Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/27551
Tipo: Dissertação
Título: A eficiência das redes de franquias no Brasil: uma análise sob as óticas do franqueado e do franqueador
The efficiency of investment of franchise chains in Brazil: an analysis from the perspectives of the franchisee and the franchisor
Autor(es): Silva, Isa Dora Almeida Oliveira da
Abstract: Diante de seu crescimento e de sua importância econômica no Brasil e no mundo, o Sistema de Franquias vem ganhando atenção de pesquisadores. No entanto, têm-se conhecimento de pouquíssimos trabalhos que analisem a eficiência de empresas que operam nesse setor, mesmo a nível internacional. Nesse contexto, frente às inúmeras opções de redes de franquias disponíveis e tendo em vista as vantagens que algumas podem apresentar sobre as outras, este estudo se propôs a analisar a eficiência deste sistema, a partir de uma modelagem que considera o investimento realizado pelo franqueado e pelo franqueador, bem como os resultados alcançados por ambos os stakeholders. Propôs-se, analisar ainda a relação entre o indicador de eficiência global do sistema e duas características das redes de franquias que podem favorecer a eficiência: o tamanho da rede e seu tempo em operação. Para isso, foi utilizada a metodologia não paramétrica da análise envoltória de dados (DEA) pressupondo orientação a produto, com os resultados sendo refinados pela técnica multivariada de análise discriminante. A amostra utilizada é composta por 88 redes de franquias, de 10 diferentes segmentos, em operação no país no ano de 2018. Os resultados obtidos revelam um desempenho médio mais elevado entre os franqueados do que entre os franqueadores, sendo a média de eficiência no primeiro modelo de 85% e no segundo modelo, de 79%. Ademais, 39% das redes de franquias da amostra foram classificadas como globalmente eficientes 36%, como globalmente ineficientes, tendo sido as 25% restantes classificadas como intermediárias. Com uma taxa de 89,4% de sucesso, a análise discriminante destacou a importância do faturamento e da qualidade das redes de franquias, bem como do tamanho da rede e do tempo em operação como fatores discriminantes da eficiência global das redes de franquias. Isso quer dizer que para 67% da amostra, valores mais elevados das variáveis faturamento, qualidade, tamanho da rede e tempo em operação, resultam em melhores resultados no que se refere a eficiência global do investimento no sistema. Estes resultados indicam que as redes de franquias podem alcançar a eficiência, independentemente da dimensão das outras variáveis que compõe os modelos, ou seja, valores elevados para as variáveis capital inicial, taxa de franquia, taxa de royalties e taxa de publicidade não impedem que ambos os stakeholders alcancem resultados favoráveis, desde que possuam valores relativamente elevados para as variáveis discriminantes. A importância das variáveis tamanho da rede e tempo em operação para a eficiência global do sistema parece indicar, ainda, que a escala de produção e a experiência do franqueador induzem reduções de custos e elevação de receitas, maximizando o retorno do investimento nesse sistema, conforme sugeriu o problema de pesquisa proposto. Apesar disso, é prematuro generalizar estes resultados, uma vez que derivam de um procedimento empírico realizado apenas para uma amostra de redes de franquias, de modo que mais estudos são necessários. Palavras-chave: Franquias (Comércio varejista). Eficiência.
Given its growth and economic importance in Brazil and worldwide, the Franchise System has been gaining attention of researchers. However, few studies have analyzed the efficiency off companies operating in this sector, including internationally. In this context, considering the numerous options of franchise chains available and the advantages that some may have over others, this study aimed to analyze the efficiency of this system, based on a modeling that considers franchisee investment and the franchisor investment, as well as the results achieved by both stakeholders. Also was analyzed the relationship between the global efficiency indicator of the franchise system and two characteristics of franchise chains that may favor the efficiency: the chains size and the time operating. For this, the nonparametric methodology knows as data envelopment analysis (DEA) was used assuming product orientation, with the results being refined by the multivariate discriminant analysis technique. The sample used is composed of 88 franchise chains, from 10 different segments, operating in the country in 2018. The results show a higher average performance among franchisees than franchisors, being the average efficiency in the first model off 85% and in the second model off 79%. In addition, 39% of the sample franchise chains were classified as globally efficient, 36% as globally inefficient and the 25% remaining, as intermediaries. With an 89.4% success rate, discriminant analysis highlighted to the franchise chains billing and quality, as well as the franchise chains size and the time operating to discriminate against their global efficiency. This means that for 67% of the sample the higher billing, quality, size and operating time results in better global efficiency indicators. These results indicate that franchise chains can be efficiency regardless of the others variables dimension that make up the models. In other words, higher values for the initial capital, for the franchise rate, for the rate royalties and for the advertising rate don't prevent both stakeholders achieve favorable results, provided they have relatively high values for discriminant variables. The importance of the franchises chains size and operating time for the global system efficiency seems to also indicate that the economy scale and franchisor's experience induce cost reductions and increased revenues, maximizing the investment return in this system, as shown the proposed research problem. Nevertheless, generalize these results it is premature, since they derive from an empirical procedure performed only for a sample of franchise chains, so further studies are needed. Keywords: Franchise (Retail business). Efficiency.
Palavras-chave: Franquias (Comércio varejista)
Eficiência
CNPq: Métodos Quantitativos em Economia
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SILVA, Isa Dora Almeida Oliveira. A eficiência das redes de franquias no Brasil: uma análise sob as óticas do franqueado e do franqueador. 2019. 66 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://locus.ufv.br//handle/123456789/27551
Data do documento: 10-Jul-2019
Aparece nas coleções:Economia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo720,57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.