Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2915
Tipo: Dissertação
Título: Formulação e caracterização de mortadelas com adição de fibras funcionais e redução de gordura
Título(s) alternativo(s): Production and characterization of fiber added and fat reduced mortadellas
Autor(es): Guimarães, Camila Fonseca
Primeiro Orientador: Gomide, Lucio Alberto de Miranda
Primeiro coorientador: Fontes, Edimar Aparecida Filomeno
Segundo coorientador: Martino, Hércia Stampini Duarte
Primeiro avaliador: Chaves, José Benício Paes
Segundo avaliador: Ramos, Eduardo Mendes
Abstract: Para desenvolver produtos cárneos emulsionados que sejam fontes de fibras alimentares e, ou, com reduzido teor de gordura, estudou-se o efeito da adição de fibras alimentares e a substituição de 25 ou 50% de toucinho por carne ou por 4% de distintas combinações (70/30, 50/50 e 30/70) de fibras solúveis (FS) e insolúveis (FI) e água em mortadelas. Foram avaliadas as características químicas (composição centesimal, TBARS e valor energético) e físicas (pH, Aa, análise de perfil de textura instrumental, avaliação objetiva de cor e estabilidade de emulsão) e a aceitação sensorial de mortadelas quanto ao sabor. Além de uma formulação-controle (sem redução de toucinho e sem adição de fibras alimentares), foram elaboradas outras 11 formulações, com base na adição de fibras à mortadela com teor normal de gordura (F1, F2 e F3), na substituição de 25 ou 50% de toucinho por carne (F4 e F8, respectivamente) ou por fibras alimentares hidratadas (F5, F6, F7 e F9, F10 e F11, respectivamente). Exceto pelo menor (P < 0,05) teor de água, mortadelas adicionadas de fibras apresentaram (P > 0,05) composição, índices físico-químicos, valor calórico, textura e sabor similares àqueles da mortadela controle; apenas a mortadela com adição de 1,2% de FS e 2,8% de FI apresentou (P < 0,05) menor valor de a* e maior dureza que a formulação-controle. Em geral, mortadelas adicionadas de fibras apresentam (P > 0,05) a mesma composição, e as mesmas características químicas, de cor, de textura e de sabor. Entretanto, observou-se (P < 0,05) maior dureza nas mortadelas com adição de 1,2% de FS e 2,8% de FI que naquelas adicionadas de 2,8 e 2,0% FS e 1,2 e 2,0% de FI e que não diferiram (P > 0,05) entre si. Em relação à formulação-controle, em qualquer nível (25 ou 50%) de substituição de toucinho por carne as mortadelas se apresentaram (P < 0,05) mais duras e elásticas, com menor teor de gordura e valor calórico; também apresentaram (P < 0,05) maiores teores de água e proteínas e sem diferença (P > 0,05) nos valores de TBARS, de pH, de Aa e das coordenadas de cor, teores de resíduo mineral fixo e carboidratos; apenas no nível de 50% de substituição de toucinho por carne as mortadelas apresentaram (P < 0,05) mais saborosas, com maior estabilidade de emulsão e com maiores valores de coesividade e mastigabilidade que a mortadela-controle. Comparada à formulação-controle, a substituição de toucinho por fibras produziu quase os mesmos efeitos da sua substituição por carne; apenas os valores de dureza, elasticidade e mastigabilidade da formulação em que se substituiu 25% do toucinho por 2,8% de FS e 1,2% de FI foram iguais (P > 0,05) àqueles da formulação-controle; no nível de 50% de substituição de toucinho por fibras a coesividade (independentemente da mistura de fibras) e a mastigabilidade das mortadelas se mostraram similares (P > 0,05) àquelas da formulação-controle. Exceto pela aceitação, ao se comparar as misturas de fibras dentro de cada nível (25 ou 50%) de substituição de toucinho por fibras não houve (P > 0,05) nenhuma diferença entre misturas de fibras. Comparadas às mortadelas formuladas pela substituição de 50% de toucinho por fibras (F8 a F11), mortadelas com 25% de substituição de toucinho por fibras (F4 a F7) apresentaram (P < 0,05) menor teor de água, estabilidade de emulsão e valores de todos os parâmetros de textura; também apresentaram maiores teores de gordura e de resíduo mineral fixo e valor de luminosidade; as demais variáveis analisadas não diferiram (P > 0,05). Comparadas às mortadelas em que 25% de toucinho foram substituídos por 4% de fibras hidratadas, mortadelas adicionadas de fibras (F1 a F3) apresentam-se (P < 0,05) menos vermelhas, duras, elásticas e mastigáveis, com menores teores de água e de resíduo mineral fixo; também se apresentam com maior teor de gordura, valor energético e menor estabilidade de emulsão; as demais características não diferem (P > 0,05). Comparadas às mortadelas em que 50% de toucinho foram substituídos por 4% de fibras hidratadas, mortadelas adicionadas de fibras (F1 a F3) apresentam-se (P < 0,05) menos duras, coesas e mastigáveis; também se apresentam (P < 0,05) com menor teor de água e maior teor de gordura e valor calórico; as demais características não diferem (P > 0,05). Conclui-se que, apesar de mais calóricas, em termos de aceitação e de textura, mortadelas formuladas pela adição de fibras alimentares são mais similares às mortadelas tradicionais (controle) que mortadelas formuladas pela substituição de toucinho por de fibras alimentares e água. Conclui-se ainda que, no nível de 4% de adição de fibras alimentares, para se obter mortadelas enriquecidas com fibras mais semelhantes às mortadelas tradicionais (controle), o teor de fibras insolúveis na formulação deve ser inferior a 2,8%.
