Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2757
Tipo: Dissertação
Título: Influência do treinamento em natação sobre fatores de risco cardiovascular em modelo experimental da síndrome metabólica
Título(s) alternativo(s): Influence of swim training on cardiovascular risk factors in an experimental model of metabolic syndrome
Autor(es): Silva, Ângela Antunes
Primeiro Orientador: Natali, Antônio José
Primeiro coorientador: Peluzio, Maria do Carmo Gouveia
Segundo coorientador: Gomes, Thales Nicolau Primola
Primeiro avaliador: Silva, Marcelo Eustáquio
Abstract: Este estudo teve como objetivo verificar os efeitos do treinamento em natação sobre fatores de risco cardiovascular em modelo experimental da síndrome metabólica (SM). Foram utilizados 46 ratos espontaneamente hipertensos (SHR) com 2 dias de vida, peso inicial de 6,496 ± 0,177 g (média ± desvio padrão). Do segundo ao oitavo dia de vida, 23 ratos receberam injeções subcutâneas de solução de glutamato monossódico (MSG) uma vez ao dia, na dose de 4 mg/g de peso corporal (grupo MSG). Os animais restantes receberam injeções subcutâneas com a mesma dosagem de solução salina (grupo SAL, n=23). Após 20 semanas de vida, os grupos foram distribuidos em MSG.b, SAL.b (grupos baseline), MSG.c, SAL.c (grupos controle), MSG.t, SAL.t (grupos treinados). Os animais dos grupos treinados foram submetidos ao treinamento em natação (5x/semana, 1 hora/dia, 80% da capacidade aeróbica) por 8 semanas. Ganho de peso corporal, consumo alimentar, pressão arterial, tolerância à glicose, sensibilidade à insulina, insulinemia de jejum, adiposidade visceral, área dos adipócitos viscerais e composição da carcaça eviscerada foram avaliados antes e após o treinamento. O tratamento com MSG aumentou (p<0,05) a adiposidade visceral, a área dos adipócitos viscerais e o percentual de gordura da carcaça, e reduziu (p<0,05) o percentual de proteína e de água da carcaça e a tolerância à glicose. O treinamento em natação reduziu (p<0,05), a pressão arterial (MSG.t e SAL.t), a adiposidade visceral (MSG.t), e aumentou (p<0,05) a tolerância à glicose (MSG.t e SAL.t), a sensibilidade à insulina (MSG.t), o percentual de água da carcaça (SAL.t) e o percentual de proteína da carcaça (MSG.t). Concluiu-se que o treinamento em natação foi eficiente em melhorar a pressão arterial, a adiposidade visceral e o metabolismo da glicose no modelo experimental de SM.
The aims of this study were to investigate the effects of swimming on adiposity, blood pressure, glucose tolerance and insulin sensitivity in an animal model of metabolic syndrome (MS). Forty six two-day old spontaneously hypertensive rats (SHR) [body weight = 6.496 ± 0.177 (mean ± SD)] were used. From the second to the eighth day of life 23 rats received subcutaneous injections of monosodium glutamate (MSG) daily [4 mg / g body weight (MSG group)]. The other 23 animals received subcutaneously the same dosage of a saline solution (SAL group). After 20 weeks of life, these groups were divided into MSG.b, SAL.b (baseline group), MSG.c, SAL.c (control groups), MSG.t, SAL.t (training groups). Animals from trained groups were submitted to a swimming training program (5 days/week, 1 hour/day, 80% of aerobic capacity) for 8 weeks. Body weight gain, food consumption, blood pressure, glucose tolerance, insulin sensitivity, fasting insulin, visceral adiposity, visceral adipocyte area and composition of the eviscerated carcass were evaluated before and after the training period. Treatment with MSG increased (p <0.05) visceral adiposity, visceral adipocyte area, the percentage of carcass fat, and reduced (p <0.05) the percentage of protein and water in the carcass, and glucose tolerance. The swimming training program reduced (p <0.05), blood pressure (MSG.t SAL.t) visceral adiposity (MSG.t), and increased (p <0.05) glucose tolerance ( MSG.t SAL.t), insulin sensitivity (MSG.t), the percentage of water consumption (SAL.t) and the percentage of protein in the carcass (Msg. t). It was concluded that swimming training is effective in improving blood pressure, visceral adiposity, and glucose metabolism in the experimental model of MS.
Palavras-chave: Exercício
Obesidade
Hipertensão
Resistência à insulina
Exercise, Obesity, Hypertension, Insulin Resistance
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis
Programa: Mestrado em Ciência da Nutrição
Citação: SILVA, Ângela Antunes. Influence of swim training on cardiovascular risk factors in an experimental model of metabolic syndrome. 2011. 91 f. Dissertação (Mestrado em Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2757
Data do documento: 31-Ago-2011
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,07 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.