Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2712
Tipo: Dissertação
Título: Efeito do índice glicêmico dos alimentos nas medidas antropométricas, na composição corporal e na ingestão alimentar
Título(s) alternativo(s): Effect of the glycemic index of foods on anthropometric parameters, on body composition, and on food intake
Autor(es): Costa, Jorge de Assis
Primeiro Orientador: Alfenas, Rita de Cássia Gonçalves
Primeiro coorientador: Costa, Neuza Maria Brunoro
Segundo coorientador: Bressan, Josefina
Primeiro avaliador: Mourão, Denise Machado
Segundo avaliador: Ribeiro, Sônia Machado Rocha
Abstract: A incidência de obesidade em todo o mundo vem alcançando níveis alarmantes. Um dos fatores apontados como responsáveis por estes níveis tem sido o elevado e contínuo consumo de alimentos de alto índice glicêmico (IG) nas últimas décadas. Dessa forma, o consumo de alimentos de baixo IG como ferramenta a ser utilizada no controle das doenças crônicas não-transmissíveis tem sido investigado. O consumo desses alimentos pode promover o aumento da saciedade, a redução do teor de gordura corporal, além da manutenção e, ou diminuição do peso corporal. No entanto, a maioria dos estudos sobre este assunto não tem consistência metodológica e, portanto, seus resultados são controversos e não são conclusivos. Diante disso, o objetivo do presente trabalho foi descrever e analisar criticamente os estudos até então publicados sobre este assunto. Para tal, as principais bases de dados em saúde pública (Medline, Lilacs, scielo, Pubmed) foram consultadas, sendo selecionados os artigos publicados sobre este tema, no período de 1999 a 2008. Foram utilizados os seguintes descritores e seus respectivos correspondentes em inglês: obesidade, saciedade, peso corporal, gordura corporal em associação ao índice glicêmico dos alimentos. Após a análise dos estudos já publicados, considerou-se importante a realização de novos estudos clínicos bem delineados e controlados, para verificar os reais efeitos do IG na prevenção e no controle da obesidade. Neste sentido, desenvolveu-se um estudo em crossover, com o objetivo de avaliar o efeito do consumo de duas refeições diárias de alto ou de baixo IG, apresentando teor de macronutrientes, fibras e densidade calórica semelhantes, durante 30 dias consecutivos na ingestão alimentar, nas medidas antropométricas e na composição corporal em indivíduos com sobrepeso ou obesidade. As refeições testadas foram ingeridas em condições laboratoriais. Os 17 participantes foram orientados a incluir preferencialmente alimentos de alto IG ou baixo IG nas demais refeições do dia, de acordo com a etapa experimental. Além disso, cada voluntário recebeu diariamente 3 porções isocalóricas de frutas de alto IG ou baixo IG. Imediatamente antes da intervenção e no 15o e 30o dias de cada tratamento, os participantes foram submetidos à avaliação da composição corporal (massa magra e gordurosa) e avaliação antropométrica (índice de massa corporal, circunferência da cintura (CC), circunferência do quadril (CQ) e relação cintura/quadril (RCQ)). A ingestão habitual e a ingestão antes e ao final de cada tratamento foram avaliadas, por meio de registro alimentar de 3 dias. As sensações subjetivas de apetite em resposta à ingestão das refeições testadas foram avaliadas no 1o e no 30o dia de cada tratamento. Verificou- se redução significante das medidas de CC, CQ e RCQ após 30 dias de consumo das refeições de baixo IG. Os demais parâmetros avaliados não foram afetados pelos tratamentos aplicados no estudo. Este resultado indica que o consumo de 2 refeições diárias de baixo IG por 30 dias consecutivos pode contribuir para a diminuição do risco de obesidade e de doenças cardiovasculares.
The incidence of obesity in the whole world has reached alarming levels. One of the factors considered as responsible for this is the high and continuous consumption of high glycemic index (GI) foods in the last decades. Therefore, the consumption of low GI food as a tool to control chronic non- transmissible diseases has been investigated. The consumption of such foods may lead to the satiety increase, the reduction in body fat level, besides the maintenance and, or the reduction in body weight. However, the majority of the studies about this topic lack methodological consistency and therefore the results of these studies are controversy and non-conclusive. So the objective of the present study was to describe and critically analyze the already published studies about this subject. To reach this goal, the main database in public health (Medline, Lilacs, scielo, Pubmed) was searched, and the papers published between 199 and 2008 were selected. The following descriptors and their corresponding words in English were used: obesity, satiety, body weight, body fat in association with glycemic index of foods. After the analysis of the published studies, the conductance of new well designed and controlled clinical studies is important to verify the actual effects of GI on obesity prevention and control. Based on that, a crossover study was conducted, with the purpose to evaluate the effect of the consumption of two daily high GI or low GI meals, presenting similar macronutrient, fiber and energy density content, during 30 consecutive days on food intake, anthropometric parameters, and body composition in overweight and obese individuals. The test meals were ingested in the laboratory. The 17 participants were instructed to preferentially include high GI or low GI foods in the rest of their daily meals, according to the experimental session. Each participant also received 3 isocaloric portions of high GI or low GI fruits. Immediately before the intervention and on days 15 and 30 of each session, the participants were submitted to body composition (lean and fat mass) and anthropometric (body mass index, wais circumference (WC), hip circumference (HC), and waist- to-hip circumference (WHC)) parameters assessments. The habitual ingestion and the ingestion before and after each treatment were assessed through 3 days diet records. Subjective appetite sensations in response to the ingestion of the test meals were assessed in the 1° and 30° day of each treatment. There was a significant reduction on WC, HC, and WHC after 30 days of low GI meals consumption. The other parameters assessed were not affected by study treatments. This result indicates that the consumption of 2 daily low GI meals for 30 consecutive days may contribute for the reduction in the risk of obesity and of cardiovascular diseases.
Palavras-chave: Índice glicêmico
Composição corporal
Antropometria
Hábitos alimentares
Glycemic index
Body composition
Anthropometry
Food intake
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis
Programa: Mestrado em Ciência da Nutrição
Citação: COSTA, Jorge de Assis. Effect of the glycemic index of foods on anthropometric parameters, on body composition, and on food intake. 2009. 98 f. Dissertação (Mestrado em Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2712
Data do documento: 23-Mar-2009
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf378,58 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.