Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2699
Tipo: Dissertação
Título: Vitamina C, carotenóides e fenólicos totais durante a manipulação e distribuição de frutas em restaurante comercial
Título(s) alternativo(s): Vitamin C, carotenoids and phenolic compounds during handling and exposure to consumption of fruits in commercial restaurant
Autor(es): Oliveira, Daniela da Silva
Primeiro Orientador: Sant ana, Helena Maria Pinheiro
Primeiro coorientador: Ribeiro, Sônia Machado Rocha
Segundo coorientador: Santana, ângela Maria Campos
Primeiro avaliador: Ramos, Afonso Mota
Segundo avaliador: Puschmann, Rolf
Abstract: As frutas são reconhecidas pelo seu alto conteúdo de antioxidantes naturais como vitamina C, carotenóides e compostos fenólicos, possuindo papel importante na prevenção de doenças crônicas como o câncer e doenças cardiovasculares. Frutas como mamão, manga e goiaba são freqüentemente servidas em Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN), na região sudeste do Brasil, amplamente consumidas e acessíveis para a maior parte da população. Devido à alta suceptibilidade de oxidação da vitamina C, carotenóides e compostos fenólicos, perdas desses componentes podem ocorrer durante o preparo dos alimentos, diminuindo seu valor nutricional e funcional. Estudos que avaliam a qualidade nutricional e funcional de frutas preparadas em Unidades de Alimentação e Nutrição não são relatados pela literatura. O presente estudo avaliou a qualidade nutricional e funcional de goiaba Paluma, mamão Formosa e manga Tommy Atkins por meio da análise dos teores e estabilidade de vitamina C (ácido ascórbico-AA e ácido desidroascórbico-ADA), carotenóides (β-caroteno, β- criptoxantina e licopeno), estimativa de fenólicos totais e atividade antioxidante após as diferentes etapas de manipulação: recepção, preparo (higienização, descascamento, fatiamento) e exposição para consumo em restaurante comercial. A quantificação da vitamina C e dos carotenóides foi realizada por Cromatografia Líquida de Alta eficiência (CLAE). O teor de fenólicos totais foi determinado utilizando o reagente de Folin-Ciocalteu e leitura espectrofotométrica. A atividade antioxidante foi avaliada pelo Teste do 2,2-diphenil-2- picril-hidrazil (DPPH ) e do Poder Redutor. Goiaba vermelha foi a fruta que mais se destacou, apresentado os teores mais elevados de compostos fenólicos, ADA, vitamina C total e licopeno, além dos maiores valores para atividade antioxidante, avaliada pelos dois métodos (DPPH e Poder Redutor). Manga apresentou maior teor de β-caroteno. β- criptoxantina foi encontrada somente no mamão, o qual apresentou maior teor de AA. Fenólicos totais foram os principais compostos antioxidantes a contribuírem para a atividade antioxidante das frutas analisadas. As frutas analisadas não apresentaram diferenças significativas no teor de vitamina C, carotenóides, fenólicos totais e na atividade antioxidante durante a manipulação e distribuição em restaurante comercial. Dessa forma, os compostos antioxidantes das frutas apresentaram excelente estabilidade, sugerindo que nas condições de preparo utilizadas pelo restaurante, os clientes consomem frutas com qualidade nutricional e funcional preservada. O consumo da todas as frutas analisadas deve ser estimulado ainda mais, uma vez que são excelentes fontes de vitamina C e contribuem para a adequação nutricional de vitamina A.
Fruits are recognized for their high content of natural antioxidants like vitamin C, carotenoids and phenolic compounds, playing an important role in the prevention of chronic diseases such as cancer and cardiovascular diseases. Fruits such as papaya, mango and guava are often served in Food Services, in southeastern Brazil, widely consumed and accessible to the majority of the population. Due to the high suceptibilidade oxidation of vitamin C, carotenoids and phenolic compounds, loss of these components may occur during the preparation of food, reducing their nutritional and functional value. Studies that assess the nutritional and functional quality of fruit prepared in Food Services are not reported in the literature. This study evaluated the nutritional and functional quality of Paluma guava, Formosa papaya and Tommy Atkins mango, through the analysis of the content and stability of vitamin C (ascorbic acid-AA and desidroascórbico acid-DHA), carotenoids (β-carotene, β- cryptoxanthin and lycopene), estimates of total phenolic content and antioxidant activity after the various stages of handling: reception, preparation (washing, peeling, slicing) and exposure to consumption in commercial restaurant. The amounts of vitamin C and carotenoids were performed by high performance liquid chromatography (HPLC). The content of phenolic compounds was determined using the Folin-Ciocalteu reagent and spectrophotometric analysis. The antioxidant activity was measured by testing the 2.2- diphenil-2-picryl-hidrazil (DPPH ) and reducing power. Guava was the fruit that most stood out, showing the highest levels of phenolic compounds, DHA, total vitamin C and lycopene, in addition to the higher values for antioxidant activity, measured by the two methods (DPPH and reducing power). Manga had higher levels of β- carotene. β- cryptoxanthin was found only in papaya, which showed higher levels of AA. Phenolic compounds were the main antioxidant compounds to contribute to the antioxidant activity of the fruits analyzeds. The fruits tested showed no significant differences in levels of vitamin C, carotenoids, phenolic compounds and antioxidant activity during the handling in commercial restaurant. Thus, the antioxidant compounds in fruit showed excellent stability, suggesting that with the conditions of preparation used by the restaurant, customers consume fruit with nutritional and functional quality preserved. The consumption of all fruit analyzed must be further increased, since they are excellent sources of vitamin C and contribute to the nutritional adequacy of vitamin A.
Palavras-chave: Vitamina C
Antioxidantes
Carotenóides
Frutas
Vitamin C
Antioxidants
Carotenoids
Fruits
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis
Programa: Mestrado em Ciência da Nutrição
Citação: OLIVEIRA, Daniela da Silva. Vitamin C, carotenoids and phenolic compounds during handling and exposure to consumption of fruits in commercial restaurant. 2008. 5 f. Dissertação (Mestrado em Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2699
Data do documento: 3-Out-2008
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
01 - capa_abstract.pdf123,04 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.