Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2694
Tipo: Dissertação
Título: Medidas de localização da gordura corporal e fatores de risco para doenças cardiovasculares em adolescentes do sexo feminino, Viçosa-MG
Título(s) alternativo(s): Measures of corporal fat localization and risks factors of cardiovascular diseases in female teenagers, Viçosa-MG
Autor(es): Pereira, Patrícia Feliciano
Primeiro Orientador: Priore, Sílvia Eloiza
Primeiro coorientador: Franceschini, Sylvia do Carmo Castro
Segundo coorientador: Peluzio, Maria do Carmo Gouveia
Primeiro avaliador: Lamounier, Joel Alves
Segundo avaliador: Ribeiro, Sônia Machado Rocha
Abstract: O aumento da prevalência da obesidade em adolescentes é acompanhado pelo acúmulo de gordura na região abdominal, o qual está associado à presença de alterações de risco cardiovascular já nesta fase da vida. Assim, o estabelecimento de medidas simples para identificação precoce de indivíduos em risco é de interesse em saúde pública. Objetivou-se verificar a associação entre medidas de localização da gordura corporal com fatores de risco cardiovasculares, em adolescentes do sexo feminino. Foram avaliadas 113 jovens com idades entre 14 e 19 anos, de escolas públicas de Viçosa-MG. Trata-se de um estudo transversal controlado constituído por três grupos: G1 (Estudo) 38 adolescentes eutróficas pelo índice de massa corporal (IMC), mas com elevado percentual de gordura (%GC ≥ 28%); G2 (Controle) 40 adolescentes eutróficas pelo IMC e %GC adequado (entre 20 e 25%) e G3 (Controle) 35 adolescentes com risco de sobrepeso/sobrepeso e com elevado %GC. A amostra foi selecionada por triagem nas escolas através da aferição de peso, %GC e estatura, sendo os dois primeiros obtidos por meio da bioimpedância elétrica bipolar. As adolescentes que se enquadravam pelo IMC e %GC em um dos três grupos e preencheram os demais critérios de inclusão (ter apresentado a menarca há pelo menos um ano, não participar de nenhum programa de controle de peso, não ser fumante, não estar em uso de suplementos ou medicamentos com interferência no metabolismo glicídico e lipídico, não ser portadora de enfermidade crônica, não fazer uso de marcapasso ou prótese e nunca ter engravidado) foram convidadas a participar do estudo. O %GC foi confirmado posteriormente pela bioimpedância elétrica tetrapolar e somente àquelas que obtiveram a mesma classificação por ambos os métodos foram submetidas à avaliação antropométrica, aferição de pressão arterial e coleta de sangue, além de terem respondido a um questionário sobre aspectos dietéticos, estilo de vida e história familiar de doenças. Foi aferida circunferência da cintura (CC), umbilical (CUm), do quadril (CQ) e da coxa por meio de fita métrica inelástica; diâmetro abdominal sagital (DAS) e diâmetro coronal (DC) utilizando um paquímetro de metal milimetrado; prega cutânea tricipital, bicipital, subescapular e suprailíaca com um Lange Skinfold Caliper. A partir das medidas calcularam-se os índices relação cintura/quadril (RCQ), relação cintura/estatura (RCE), relação cintura/coxa (RCC), índice de conicidade (ICC), pregas cutâneas centrais (PCC= subescapular + supraílica), pregas cutâneas periféricas (PCP= tricipital + bicipital), relação pregas centrais/periféricas (PCC/PCP). Foram analisados colesterol total e frações, triglicerídeos, glicose, insulina, homeostasis model assessment (HOMA), homocisteína e leptina. Considerou-se presença de obesidade abdominal quando CC e/ou RCE ≥ percentil 90 da própria amostra. A cintura hipertrigliceridêmica foi diagnosticada pela presença concomitante de cintura elevada (≥ percentil 90) e níveis de triglicerídeos acima do desejável (≥ 100 mg/dL), enquanto que a síndrome metabólica foi avaliada por três definições. Verificou-se a validade diagnóstica de quatro tabelas de referência para circunferência da cintura em adolescentes para detecção de alterações lipídicas, hiperinsulinemia, HOMA elevado, hiperleptinemia e adiposidade corporal. Esta pesquisa obteve aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Federal de Viçosa . Como resultado encontrou-se valores significantemente mais altos de glicemia, insulina, leptina e PAD em G1 comparado a G2; glicemia e PAD na diferiu entre G1 e G3, e homocisteína foi superior no G1 do que no G3. A gordura corporal total e especialmente a localização desta correlacionaram-se com os fatores de risco cardiovasculares, sendo que as associações foram mais fortes com o aumento da adiposidade total. Os resultados demonstraram que o aumento da gordura central, representada pela CC, CUm, RCE, DAS, DC e PCC, bem como o aumento da gordura periférica indicado pela CQ e circunferência da coxa, foram proporcionais ao aumento do IMC e %GC. Por outro lado, a RCQ, RCC, ICC e PCC/PCP não demonstraram ser boas medidas de adiposidade. A estatura apresentou correlação com CC, CUm, CQ, coxa, RCE, DAS e DC, sendo as mais influenciadas a CQ e a RCE. Além disso, foi observado que as adolescentes com obesidade abdominal apresentaram valores significantemente maiores de triglicerídeos (exceto para a RCE), insulina, HOMA, leptina, pressão arterial sistólica e diastólica, enquanto o HDL apresentou tendência a ser significantemente mais baixo (p=0,052) no grupo com cintura ≥ percentil 90. A cintura hipertrigliceridêmica ocorreu em 2,6% das adolescentes, enquanto que freqüência de síndrome metabólica variou de 2,6 a 16% dependendo do critério utilizado. Tais resultados demonstram, portanto a relevância da localização da gordura corporal na adolescência, sendo que a CC e a RCE foram os melhores preditores do risco de doenças na população estudada, especialmente a CC. Com relação aos pontos de corte para CC propostos na literatura, observou-se que os valores de sensibilidade em geral foram baixos para as quatro referências avaliadas. Os valores preditivos positivos foram mais relevantes para colesterol total e percentual de gordura corporal. Visto que ainda não existem pontos de corte para esta medida baseados na população brasileira, sugere-se a referência de maior sensibilidade para avaliações populacionais e a de maior especificidade para uso clínico, de forma a auxiliar os profissionais de saúde na identificação precoce daqueles em risco para doenças.
The prevalence increase in teenager s obesity is accompanied by the accumulation of fat in the abdominal region, which is associated to the presence of cardiovascular risk presented in this stage of life. Thus the simple established measures to the untimely identification of individuals at risk is of great interest to the public health. Our purpose was to verify the association between measures of corporal fat localization with factors of cardiovascular risks, in female teenagers. One hundred and thirteen (113) teenagers with ages varying from 14-19 years old, from public schools, in Viçosa-MG, were submitted to tests. This controlled transversal study consists of 3 groups: G1 (Study) 38 eutrophic teenagers by the index of corporal mass (ICM), but with an elevated fat body percentage (%FB) (≥ 28%); G2 (Control) 40 eutrophic teenagers by the appropriate IMC e %FB (between 20 e 25%) e G3 (Control) 35 teenagers with risk of overweight and with elevated %FB. The sample was chosen trough selection in schools by weight standardization, %FB and height, being the two first ones obtained by bipolar electrical bioimpedance. The teenagers that fitted into one of the 3 groups by their ICM and %FB and filled the criteria for inclusion (no menarche for at least one year, no participation in any kind of weight control program, no inhalation of nicotine, no use of supplements or medicaments that could interfere in the glucide and lipid metabolism, no chronic disease, no use of pacemaker or prosthesis and no occurrence of pregnancy) were called to participate in this study. The %GC was posteriorly confirmed by tetrapolar electrical bioimpedance and only those which obtained the same classification in both methods were submitted to the anthropometric evaluation, standardization of arterial pressure and blood collect. In addition, they answered one questionnaire about aspects of diet, lifestyle