Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2726
Tipo: Dissertação
Título: Estado nutricional e condições de saúde dos idosos residentes no município de Viçosa - MG
Título(s) alternativo(s): Nutritional status and health conditions of elderly residents in the municipality of Viçosa - MG
Autor(es): Nascimento, Clarissa de Matos
Primeiro Orientador: Franceschini, Sylvia do Carmo Castro
Primeiro coorientador: Priore, Sílvia Eloiza
Segundo coorientador: Ribeiro, Andréia Queiroz
Primeiro avaliador: Acúrcio, Francisco de Assis
Segundo avaliador: Peixoto, Sérgio William Viana
Abstract: O estado nutricional interfere no contexto do envelhecimento da população. A avaliação das condições de saúde dos idosos é importante para se estabelecer relações entre a capacidade funcional, morbidade e o estado nutricional. Nesse contexto, o presente estudo objetivou avaliar o estado nutricional e as condições de saúde de idosos residentes no Município de Viçosa (MG). Realizou-se estudo seccional, em amostra aleatória simples de 621 idosos com 60 anos ou mais residentes no município de Viçosa (MG), em 2009. As entrevistas foram domiciliares e aplicou-se um questionário contendo informações sociodemográficas e de condições de saúde. Aferiu-se o peso, altura e perímetro da cintura (PC) e calculou-se o Índice de Massa Corporal (IMC); este classificado de acordo com os pontos de corte propostos por Lipschitz (1994). Para classificação do PC utilizou-se os pontos de cortes propostos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) (1998). A capacidade funcional foi avaliada através de dificuldade ou necessidade de ajuda para realizar as Atividades da Vida Diária (AVD) e as Atividades Instrumentais da Vida Diária (AIVD) de acordo com as escalas de Katz et al. (1963) e Lawton e Brody (1969), respectivamente. Estimou-se as prevalências de baixo peso, excesso de peso e capacidade funcional inadequada e sua associação com fatores sociodemográficos e de condições de saúde selecionados. Este trabalho foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Federal de Viçosa. Dos participantes 53,3% (n=331) eram do sexo feminino, a mediana da idade foi de 69 anos (60 a 98 anos). A prevalência de excesso de peso foi de 39,9% e maior nas mulheres (p <0,001) e apresentou para ambos os gêneros tendência de diminuição com a idade, mas essa redução foi significante apenas nas idosas (p=0,03). O excesso de peso se associou positivamente ao gênero feminino e história de artrite/ artrose e negativamente com o tabagismo e idade maior ou igual a 80 anos. O baixo peso foi maior no gênero masculino (18,2%), aumentou com o avanço da idade e associou-se com a pior percepção da saúde. Com relação a capacidade funcional inadequada, esta apresentou prevalência de 16,2%. Com o envelhecimento observou- se tendência de aumento da inadequação da capacidade funcional nos homens (p=0,003) e nas mulheres (p<0,001). Os fatores independentemente associados à capacidade funcional inadequada foram idade de 80 anos ou mais, pior percepção da saúde, restrição das atividades habituais por motivo de saúde, inatividade física e história de cinco ou mais doenças. Na associação entre IMC e PC com capacidade funcional inadequada encontrou-se que nos homens, o excesso de peso foi associado de forma positiva e significante com as atividades de vida diária (AVD) (OR=2,6, IC 95%: 1,2-6,0) e o maior PC foi associado de forma positiva e significante com as AVD (OR=2,2, IC 95%: 1,1-4,3). Para as mulheres o PC não se associou a capacidade funcional inadequada, mas o excesso de peso foi associado a capacidade funcional inadequada somente quando ajustado para variáveis sociodemográficas. Diante desses resultados, os idosos do município de Viçosa apresentam elevada prevalência de excesso de peso. A capacidade funcional inadequada aumentou com o envelhecimento em ambos os gêneros e apresentou maior prevalência nas mulheres. Assim, atenção deve ser dada aos idosos com alteração no estado nutricional e com incapacidade funcional, pois estes são mais propensos às doenças crônicas, e essa relação por sua vez compromete a qualidade de vida deste grupo etário.
Nutritional status interferes with the aging of the population. Assessing the conditions of the elderly is important to establish relationships between functional capacity, morbidity and nutritional status. In this context, this study aimed to evaluate the nutritional status and health conditions of elderly residents in the municipality of Viçosa (MG). The sectional study was conducted on a random sampling of 621 elderly aged 60 or more who were residents in Viçosa (MG) in 2009. The interviews were at home and a questionnaire containing sociodemographic information and health conditions was applied. The weight, height and waist circumference (WC) was measured and the Body Mass Index (BMI) was calculated; this was classified according to the cutoff points proposed by Lipschitz (1994). For the classification of the WC we used the cutoff points proposed by the World Health Organization (WHO) (1998). Functional capacity was assessed through difficulty or the need for help in performing Activities of Daily Living (ADL) and Instrumental Activities of Daily Living (IADL) in accordance to the scales of Katz et al. (1963) and Lawton e Brody (1969), respectively. The prevalence of underweight, overweight and inadequate functional capacity and its association with sociodemographic factors and health conditions selected was estimated. This study was approved by the Ethics Committee on Human Research of the Federal University of Viçosa. Of the participants, 53.3% (n = 331) were female, with a median age of 69 (60-98). The prevalence of overweight individuals was 39.9% and greater in women (p <0.001) and a tendency to decrease with age for both genders, but this reduction was significant only in the elderly (p = 0.03). Overweightness was positively associated with the female gender and a history of arthritis/arthrosis and negatively with smoking and an age greater than or equal to 80. Low weight was higher in males (18.2%), increased with advancing age and was associated with worse health perception. With regard to inadequate functional capacity, this presented a prevalence of 16.2%. With aging, a trend of increasing in the inadequate capacity in men (p = 0.003) and women (p <0.001) was observed. Factors independently associated with inadequate functional capacity were found in elderly 80 years of age or older, with worse health perception, restrictions of usual activities because of health problems, physical inactivity and a history of five or more diseases. In the association between BMI and WC with low functional capacity, overweightness was associated positively and significantly with activities of daily living in men (ADL) (OR=2.6, 95% IC: 1.2-6.0) and the largest WC was associated positively and significantly with ADL (OR = 2.2, 95% IC: 1.1-4.3) in men. For women, WC was not associated with inadequate functional capacity, but excess weight was associated with low functional capacity only when adjusted for sociodemographic variables. Given these results, the elderly in Viçosa presented a high prevalence of overweightness. Inadequate functional capacity increased with age in both sexes and was more prevalent in women. Thus, attention should be given to elderly people with excess weight and inadequate functional capacity, since they are more prone to chronic diseases, and this relationship in turn affects the quality of life in this age group.
Palavras-chave: Condições de saúde
Idosos
Estado nutricional
Capacidade funcional
Perímetro de cintura
Índice de massa corporal
Health conditions
Elderly
Nutritional status
Functional capacity
Waist circumference
Body mass index
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis
Programa: Mestrado em Ciência da Nutrição
Citação: NASCIMENTO, Clarissa de Matos. Nutritional status and health conditions of elderly residents in the municipality of Viçosa - MG. 2010. 176 f. Dissertação (Mestrado em Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2726
Data do documento: 28-Mai-2010
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf685,48 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.