Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2959
Tipo: Dissertação
Título: Características microbiológicas, físico-químicas e sensoriais de filés de tilápias (Oreochromis niloticus) conservados em atmosferas modificadas sob refrigeração
Título(s) alternativo(s): Microbial, physicochemical and sensory profiles of refrigerated tilapias (Oreochromis niloticus) filets packaged under modified atmospheres
Autor(es): Sarmiento, Amada Maria Landa
Primeiro Orientador: Gomide, Lucio Alberto de Miranda
Primeiro coorientador: Vanetti, Maria Cristina Dantas
Segundo coorientador: Chaves, José Benício Paes
Primeiro avaliador: Soares, Nilda de Fatima Ferreira
Segundo avaliador: Silva, Marco Túlio Coelho
Abstract: Estudou-se o efeito de diferentes atmosferas (vácuo, 100% CO + vácuo, 1% CO + 99% CO2) sobre a qualidade microbiológica, química, cor objetiva no sitema CIELab e sensorial de filés de tilápias (Oreochromis niloticus) estocados a 2 ± 1 ºC. Os resultados foram contrastados com aqueles de filés embalados em ar atmosférico (controle). A análise microbiológica dos filés indicou: ausência de Salmonella em 25 g, número de clostrídiossulfito redutores inferior a 102 UFC.g-1 e que o NMP de coliformes a 45 ºC foi inferior ou igual a 23 nos filés de todos os tratamentos. Psicrotróficos aeróbios e anaeróbios predominaram em todos os tratamentos avaliados. Nos filés embalados em 1% CO + 99% CO2, a contagem de aeróbios psicrotróficos de 107 UFC.g-1 foi atingida após 18 dias de estocagem, e por volta de 13 dias nas demais atmosferas. Contagem de anaeróbios psicrotróficos de 107 UFC.g-1 foi atingida após 10 dias de estocagem em ar atmosférico e acima de 13 dias nas demais atmosferas. As bactérias lácticas apresentaram um aumento em torno de 4,5 ciclos logarítmicos nas amostras dos filés embalados em atmosferas modificadas, atingindo 107 UFC.g-1 por volta de 13 dias de estocagem. Na atmosfera controle o crescimento de bactérias láticas foi bem menor, jamais atingindo 107 UFC.g-1. Os valores de pH, NNP e TBARs dos filés de tilápias, sempre se apresentaram dentro dos valores limites propostos pela legislação, não sendo afetados (P > 0,05) pelo tipo de atmosfera ou pelo tempo de estocagem; também não diferiram (P > 0,05) daqueles de filés em atmosfera controle. Os valores de BNVT, considerado o melhor índice químico de frescor, dos filés de tilápias variaram (P < 0,05) com o tempo de estocagem e segundo o tipo de atmosfera. O limite de 30 mg N/100 g foi atingido por volta dos 16 dias de estocagem nos filés embalados em ar atmosférico e no 21º e 22º dias de estocagem nos filés embalados a vácuo e em atmosfera de 100% CO + vácuo. Nos filés embalados na atmosfera de 1% CO + 99% CO2 este limite jamais foi atingido. O tipo de atmosfera afetou (P < 0,05) as seguintes coordenadas de cor: L*, com os filés se tornando mais claros quando embalados em atmosfera de 1% CO + 99% CO2 (lado interno) e de 1%CO + 99% CO2 e 100%CO+vácuo (lado externo); a*, com o lado interno dos filés do embalados em 1%CO + 99%CO2 e 100%CO+vácuo se apresentando (P < 0,05) mais vermelhos do que os demais; b*, com os lados interno e externo dos filés embalados em 1%CO + 99%CO2 diferindo (P < 0,05) dos demais; c*, com a intensidade de cor do lado interno dos filés embalados em 1%CO + 99% CO2 diferindo (P < 0,05) dos demais; e h*, com a tonalidade de cor dos lados interno e externo dos filés embalados sob vácuo diferindo (P < 0,05) dos demais. Durante a estocagem verificou-se (P < 0,05): aumento nos valores de L*int dos filés embalados em 1% CO + 99% CO2 e de L*ext dos filés embalados em 1% CO + 99% CO2 e 100% CO + vácuo, gerando uma cor mais clara; aumento de b*int e b*ext dos filés embalados em 1% CO + 99% CO2, tornando-os mais amarelados; aumento de c*int dos filés embalados em 1% CO + 99 %CO2, tornando-os de cor mais intensa; diminuição de h*int nos filés embalados a vácuo e aumento de h*ext nos filés embalados a vácuo. Os escores sensoriais de cor evidenciaram (P < 0,05) que filés embalados em atmosferas baseadas em CO (1% CO + 99% CO2 e 100% CO + vácuo) foram sempre mais agradáveis ao longo do tempo. Os atributos de limosidade e textura evidenciaram (P < 0,05) efeito da atmosfera e do tempo de estocagem. Os escores sensoriais de odor evidenciaram que, o cheiro dos filés tende (P < 0,05) a se tornar desagradável (não característico) com aumento no tempo de estocagem e que os filés embalados em ar atmosférico foram aqueles que apresentaram (P < 0,05) maior, e mais rápida, deterioração de odor. Conclui-se que o uso de atmosferas modificadas, em especial aquela baseada em 1% CO + 99% CO2, promovem, durante o período de estocagem avaliado, melhor qualidade de filés de tilápias. Nesta atmosfera, a população de 107 UFC g-1 de psicrotróficos aeróbios e anaeróbios foi alcançada mais tardiamente, o que permitiu a manutenção das características sensoriais mais agradáveis e estáveis, e menor taxa de alteração nos índices químicos de qualidade, em especial do teor de BNVT, por mais tempo.
