Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/26896
Tipo: Artigo
Título: Nutrição de mudas de Mimosa caesalpiniaefolia Benth. sob diferentes doses de N, P, K, Ca E Mg
Autor(es): Paiva, Haroldo Nogueira de
Gonçalves, Elzimar de Oliveira
Neves, Júlio César de Lima
Gomes, José Mauro
Abstract: Neste trabalho, objetivou-se verificar o teor e o conteúdo de N, P, K, Ca e Mg, em razão da aplicação de crescentes doses de fertilizantes e determinar o nível crítico desses nutrientes no solo e na planta, em mudas de sansão-do-campo (Mimosa caesalpiniaefolia Benth.) produzidas em três classes de solo (Argissolo Vermelho-Amarelo mesotrófico, Latossolo Vermelho-Amarelo álico e Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico). As mudas foram plantadas em vasos com capacidade de 2,1 dm3. O experimento foi conduzido no período de dezembro de 2004 a abril de 2005, em Viçosa, MG. Os tratamentos foram delimitados segundo uma matriz baconiana, onde variou os macronutrientes em três doses diferentes e dois tratamentos adicionais (zero e base), com quatro repetições. As mudas de sansão-do-campo, em geral, apresentaram maior conteúdo dos nutrientes N, P, K, Ca e Mg à medida que a disponibilidade destes aumentava no solo. Tal fato refletiu em maiores teores dos nutrientes em todas as partes da planta. Entretanto, em alguns casos, não houve resposta em crescimento correspondente a esse aumento. Em termos de nível crítico, os valores que proporcionaram melhor crescimento da planta foram: N (16 a 17,3 g kg-1 na parte aérea), P (77 a 110 mg dm-³ no solo e 1 a 1,5 g kg-1 na parte aérea), K (51 a 86,5 mg dm-³ no solo e 5,7 a 7,1 g kg-1 na c parte aérea), Ca (0,8 a 2,2 cmol c dm-³ no solo e 10 a 14,4 g kg-1 na parte aérea) e Mg (0,2 a 0,25 cmol dm-³ no solo 1,3 a 2,4 g kg-1 na parte aérea). Contudo, para o K e o Ca, sugerem-se estudos com doses dentro dessa faixa de valores encontrados, para melhor definição do nível crítico. Dentre os solos estudados, os Latossolos se mostraram mais exigentes de adição de nutrientes, sobretudo para N e P, para uma adequada produção de mudas de Mimosa caesalpiniaefolia.
This work aimed to verify the concentration and accumulation of N, P, K, Ca and Mg, due to the application of increasing doses of fertilizers and to determine the critical level of these nutrients in the soil and in the plant, in seedlings of 'sansão-do-campo' (Mimosa caesalpiniaefolia Benth.) produced in three types of soil (mesotrophicUltisol, alic Oxisol and distrofic Oxisol). The seedlings were planted in pots with a capacity of 2.1 dm3. The experiment was conducted from December 2004 to April 2005, in Viçosa, in Minas Gerais state. The treatments were defined according to a Baconian matrix, where the macronutrients varied in three different doses and two additional treatments (zero and base), with four replications. The seedlings of 'sansão- do-campo' had generally a higher content of N, P, K, Ca and Mg as their availability in the soil increased. This fact was reflected in a higher content of nutrients in all parts of the plant. However, in some cases, there was no evidence of any correspondent increase for this increase. In terms of critical level, the values that provided better growth of the plant were: N (16 to 17.3 g kg-1 in the shoot), P (77 to 110 mg dm -³ in the soil and 1 to 1.5 g kg-1 in the shoot), K (51 to 86.5 mg dm-3 in the soil and from 5.7 to 7.1 g kg-1 in th e shoot), c Ca (0.8 to 2.2 cmol c dm-³ in the soil and from 10 to 14.4 g kg-1 in the shoot) and Mg (0.2 to 0.25 cmol dm-³ soil from 1.3 to 2.4 g kg-1 in the shoot). However, for K and Ca, studies with doses are suggested within this range of values found for better definition of the critical level. Among the soils that were studied, the Oxisol showed to be more demanding of adding nutrients, especially N and P, for an adequate production of Mimosa caesalpiniaefolia seedlings.
Palavras-chave: Nível crítico
Produção de mudas
Macronutriente
Sansão-do-campo
Critical level
Production of seedlings
Macronutrients
Editor: Ciência Florestal
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.5902/198050989274
https://locus.ufv.br//handle/123456789/26896
Data do documento: Abr-2013
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdfTexto completo960,39 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.