer defects, which can influence the price received by farmers. In addition to the cropping system, post-harvest processing can alter the chemical and physicochemical composition of the beans, influencing the sensory quality of the beverage. In this context, a study was conducted to evaluate the effects of shading on the reproductive development, production and physical quality of the grains; afterwards, the effects of shading and post-harvest processing on the chemical and physical-chemical composition of the grains and the sensorial quality of the beverage were evaluated. For this, coffee trees of the species Coffea arabica L., cv. Oeiras MG 6851, were shaded with shading meshes with blockade of 49.1% of the incident global radiation. Some characteristics were subjected to descriptive statistics, others the analysis of variance and the means were compared by the F test at 5% probability. The shade generated a milder microclimate with attenuation of the global radiation incident on the plants, the maximum temperature and the minimum temperature increase in the area. Shading delayed fruit ripening and increased grain yield, however, there was no influence on coffee production. There was no difference in coffee type and grain damaged by insects, green and burned, in the two harvests evaluated. The percentage of poorly filled grains was higher in full sun, in the 2016/17 season. Shade favored the percentage of grains classified as large grains, in the two harvests. While the average grains, the percentages of small grains and mocha were higher in full sun cultivation. There was influence of the culture system in the weight of 1000 seeds, only in the 2016/17 crop. Grains from shaded cultivation were heavier than grains from full sun cultivation. The culture system influenced TTA and pH. Post-harvest processing influenced the levels of TSS, RS, TTA and pH. There was interaction effect between the cultivation system and post-harvest processing on CI, EC and LK. Grains from full sun cultivation showed lower pH in the 2015/16 and TTA in the 2016/17 harvest. Grains submitted to natural preparation had higher TTA contents, lower pH and higher levels of TSS and RS than the pulped cherry, indicating higher acidity and sweetness. Regardless of the cultivation system, the pulped cherry grains presented higher CI and lower LK than the natural grains. Grains from shaded cultivation presented lower EC value than those from full sun cultivation when processed by natural preparation. In the two harvests, the level of quality of the sensorial attributes was classified as very good and excellent for all treatments. Only the post-harvest processing influenced the sensorial quality. The final note of the beverage from grains processed by natural preparation was larger than the pulped cherry. According to the methodology used, in the two harvests, the coffees of all treatments were classified as special. In the experimental conditions under which the work was carried out, shading affected reproductive development, fruit maturation and yield of the coffee benefited, without affecting the production in the first harvests after the coffee reception; the milder microclimate, with lower luminous incidence and thermal amplitude inside the culture, influenced the formation of larger and heavier grains. In relation to the chemical and physicochemical composition of the beans and the sensorial quality of the beverage, the post-harvest processing showed to have a greater influence on the quality than the culture system.
Palavras-chave: Coffea arabica
Sistemas de cultivo
Café - Tecnologia pós-colheita
CNPq: Fitotecnia
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: PACHECO, Anália Lúcia Vieira. Desenvolvimento reprodutivo e qualidade de café sombreado submetido a preparo natural ou despolpado. 2019. 99 f. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br//handle/123456789/25996
Data do documento: 25-Fev-2019
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.