The experiment evaluated the effect of different atmospheres (Vacuum, 100% CO+ Vacuum, and 1% CO + 99% CO2) on the microbial, chemical, sensory (color, odor, slime, and texture) and objective CIELab color profiles of refrigerated (2 ± 1 ºC) Tilapia filets. The results were contrasted against those of filets packaged in air (control). The microbial analyses indicated, in the filets of all treatments: absence of Salmonella in 25 g, sulfite reducing clostridium counts bellow 102 UFC.g-1 and coliform MPN equal or inferior to 23. Aerobe and anaerobe psicrotrophics predominated in every evaluated treatment. In the filets packaged on 1% CO + 99% CO2, aerobic counts of 107 UFC.g-1 were obtained after 18 days of storage and by 13 days on those of the remaining atmospheres. Anaerobic counts of 107 UFC.g-1 were obtained after 10 days of storage on air and over 13 days for the filets packaged on the remaining atmospheres. Lactic acid bacteria of modified atmosphere packaged filets showed an increase of about 4.5 log cycles, reaching 107 UFC.g-1 at about 13 days of storage. On the control atmosphere the growth of lactic acid bacteria was quite inferior, never reaching 107 UFC.g-1. TBARS, pH and NPN values of the tilapia filets were always inside the Brazilian legal limits and were not affected (P > 0.05) by the atmosphere type or storage time; they also did not differ (P > 0.05) from those of the control atmosphere. TNVB values tilapia filets, considered the best chemical index of freshness, varied (P < 0.05) with atmosphere type and storage time. For the filets packaged on the control atmosphere the 30 mg N/100 g limit was reached by 16 days of storage and on the 21st and 22nd days of storage for the filets packaged under vacuum and 100% CO + Vacuum. This limit was never reached in the filets packaged with 1%CO + 99%CO2. The type of atmosphere affected (P < 0.05) the following objective color parameters: L*, with the internal side of filets packaged in 1% CO + 99% CO2 atmosphere and the external side of filets packaged in 1% CO + 99% CO2 and 100% CO + Vácuum becoming paler; a*, with the internal side of the filets packaged in 1% CO + 99% CO2 and 100%CO + Vácuum showing redder (P < 0.05) than those of the remaining atmospheres; b*, with both sides of the filets packaged in 1% CO + 99% CO2 differing (P < 0.05) from those packaged in the remaining atmospheres; c*, with color intensity of the internal side of filets packaged in 1% CO + 99% CO2 differing (P < 0.05) from those packaged in the remaining atmospheres; and h*, with color hue of both sides of vacuum packaged filets differing (P < 0.05) from all the remaining atmospheres. During storage time it was verified (P 0.05): increase of L*int in the filets packaged in 1%CO+99%CO2 and L*ext in the filets packaged in 1% CO + 99% CO2 and 100% CO + Vácuum, yielding a paler color; increase of b*int and b*ext in the filets packaged in 1% CO + 99% CO2, turning them yellowier; increase of c*int in the filets packaged in 1% CO + 99% CO2, increasing their color intensity; decrease of h*int in the vacuum packaged filets. Color scores showed (P < 0.05) that filets packaged in CO based atmospheres (1% CO + 99% CO2 and 100% CO + Vácuum) always presented more pleasant color during storage. Slime and texture scores were affected (P < 0.05) by atmosphere type and storage time. Odor scores showed (P < 0.05) that filets odor became unpleasant (non characteristic) during storage as well as that filets packaged with air were the ones showing (P < 0.05) greater, and faster, odor deterioration. It is concluded that the use of modified atmospheres, in special those of 1% CO + 99% CO2, promote, during the evaluated storage time, better tilapia filets quality, inducing a slight reduction in microbial growth, more pleasant and stable sensory characteristics and lower alteration rate of chemical indexes, specially of TVNB.
Palavras-chave: Qualidade
Microbiologia
Físico-Química
Análise sensorial
Pescados
Atmosfera modificada
Quality
Microbiology
Physicochemistry
Sensory analysis
Fish
Modified Atmospheres
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS::TECNOLOGIA DE ALIMENTOS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentos
Programa: Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos
Citação: SARMIENTO, Amada Maria Landa. Microbial, physicochemical and sensory profiles of refrigerated tilapias (Oreochromis niloticus) filets packaged under modified atmospheres. 2006. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ciência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2959
Data do documento: 29-Set-2006
Aparece nas coleções:Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf380,5 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.