Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2731
Tipo: Dissertação
Título: O generalista na estratégia de saúde da família: um Hércules entre a rotatividade e a utopia
Título(s) alternativo(s): The generalist strategy on family health: a Hercules between a turnover and utopia
Autor(es): Fonseca, Janaína Molinari Veloso
Primeiro Orientador: Cotta, Rosângela Minardi Mitre
Primeiro coorientador: Muniz, José Norberto
Segundo coorientador: Siqueira-batista, Rodrigo
Primeiro avaliador: Figueiredo, Adriana Maria de
Segundo avaliador: Dias, Cristina Maria Ganns Chaves
Abstract: O Programa de Saúde da Família (PSF) configura-se como principal instrumento de implementação da Atenção Primária à Saúde (APS) e estratégia chave para reformulação do sistema sanitário no Brasil - o Sistema Único de Saúde (SUS). O PSF tem enfrentado a rotatividade do médico generalista como um dos maiores entraves para sua implementação. Fundamentado no vínculo entre profissionais da equipe e população, a alta rotatividade dos médicos apresenta-se como importante desafio à sua efetividade. São implicadas como causas da rotatividade:carência de médicos para atuar no PSF, formas de contratação, infraestrutura material, dinâmica da assistência e condições sócio-políticas para desenvolvimento do trabalho. Este estudo apresenta, por meio da metáfora entre a condição do generalista no PSF e o mito de Hércules, alguns dos desafios que este profissional enfrenta e tem como objetivos:1) caracterizar quais seriam as implicações do perfil socioeconômico, profissional, de formação, hábitos de vida e condições de trabalho dos médicos no PSF de Belo Horizonte, Minas Gerais (PSF/BH) entre as causas de rotatividade deste profissional; 2) caracterizar as percepções dos profissionais médicos do PSF/ BH, quanto aos fatores que motivam ou não sua atuação no PSF e seus reflexos sobre a rotatividade e 3) caracterizar as condições de trabalho e estilo de vida, bem como as percepções quanto aos próprios hábitos alimentares, dos profissionais médicos em atuação no PSF/BH, e suas influências na rotatividade destes profissionais. Para tanto foi utilizado como métodoa pesquisa quali-quantitativa. A coleta de dados se deu por meio de entrevistas semiestruturadas a 18 médicos do PSF/BH, em Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) de maior e menor rotatividade nos nove distritos sanitários da x cidade.O corpus de análise dos dados qualitativos ocorreu por meio do método de análise de conteúdo. Como resultados ressalta-se que o PSF vem ao encontro dos anseios de uma gama de profissionais que tem como motivações a possibilidade de trabalho humanizado, longitudinal e integral que o PSF oferece, associado à atuação em saúde pública, a formação de vínculo, a educação permanente e a preferência por uma rotina de trabalho com horários bem definidos são fatores que melhoram a fixação destes profissionais ao PSF. A rotatividade dos médicos do PSF em estudo associa-se às condições de trabalho precárias, em especial à sobrecarga de trabalho, bem como às dificuldades relacionadas tanto à falta de um lugar adequado para realizar as refeições no local de trabalho, como a impossibilidade de deslocamento a casa ou restaurantes, devido ao tempo gasto. Os prejuízos aos hábitos de vida saudáveis são elementos que influem na rotatividade. Dificuldades com a infraestrutura, a sobrecarga de trabalho, a organização precária do serviço, problemas com a equipe de trabalho e com a gerência, bem como os relacionados a referencia e contra referencia, agravados pela violência, são fatores apontados como causas da rotatividade do médico, em busca de um melhor ambiente de trabalho. À semelhança de Hércules, ao carregar o mundo nas costas, o generalista no estudo entende que é necessária motivação não apenas ideologia, mas remuneração condizente para o trabalho em PSF, educação permanente, rotina de horários e de fluxo de atendimento, infraestrutura e organização do serviço. É preciso promover saúde, prevenir doenças e agravos, mas também é imprescindível contar com o trabalho em equipe, em todos os níveis de complexidade da atenção à saúde. Só assim, homens e não são semideuses estariam aptos e motivados a realizar tão desafiadora tarefa.
The Family Health Program (FHP) is configured as the primary instrument for implementing the Primary Health Care (PHC) strategy and key to reshaping the health system in Brazil - the Unified Health System (UHS). The FHP has dealt with turnover of general practitioners as one of the greatest obstacles to its implementation. Based on the relationship between health professionals and the population, the high turnover of physicians presents an important challenge to its effectiveness. Are implicated as causes of turnover: lack of doctors working in the FHP, hiring methods, material infrastructure, the dynamics of care and sociopolitical conditions for development work. This study presents through the metaphor of the general condition of the FHP and the myth of Hercules, some of the challenges these professionals to act in such a huge task and aims to: 1) to characterize what are the implications of socioeconomic profile, professional training, lifestyle and working conditions of medical FHP in Belo Horizonte, Minas Gerais among the causes of this professional turnover, 2) characterize the perceptions of medical professionals FHP of Belo Horizonte, Minas Gerais, about the factors that motivate or not his performance in the FHP and its impact on the turnover and 3) characterize the working conditions and lifestyle, as well as perceptions regarding their own eating habits, from professionals doctors in action in the FHP of Belo Horizonte, Minas Gerais, reflecting on its influence on turnover of these professionals. For this was used as the qualitative and quantitative research. Data collection was done through structured interviews of 18 doctors from FHP / BH in Units of Primary Health Care (UPHC) with lower and higher turnover for the city health district. The corpus of qualitative data analysis was performed by a method of content analysis. As a result it is noteworthy that the turnover of doctors in the study of the FHP, is associated with poor working conditions, particularly the work overload, and the difficulties related both to the lack of a suitable place to make meals at local work, such as inability to shift the home or restaurants because of the time spent. The damage to healthy lifestyles are all factors that influence the turnover. Although the FHP come and meet the aspirations of a range of professionals whose work motivated by the possibility of humanized, longitudinal and that the program provides comprehensive, linked to performance in public health, bonding, education and preference for permanent a routine work schedules with well-defined difficulties with infrastructure, work overload, poor organization of the service, problems with team work and management, issues related to reference and counter reference, aggravated by violence, are factors identified as causes of turnover doctor, seeking a better work environment. Like Hercules, to carry the world on the back, in the general study finds it necessary motivation - not just ideology, but remuneration for work in the FHP, continuing education, routine schedules and flow of care, infrastructure and organization service. We have to promote health, prevent disease and injury, but is also essential to have the team work, either within the Family Health Strategy (FHS), the UPHC or other levels of complexity of health care. Only then, men - and are not demigods - would be able and motivated to accomplish such a challenging task.
Palavras-chave: Condições de trabalho
Estilo de vida
Rotatividade
Saúde da família
Sistema Único de Saúde
Trabalho médico
Working conditions
Lifestyle
Turnover
Family health
Unified Health System
Medical
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis
Programa: Mestrado em Ciência da Nutrição
Citação: FONSECA, Janaína Molinari Veloso. The generalist strategy on family health: a Hercules between a turnover and utopia. 2011. 137 f. Dissertação (Mestrado em Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2731
Data do documento: 7-Fev-2011
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,18 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.