and family history of diseases. It was checked the waist circumference (WC), umbilical (TC), hips (HC) and thigh by using an inelastic tape measure; Sagittal abdominal circumference (SAD) e Coronal Diameter (CD) using a metal pachymeter; tricipital, bicipital, subscapular and suprailiac skinfold with a Lange Skinfold Caliper. From these measures we could calculate the waist- hip ratio (WHR), Waist-Height ratio (WTR), waist-thigh ratio (WTH), conicity index (CI), central skinfolds ratio (CSR= subscapular + suprailiac), peripheral skinfolds ratio (PSR= tricipital + bicipital), central/peripheral skinfold ratio (CSR/PSR). The total cholesterol and its fractions, triglicerids, glucose, insuline, homeostasis model assessment (HOMA), homocyateine e leptine were analyzed. The presence of abdominal obesity was considered when WC e/ou WTR ≥ percentile 90of the sample. The "hypertrigliceridemic waist was diagnosed by the concomitant presence of elevated waist (≥ percentile 90) and triglycerides level above desirable (≥ 100 mg/dl), whereas metabolic syndrome was assessed through three different definitions. It was verified the diagnostic validity of four reference tables for the waist circumference of teenagers in order to detect lipid alterations, hyperinsulinemia, elevated HOMA, hyperleptinemia and corporal adiposity. This researched was approved by Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Federal de Viçosa . The values of glycemia, insulin and leptin and PAD in G1 were significantly higher G1 when compared to G2; glycemia and PAD did not differ in G1 and G3 but homocysteine was superior in G1. The total corporal fat and its localization are correlated to the factors of cardiovascular risks, inasmuch as they were stronger due to the increase of total adiposity. The results showed that the increase of central fat, represented by WC, TC, WTR, SAD, CD e CSR, as well as the increase of peripheral fat indicated by HC and thigh circumference, were proportional to the increase of BMI and %FB. On the other hand, a WHR, WTH, CI e CSR/PSR were not considered to be good adiposity measures. Height presented correlation to WC, TC, HC, thigh, WTR, SAD and CD, being HC and WTR the most influenced. Furthermore, it was observed that the teenagers who presented abdominal obesity had higher triglyceride values (except for HC), insulin, HOMA, leptin, systolic and diastolic arterial pressure, while HDL tended to be significantly lower (p=0,052) in group with waist ≥ percentile 90. The hypertrigliceridemic waist was presented in 2,6% of the teenagers, whereas the frequency of metabolic syndrome varied from 2,6 to 16% depending on the criterion used. Therefore, these results show the relevance of the localization of corporal fat in adolescence, seeing that WC and WTR were the best predictors of disease risk in the population studied, especially WC. Regarding the cut points for WC proposed in literature, it could be observed that the values of sensibility, in general, were lower for the four references assessed. The positive predictive values were more relevant to the total cholesterol and to corporal fat percentage. Considering that there is no cut point for this measure based on the Brazilian population, it is suggested the reference with greatest sensibility for populational assessement and the one with greatest specificity for clinic, so that it could help professionals to identify the untimely disease risks.
Palavras-chave: Doenças cardiovasculares
Gordura corporal
Obesidade
Adolescentes
Cardiovascular diseases
Body fat
Obesity
Teenagers
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis
Programa: Mestrado em Ciência da Nutrição
Citação: PEREIRA, Patrícia Feliciano. Measures of corporal fat localization and risks factors of cardiovascular diseases in female teenagers, Viçosa-MG. 2008. 166 f. Dissertação (Mestrado em Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2694
Data do documento: 4-Jun-2008
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf592,55 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.