Locus  

Os sinais dos Surdos: uma análise a partir de uma perspectiva cultural

Show simple item record

dc.contributor.author Gediel, Ana Luisa
dc.contributor.author Souza, Isabelle Lima
dc.date.accessioned 2019-07-29T11:17:16Z
dc.date.available 2019-07-29T11:17:16Z
dc.date.issued 2017-01
dc.identifier.issn 2175764X
dc.identifier.uri http://dx.doi.org/10.1590/010318135158183181
dc.identifier.uri http://locus.ufv.br//handle/123456789/26367
dc.description.abstract O presente trabalho descreve a constituição dos sinais próprios e o processo de nomeação das pessoas Surdas, levando em conta a Fonologia, aliada a questões consideradas relevantes culturalmente na comunidade de fala estudada. Realizamos uma pesquisa etnográfica com pessoas Surdas, em uma cidade da Zona da Mata Mineira, para o mapeamento dos sinais próprios e a verificação de suas principais características fonológicas. Como instrumentos de coleta e análise de dados, utilizamos caderno de notas, diário de campo e câmera. A etnografia possibilitou uma maior compreensão acerca dos demarcadores culturais imersos nesse processo, tendo em vista a perspectiva dos Surdos considerados líderes, os quais elaboram os sinais próprios. Como resultados da pesquisa, percebemos uma aproximação da inserção de aspectos fonológicos de acordo com a referência de elementos culturais ligados à iconicidade e à arbitrariedade de cada sinal. Ainda, foram identificados e mapeados um conjunto de sinais a partir de alguns dos parâmetros fonológicos da Libras que remetem às seguintes constatações: 1) padronizações que podem ser consideradas categorização de gênero; 2) empréstimo linguístico da Língua Portuguesa para a Libras, que ocorreu por meio do alfabeto datilológico, pois, muitas vezes, a Configuração de Mão (CM) dos sinais faz referência ao nome próprio das pessoas; e 3) iconicidade e arbitrariedade dos sinais no processo de nomeação. pt-BR
dc.description.abstract This paper describes the establishment of own signs and how it is the process to give a sign for Deaf people, considering phonological and cultural approach as relevant issues in speech community studied. We conducted an ethnographic research with Deaf people, in a city at Zona da Mata Mineira, to map signs and verify the main phonological characteristics. We used notes, diary and camera to collect data and develop the analysis. The ethnography enabled to understand the cultural paths immersed in this process, given the perspective of the Deaf considered leaders who draw up own signs for Deaf people. As results of the research, we realized that the phonological aspects are linked to the reference of cultural elements which bring understanding for iconicity and arbitrariness of each signal. We have been identified and mapped to a set of signs from some of the parameters of phonological aspects in Libras. These refer to the following conclusions: 1) standardization that can be considered as categorization of gender; 2) linguistic loan from Portuguese to Libras, which happened through the fingerspelling alphabet, because, many times, the Hand Configuration (HC) of signs are related to people's own names; and 3) iconicity and arbitrariness of the signs in the nomination process. en
dc.format pdf pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Trabalhos em Linguística Aplicada pt-BR
dc.relation.ispartofseries v. 56, n. 01, p. 163- 185, jan./ abr. 2017 pt-BR
dc.rights Open Access pt-BR
dc.subject Libras pt-BR
dc.subject Sinais próprios pt-BR
dc.subject Parâmetros gramaticais pt-BR
dc.subject Contexto cultural Surdo pt-BR
dc.subject Own signs pt-BR
dc.subject Grammatical parameters pt-BR
dc.subject Deaf cultural context pt-BR
dc.title Os sinais dos Surdos: uma análise a partir de uma perspectiva cultural pt-BR
dc.type Artigo pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Artigos [165]
    Artigos Técnico-científicos na área de Letras

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account