Locus  

Proposta de melhorias no perfil de metadados geoespaciais do Brasil

Show simple item record

dc.contributor Lisboa Filho, Jugurta
dc.contributor Santos, Afonso de Paula dos
dc.contributor.advisor Medeiros, Nilcilene das Graças
dc.creator Loti, Layane Beatriz Silva
dc.date.accessioned 2020-03-11T14:44:04Z
dc.date.available 2020-03-11T14:44:04Z
dc.date.issued 2019-08-26
dc.identifier.citation LOTI, Layane Beatriz Silva. Proposta de melhorias no perfil de metadados geoespaciais do Brasil. 2019. 100 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2019. pt-BR
dc.identifier.uri https://locus.ufv.br//handle/123456789/27652
dc.description.abstract O crescente número de instituições envolvidas na produção/armazenamento/uso de dados e consequentemente de metadados geográficos, trouxe a necessidade de organizar e disponibilizar tais informações, utilizando padrões a fim de garantir a interoperabilidade entre os sistemas. O governo federal, por meio do Decreto Lei n° 6.666 de 2008, instituiu a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE) para ordenar a criação, armazenamento, acesso, publicação e o uso de dados geográficos. A INDE é constituída de diversas especificações técnicas, sendo uma delas, o Perfil de Metadados Geoespaciais do Brasil (Perfil MGB) que define os elementos a serem incluídos em uma instância de metadados. O Perfil MGB foi elaborado segundo o padrão ISO 19115: 2003, publicado pela Organização Internacional de Padronização (ISO). Entretanto, estudos vêm mostrando que o maior número de metadados geográficos construídos por instituições e pequenas empresas, não segue o padrão proposto no Perfil MGB devido à sua complexidade e a sua não atualização conforme a ISO 19115. O estudo dessa dissertação explorou os elementos constituintes da norma internacional para metadados geográficos, ISO 19115:2003 e a sua atualização, ISO 19115-1: 2014, para estruturar propostas de alterações e complementos para o Perfil MGB a fim de auxiliar, facilitar e ampliar a produção de metadados geoespaciais padronizados no Brasil. As análises mostraram as propostas de adequações, para ajuste dos elementos inconsistentes da especificação técnica do Perfil MGB, elaborada pela Comissão Nacional de Cartografia (CONCAR) em 2009 e dos Templates do Perfil MGB disponibilizados pela INDE. O estudo também propôs uma nova estrutura do Perfil MGB para implementação dos Perfis MGB completo para dados Raster, completo para dados vetoriais e para o perfil sumarizado. Após aplicar as adequações sugeridas, o estudo demonstrou que poderá auxiliar nas adequações da especificação técnica do Perfil MGB e consequentemente, aumentar o uso do padrão na construção de metadados geoespaciais dentro de empresas e instituições. Palavras-Chave: Perfil MGB, ISO 19115, INDE. pt-BR
dc.description.abstract The larger number of institutions in the production / storage / use of data and consequently geographic metadata has brought the need to plan and make available this information, using standards to ensure interoperability between systems. The federal government, through Decree Law No. 6,666 of 2008, established a National Spatial Data Infrastructure (INDE) to order the creation, storage, access, publication and use of geographic data. An INDE is included in several standards, one of which is the Brazilian Geospatial Metadata Profile (MGB Profile) that defines the elements included in a metadata instance. The MGB Profile has been prepared according to the ISO 19115: 2003 standard, published by the International Organization for Standardization (ISO). However, studies showing the largest number of geographic metadata built by institutions and small businesses do not follow the standard proposed in the MGB due to its own scientific standard 19115. The study of this dissertation explored the constituent elements of the international standard for geographic metadata, ISO 19115. : 2003 and its update, ISO 19115-1: 2014, for structuring change policies and additions to the MGB profile and to assist, facilitate and expand the production of geospatial metadata in Brazil. How were the adequacy analyzes, to adjust the inconsistent elements of the MGB Profile standard prepared by the National Cartography Commission (CONCAR) in 2009 and the MGB Profile Models provided by INDE. The study also proposed a new MGB Profile framework for deploying MGB profiles for Raster data, complete for graphical data, and for the summarized profile. After applying the appropriate measures, the study demonstrated that they are in favor of the adequacy of the MGB Profile standard and, consequently, increase the use of the standard in the geospatial metadata methodology within large companies and institutions. Keywords: MGB Profile, ISO 19115, INDE. en
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.rights Acesso Aberto pt-BR
dc.subject Dados geoespaciais pt-BR
dc.subject Dados geoespaciais - Brasil pt-BR
dc.subject Metadados pt-BR
dc.subject ISO 19115 pt-BR
dc.title Proposta de melhorias no perfil de metadados geoespaciais do Brasil pt-BR
dc.title Proposal for improvements in the geospatial metadata profile of Brazil en
dc.type Dissertação pt-BR
dc.subject.cnpq Cartografia Básica pt-BR
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/3953575202499944 pt-BR
dc.degree.grantor Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.degree.department Departamento de Engenharia Civil pt-BR
dc.degree.program Mestre em Engenharia Civil pt-BR
dc.degree.local Viçosa - MG pt-BR
dc.degree.date 2019-08-26
dc.degree.level Mestrado pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Engenharia Civil [401]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account