To develop a fiber enriched and/or low fat emulsified meat products this study evaluated the addition of functional fibers and the substitution of 25% or 50% of lard for beef or for 4% of different combinations (70/30; 50/50 e 30/70) of hydrated soluble (SF) and insoluble fibers (IF) in mortadellas. Chemical (composition, TBARS and caloric value), physical (pH, Aw, instrumental texture profile analysis; objective evaluation of color and emulsion stability) analysis and sensory flavor acceptance of the mortadellas were conducted. Beside a control mortadella (no lard reduction and no fiber addition) another 11 formulations were produced based upon fiber addition to mortadellas containing regular fat content (F1, F2 and F3), on substitution of 25 or 50% of pork lard for beef (F4 and F8, respectivelly) or for hydrated fibers (F5, F6, F7 and F9, F10 and F11, respectivelly).Except for the lower (P < 0.05) water content, fiber added mortadellas had (P > 0.05) similar composition, physico-chemical indexes and nutritional, flavor and textural characteristics to those of control mortadellas (CM); only mortadellas formulated with higher proportion of insoluble fiber (F3) had (P < 0.05) a harder texture as well as lower a* values than the control mortadellas. Overall, fiber added mortadellas had (P > 0.05) the same composition as well as chemical, color, rheological (TPA) and flavor characteristics. However, greater hardness was observed (P < 0.05) in mortadellas formulated by adding 1,2% of SF and 2,8% of IF than that of mortadellas where 2,8% of SF and 1,2% of IF or 2,0% of SF and 2,0% of IF was added, which did not differ (P > 0,05) among them. Compared to control mortadellas (CM), whatever the level (25 or 50%) of lard substitution for beef, the experimental mortadellas were (P < 0.05) harder and more elastic, had lower fat content and caloric value; they also had higher water and protein content and did not differ (P > 0.05) in pH, Aw, TBARs, and color coordinates (L*, a* e b*) or in ash and carbohydrate contents; only at the level of 50% of lard substitution for meat the experimental mortadellas had (P < 0.05) higher flavor scores and emulsion stability (< TFEX and < EXF) and were more cohesive and chewy than CM. Compared to the CM, lard substitution for fibers yielded almost the same effects of its substitution for beef; only hardness, elasticity and chewiness of the formulae were 25% of the lard wre substituted for 2,8% SF and 1,2% IF were similar (P > 0.05) to those of CF; at the level of 50% of lard substitution for fibers mortadellas cohesiviness (independent of fiber mixture) and chewiness were similar (P > 0.05) to those of CF. Except for the general acceptance, comparing fiber mixtures at 25% or 50% of lard substitution for fibers, there were no differences (P > 0.05) between fiber mixtures. Compared to the mortadellas with 50% of lard substitution for fibers (F8 through F11), those with 25% of substitution for fibers (F4 through F7) had (P < 0.05) lower water content, emulsion stability and values of all of the texture parameters; they also had higher fat and ash content as well as lower lightness; the remaining variables did not differ (P > 0.05). Compared to mortadellas were 25% of the lard was substituted for 4% of hydrated fibers, mortadellas based on fiber addition (F1 to F3) were (P < 0,05) less red, hard, elastic and chewy and had lower water and ash content; they also have (P < 0,05) higher fat content and caloric value and lower emulsion stability; the remaining quality indicators do not differ (P > 0,05). Compared to mortadellas were 50% of the lard was substituted for 4% of hydrated fibers, fiber added mortadellas (F1 to F3) are (P < 0,05) less hard, cohesive and chewy; they also have (P < 0,05) lower water content, higher fat content and caloric value; the remaining quality indicators do not differ (P > 0,05). It is concluded that, despite more caloric, regarding sensory acceptance as as well as textural properties, mortadellas were lard is substituted for functional fibers are more similar to traditional (control) mortadellas than those based on addition of functional fibers. It is also concluded that, at 4% of fiber addition, the level of insoluble fiber in the fiber mixture have to be lower than 2.8% in order to produce a product most similar to traditional (control) mortadellas.
Palavras-chave: Embutidos
Produtos nutracêuticos
Teor reduzido de gordura
Enriquecimento com fibras
Sausages
Nutraceuticals
Low fat emulsified
Addition of fibers
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS::TECNOLOGIA DE ALIMENTOS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentos
Programa: Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos
Citação: GUIMARÃES, Camila Fonseca. Production and characterization of fiber added and fat reduced mortadellas. 2011. 130 f. Dissertação (Mestrado em Ciência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2915
Data do documento: 15-Dez-2011
Aparece nas coleções:Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,9 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.