Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/28401
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização morfométrica de Lonchophylla Thomas, 1903 (Chiroptera, Lonchophyllinae) no Brasil
Morphometric characterization of Lonchophylla Thomas, 1903 (Chiroptera, Lonchophyllinae) in Brazil
Autor(es): Nascimento, Maria Clara do
Abstract: Lonchophylla Thomas, 1903 apresenta 14 espécies de morcegos endêmicos da região neotropical, ocorrendo do sul da Nicarágua ao sul da Bolívia e sudeste do Brasil. Neste trabalho foi feita a caracterização morfométrica das quatro espécies de Lonchophylla com ocorrência no território brasileiro (L. mordax, L. thomasi, L. bokermanni e L. dekeyseri), com base em 18 medidas cranianas e 18 somáticas de 214 peles e 168 crânios de espécimes depositados em coleções científicas, além de um extenso levantamento bibliográfico acerca da distribuição geográfica do gênero no Brasil. Foram utilizadas análises de variância univariada para avaliar a presença de dimorfismo sexual nas espécies e análises de componentes principais (ACP) para avaliar a variação morfométrica. Não foi registrado dimorfismo sexual para os grupos estudados. Os resultados indicam que L. thomasi é táxon facilmente distinguível morfometricamente, enquanto L. mordax e L. dekeyseri podem representar uma mesma espécie. Lonchophylla bokermanni passa a ser restrito à Serra do Cipó, em Minas Gerais, pertencendo os exemplares provenientes da Mata Atlântica do Rio de Janeiro e Espírito Santo a uma nova espécie, aqui informalmente designada como L. “Mata Atlântica”. Um exemplar do reservatório de Xingó, na divida de Sergipe e Alagoas, parece também representar outra espécie não descrita, aqui informalmente tratada como L. “Xingó”. Novas informações geográficas (incluindo mapas) são fornecidas para todos os grupos estudados.
Lonchophylla Thomas, 1903 presents 14 species of bats endemic to the Neotropical Region occurring from the south of Nicaragua to the south of Bolivia and southeastern Brazil. In this work, a morphometric characterization of the four species of Lonchophylla reported for the Brazilian territory (L. mordax, L. thomasi, L. bokermanni and L. dekeyseri), was done based on 18 cranial and 18 body measurements, from 214 skins and 168 skulls of specimens housed in scientific collections, besides a wide bibliographic survey of the geographic distribution of the genus in Brazil. Analyses of univariate variance were used to evaluate the presence of sexual dimorphism in the examined species, and principal component analyses (PCA) were used to evaluate the morpjometric variation. No sexual dimorphism was reported for the studied groups. Results suggest that morphometrically, L. thomasi is an easily recognized taxon, while L. mordax and L. dekeyseri could represent the same species. Lonchophylla bokermanni is now restricted to the Serra do Cipó, in the state of Minas Gerais, while specimens from the Atlantic Forest of Rio de Janeiro and Espírito Santo states represents a new species, herein informally named L. “Mata Atlântica”. A specimen from the Xingó reservoir, in the boundary of Sergipe and Alagoas states, seems to be another undescribed species, herein informally designated L. “Xingó”. New geographical information (including maps) is presented for all the groups studied.
Palavras-chave: Morcego - Classificação - Brasil
Morcego - Identificação - Brasil
Lonchophylla
CNPq: Zoologia
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: NASCIMENTO, Maria Clara. Caracterização morfométrica de Lonchophylla Thomas, 1903 (Chiroptera, Lonchophyllinae) no Brasil. 2012. 58 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://locus.ufv.br//handle/123456789/28401
Data do documento: 30-Mar-2012
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo3,88 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.