Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2785
Tipo: Dissertação
Título: Balanço energético em indivíduos saudáveis após consumo de grão, pasta, farinha ou óleo de amendoim
Título(s) alternativo(s): Energy balance in healthy individuals after consumption of peanuts, peanut butter, peanut flour or peanut oil
Autor(es): Cruz, Ana Cristina Rodrigues Ferreira da
Primeiro Orientador: Costa, Neuza Maria Brunoro
Primeiro coorientador: Bressan, Josefina
Segundo coorientador: Alfenas, Rita de Cássia Gonçalves
Primeiro avaliador: Monteiro, Márcia Regina Pereira
Segundo avaliador: Franceschini, Sylvia do Carmo Castro
Abstract: Foram avaliados os efeitos de uma alimentação contendo amendoim em grão (AM) ou seus derivados pasta (PA), farinha (FA) e óleo (OA) na digestibilidade aparente de macronutrientes e energia e na manutenção do peso corporal de 31 voluntários adultos saudáveis (16 do sexo feminino e 15 do sexo masculino). Cada grupo foi composto por 8 indivíduos, exceto o grupo FA, com 7. Durante 7 - 9 dias, todos receberam alimentação sem produto teste, utilizando óleo de canola como principal fonte lipídica, e na 2a etapa receberam a mesma alimentação com 7og de produto teste substituindo parcialmente as calorias e os macronutrientes. Todos os alimentos consumidos nas duas etapas foram fornecidos e controlados. A totalidade das fezes foi coletada ao longo das 2 etapas e analisada quanto aos macronutrientes e energia, da mesma forma que toda alimentação, para calculo da digestibilidade aparente. Foi feita avaliação nutricional em 3 momentos: (1) início da 1a etapa, (2) final da 1a etapa/início da 2a e (3) final da 2a etapa. A ingestão de alimentação contendo FA promoveu maior excreção de nutrientes do que no período controle. Tal efeito ocorreu provavelmente em função do seu maior conteúdo de fibras, promovendo menor relação de peso por calorias ingeridas independentemente de balanço energético positivo na 2a etapa (+312,7kcal, contra 116,9 na primeira). A digestibilidade de energia no período teste OA foi maior do que no controle e no grupo AM. Entretanto, apesar da maior quantidade de energia disponível para absorção e do aumento nas calorias excedentes do balanço energético estimado para a 2a etapa (+475,5kcal), não houve aumento de peso. O grupo PA apresentou peso na 3a avaliação menor do que na la. O consumo de PA não exerceu isoladamente efeito no estado nutricional, com exceção da redução da relação peso / ingestão calórica, o que foi observado em todos os produtos avaliados. Não houve assim efeito específico deste produto teste, o que se deve à não alteração do padrão de digestibilidade de nutrientes após seu consumo, quando comparado com o consumo do período controle. Ja o consumo de AM promoveu isoladamente redução de peso, o que se manteve após correção para ingestão calórica total. Uma das causas desse efeito é a redução da digestibilidade lipídica após consumo do AM. Esta redução foi maior do que a promovida após consumo de igual quantidade de PA (de semelhante composição, diferindo apenas no grau de processamento), o que demonstra que o efeito do consumo do alimento em grão foi o que atingiu maior redução do lipídio disponível para absorção, bem como efeito marcante no controle do peso corporal. Apesar da maior ingestão calórica e consequente balanço energético positivo, o grupo de produtos teste apresentou efeito potencial na manutenção do peso corporal dos 31 voluntários, sendo o amendoim em grão o promotor de efeito mais pronunciado em função da sua menor digestibilidade aparente de lipídio e conseqüente redução no peso corporal.
The effects of meals containing peanuts (AM), peanut butter (PA), peanut flour (FA) and peanut oil (OA) were evaluated for macronutrients and energy apparent digestibility and body weight maintenance of 31 healthy adults (16 females and 15 males). Each group was composed by 8 people, except FA group, with 7. During 7 - 9 days, all volunteers received meals without test products, using canola oil as main lipid source. During 2nd stage, volunteers received the same meals with 7og of test products substituting macronutrients and calories partially. All foods consumed in those two stages were supplied and controlled. Both, the totality of feces (collected along the 2 stages) and all meals supplied were analyzed regarding macronutrients and energy, in order to calculate apparent digestibility. A nutritional evaluation was performed in 3 moments: (1) beginning of the 1st stage, (2) end of the 1st stage/beginning of 2nd stage and (3) end of the 2nd stage. FA consumption promoted larger nutrients excretion comparing with control meals. Such effect probably happened due to its greater fiber content, that promoted smaller weight/ caloric ingestion ratio in spite of positive energy balance in 2nd stage (+312,7kcal, against 116,9 in the first). The energy digestibility in OA tests Was greater than in control and AM group. However, in spite of the largest amount of available energy for absorption and calories increase of energy balance esteemed for 2nd stage (+47 5,5kcal), there was no body weight gain. The PA group presented smaller body weight in the 3rd evaluation comparing with the 1st one. PA consumption didn't performed isolated effect in the nutritional state, except for reduction in weight / caloric ingestion ratio, which was observed in all tested products. There was no specific effect of this test product due to the non alteration of nutrients digestibility pattern after its consumption, when compared with control period consumption. AM consumption promoted reduction of body weight, which was also observed after correction for total caloric ingestion. One of the causes for that effect is the lipid digestibility reduction after AM consumption. This reduction was greater than the reduction promoted after consumption of the same amount of PA (similar composition, just differing in processing degree), demonstrating the effect of peanut in kernel consumption reached larger reduction of available lipid for absorption, as well as great effect in body weight control. In spite of its largest caloric ingestion and consequent positive energy balance, the group of products tested presented potential effect in body weight maintenance of the 31 volunteers, and peanuts in grain promoting the most pronounced effect due to its smallest apparent lipid digestibility and consequent reduction in body weight.
Palavras-chave: Amendoim
Balanço energético e absorção
Peanut
Energy balance and absorption
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO::DIETETICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis
Programa: Mestrado em Ciência da Nutrição
Citação: CRUZ, Ana Cristina Rodrigues Ferreira da. Energy balance in healthy individuals after consumption of peanuts, peanut butter, peanut flour or peanut oil. 2006. 132 f. Dissertação (Mestrado em Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2785
Data do documento: 24-Fev-2006
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf505,22 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.