Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/27247
Tipo: Tese
Título: Desenvolvimento de touros da raça Nelore com elevado (+34 cm) ou reduzido (-30 cm) perímetro escrotal
Development of bulls of the Nellore breed with high (+34 cm) or reduced (-30 cm) scrotal perimeter
Autor(es): Oliveira, Giselle Dias
Abstract: O objetivo deste estudo foi descrever a curva de crescimento do volume testicular (VT) em função da idade e avaliar as características espermáticas de touros Nelore com maior e menor perímetro escrotal (PE). Para tanto, utilizou-se um conjunto de dados de exames andrológicos de touros Nelore criados em condições de pastejo, nascidos entre1996 e 2008. Os animais foram mantidos em duas fazendas, uma localizada em Magda/SP e a outra em Dois Irmãos do Buriti/MS. A biometria testicular foi obtida anualmente no momento do exame andrológico, que começa aos 18 meses de idade. Dados do PE, VT e características espermáticas (motilidade espermática e morfologia espermática) foram obtidos. Um total de 443 avaliações de 96 touros foram obtidas. Os touros foram classificados de acordo com PE, medidos aos 18-21 meses de idade, em dois grupos, representando dois extremos do PE: maior, PE> 34 cm (209 avaliações de 46 touros); e menor, PE<30 cm (234 avaliações de 50 touros). As curvas de crescimento do VT foram descritas por meio do modelo logístico usando o MODEL procedure no SAS. A autocorrelação residual foi verificada pelo teste de Durbin-Watson e, quando significativa (P<0,05), foi modelada com erros autorregressivos de primeira ordem (RA (1)). As características espermáticas no período de 18-21 meses e aos 37-48 meses de idade foram analisadas por análise de variância. O ponto de inflexão estimado foi de 507,8 cm 3 aos 419,6 dias para o grupo com o maior PE e 470,8 cm 3 aos 808,4 dias de idade para o grupo com o menor PE. Em relação ao exame andrológico, os touros do grupo com maior PE apresentaram melhores parâmetros espermáticos (P<0,05) em relação aos de menor PE aos 18-21 meses de idade. No entanto, nenhuma diferença (P>0,05) entre os grupos aos 37-48 meses de idade foi encontrada. Diferenças no crescimento do VT e nas características espermáticas entre os grupos avaliados neste estudo provavelmente estão relacionadas à precocidade sexual.
The aim of this study was to describe the testicular volume (TV) growth curve as a function of age and evaluate sperm traits of Nellore bulls in the highest and the lowest spectrum of scrotal circumference (SC). For this purpose, a dataset of breeding soundness examination of Nellore bulls raised in grazing conditions, born from 1996 to 2008, was used. The animals were located in two farms, one is located in Magda/SP and the other is in Dois Irmãos do Buriti/MS. Testicular biometry was obtained annually at the time of the breeding soundness examination, which begins at 18 months of age. Data of SC, TV and sperm traits (sperm motility and sperm morphology) were obtained. A total of 443 evaluations from 96 bulls were obtained. Bulls were classified according to SC, measured at 18-21 months of age, into two groups, representing two extremes of the SC spectrum: highest, SC > 34 cm (209 evaluations from 46 bulls); and lowest, SC < 30 cm (234 evaluations from de 50 bulls). The TV growth curves were described by Logistic model by using MODEL procedure on SAS. Residual autocorrelation was verified by Durbin- Watson test, when significant (P < 0.05), it was modeled with first order autoregressive errors (AR(1)). Sperm traits at 18-21 months and 37-48 months of age were analyzed by analysis of variance. The estimated inflection point was 507.8 cm 3 at 419.6 days old for the group with the highest SC and 470.8 cm 3 at 808.4 days old for the group with the lowest SC. Regarding the sperm traits, the bulls from the highest group showed better sperm parameters (P < 0.05) than bulls of the lowest group, at 18-21 months old. However, no difference (P> 0.05) between groups was found at 37-48 months old. Differences in TV growth and sperm traits between groups evaluated in this study are probably related to sexual precocity.
Palavras-chave: Nelore (Bovino)
Testículo
Sêmen
CNPq: Reprodução Animal
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: OLIVEIRA, Giselle Dias. Desenvolvimento de touros da raça Nelore com elevado (+34 cm) ou reduzido (-30 cm) perímetro escrotal. 2018. 62 f. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2018.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://locus.ufv.br//handle/123456789/27247
Data do documento: 17-Dez-2018
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo484,46 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.