Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2876
Tipo: Dissertação
Título: Biocontrole de Salmonella enterica em pele de frango de corte
Título(s) alternativo(s): Biocontrol of Salmonella enterica in poultry skin
Autor(es): Hungaro, Humberto Moreira
Primeiro Orientador: Mendonça, Regina Célia Santos
Primeiro coorientador: Vanetti, Maria Cristina Dantas
Segundo coorientador: Pinto, Cláudia Lúcia de Oliveira
Primeiro avaliador: Andrade, Nélio José de
Segundo avaliador: Peña, Wilmer Edgard Luera
Abstract: Em função da necessidade de formas alternativas de controle de micro-organismos em alimentos e da crescente demanda dos consumidores por produtos mais saudáveis, este trabalho teve como objetivo avaliar a atividade de bacteriófagos na redução de Salmonella enterica em pele de frango. Os bacteriófagos foram isolados de fezes de aves de criação extensiva de propriedades na região de Viçosa-MG, utilizando Salmonella Enteritidis como hospedeiro. Foram selecionados cinco bacteriófagos para descontaminação de pele de frango, por meio de avaliação do perfil lítico em comparação com bacteriófago P22. Os bacteriófagos selecionados foram avaliados quanto à especificidade em relação a várias estirpes de micro-organismos, morfologia e atividade sobre Salmonella Enteritidis em meio de cultivo. Os bacteriófagos foram utilizados na descontaminação de pele de frango inoculada com Salmonella Enteritidis e comparados com outros métodos de descontaminação. Foram também testados para verificar a redução da contagem de Salmonella Enteritidis em amostras de pele de frango armazenadas sob refrigeração e congelamento ao longo de 30 dias de estocagem. Os bacteriófagos de Salmonella foram isolados de 24 amostras de fezes de aves em 62,5 % das propriedades avaliadas, e atingiram concentrações de 108 a 1010 PFU mL-1 após propagação. Os cinco bacteriófagos selecionados apresentaram atividade sobre várias estirpes de Salmonella enterica, porém dois desses bacteriófagos foram inespecíficos e lisaram Escherichia coli e Cronobacter muytjensii. Em relação à morfologia, todos apresentaram cabeça icosaédrica e pequenas caudas o que indica serem da ordem Caudovirales e da família Podoviridae. O efeito dos bacteriófagos sobre a contagem de Salmonella em meio de cultura foi dependente da concentração de bacteriófago utilizada. As maiores reduções de células viáveis de Salmonella de, aproximadamente, 2,5 log UFC mL-1 foram obtidas nos cultivos adicionados de bacteriófagos na concentração inicial de 109 PFU mL-1 e na temperatura de 25 °C. A redução de Salmonella em pele de frango com mistura de bacteriófagos foi de, aproximadamente, 0,92 log UFC.cm-2, e equivalente a outros métodos de descontaminação avaliados, tais como tratamentos com solução de dicloroisocianurato a 200 mg.L-1 , solução de ácido peracético a 112 mg.L-1, e solução de ácido lático a 2 % (v/v). Observou-se uma tendência de diminuição na contagem de Salmonella dos fragmentos de pele de frango armazenados sob refrigeração e congelamento à medida que se aumentava a concentração da mistura de bacteriófagos adicionada, e as maiores reduções de, aproximadamente, 2,0 log UFC.cm-2 foram obtidas com adição da mistura de bacteriófagos na concentração de 109 PFU mL-1. As reduções na contagem de Salmonella dos fragmentos de pele de frango não foram influenciadas pela variação da contaminação dos fragmentos de pele nem pela condição e período de armazenamento. A concentração de bacteriófagos na pele de frango armazenada sob refrigeração e congelamento permaneceu constante durante o período avaliado. Os bacteriófagos selecionados apresentam potencial de utilização como tecnologia complementar no controle de Salmonella em carne de aves.
According on the need for alternative ways to control microorganisms in food and the growing consumer demand for healthier products, this study aimed to evaluate the activity of bacteriophages to reduce Salmonella enterica in poultry skin. Bacteriophages were isolated from feces of poultry of extensive flock in the region of Viçosa-MG, using Salmonella Enteritidis as host. We selected five bacteriophages to decontaminate chicken skin, through evaluation of the profile compared with lytic bacteriophage P22. Bacteriophages selected were evaluated for specificity against several strains of micro-organisms, morphology and activity on Salmonella Enteritidis in the culture medium. Bacteriophages were used in the decontamination of chicken skin inoculated with Salmonella Enteritidis and compared with other methods of decontamination. Were also tested to verify the count reduction of Salmonella Enteritidis in samples of chicken skin stored at refrigeration and freezing along 30 days of storage. Bacteriophages of Salmonella were isolated from 24 samples of poultry feces in 62.5% of the properties and concentrations reached 108 to 1010 PFU mL-1 after propagation. The five selected phages showed activity against several strains of Salmonella enterica, but two of these bacteriophages were not specific and capable of lysing Escherichia coli and Cronobacter muytjensii. With respect to morphology, all had icosahedral heads and short tails indicating that they are of the order Caudovirales and family Podoviridae. The effect of bacteriophages on the count of Salmonella in the culture medium was dependent on the concentration of phage used. The greatest decreases of viable cells of Salmonella by approximately 2.5 log CFU mL-1 were obtained in cultures added bacteriophages of the initial concentration of 109 PFU mL-1 and at 25 ° C. The reduction of Salmonella in chicken skin with a mixture of bacteriophages was approximately 0.92 log UFC.cm-2, and equal to other decontamination methods evaluated, such as treatments with dichloroisocyanurate solution at 200 mg.L-1, solution of peracetic acid to 112 mg.L-1, and lactic acid solution 2% (v / v). We observed a decreasing trend in the count of Salmonella from chicken skin fragments stored under refrigeration and freezing as it increased the concentration of the mixture of bacteriophages added, and the largest reductions of approximately 2.0 log UFC.cm-2 were obtained with the addition of the mixture of bacteriophages at a concentration of 109 PFU mL-1. Reductions in Salmonella counts of chicken skin fragments were not influenced by variation of the contamination of the fragments of skin and the condition and storage period. The concentration of bacteriophage in chicken skin stored under refrigeration and freezing remained constant during the study period. Selected Bacteriophages show promise for use as complementary technology to control Salmonella in poultry meat.
Palavras-chave: Bacteriófago
Salmonella
Carcaças
Biocontrole
Bacteriophages
Salmonella
Carcasses
Biocontrol
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS::CIENCIA DE ALIMENTOS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentos
Programa: Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos
Citação: HUNGARO, Humberto Moreira. Biocontrol of Salmonella enterica in poultry skin. 2010. 89 f. Dissertação (Mestrado em Ciência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2876
Data do documento: 10-Fev-2010
Aparece nas coleções:Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.