Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3040
Tipo: Dissertação
Título: Estudo de caso da comercialização dos produtos florestais não madereiros (PFNM) como subsídio para a restauração florestal
Título(s) alternativo(s): Case study of non timber forest products (NTFP) as subsidy for forest restoration
Autor(es): Alves, Rodrigo Veríssimo
Primeiro Orientador: Silva, Márcio Lopes da
Primeiro coorientador: Valverde, Sebastião Renato
Segundo coorientador: Martins, Sebastião Venâncio
Primeiro avaliador: Jacovine, Laércio Antonio Gonçalves
Segundo avaliador: Neri, Andreza Viana
Abstract: Floresta Atlântica é considerada como um dos mais ricos conjuntos de ecossistemas existentes no mundo, com composições florísticas e faunísticas extremamente diversificadas. Além dessa imensa diversidade, o mesmo tem sido responsável por prover recursos e serviços socioeconômicos e ambientais essenciais às populações residentes. No entanto, o processo de destruição e consequente fragmentação do bioma atingiram níveis alarmantes. Dos 1.315.460 km2, atualmente, restam apenas 102.012 km2 (7,91% da área original), levando este a ser considerado como um dos vinte e cinco hotspots mundiais. Dentre as diversas ações capazes de mudar o quadro atual de destruição do bioma Floresta Atlântica, promovendo a sua conservação e o seu uso sustentável, a recuperação de áreas degradadas se apresenta como uma atividade de fundamental importância. Apesar das legislações federal e estadual estabelecerem como obrigação a recuperação de áreas degradadas decorrentes de atividades antrópicas, tal procedimento não vem sendo cumprido pelos proprietários rurais por apresentar altos custos, além de não proporcionar retornos econômicos capazes de manter as funções sociais, econômicas e ambientais das propriedades rurais. Portanto, o objetivo deste trabalho foi o de analisar o funcionamento do mercado de produtos florestais não-madeireiros dentro do Mercado Central de Belo Horizonte, MG, de modo a gerar informações que possibilitem a proposição de modelos de recuperação de áreas degradadas com espécies de ocorrência natural no Bioma Floresta Atlântica que apresentem efetiva participação de mercado. Para alcançar o objetivo proposto, realizou-se uma pesquisa de natureza qualitativa por meio da utilização do método múltiplo para a coleta de dados em campo, visando prover uma compreensão profunda a respeito do mercado existente no referido local. Dentre os métodos utilizados para a geração de dados de campo, cinco foram os empregados: Entrevistas estruturadas com tópicos-guia; Registros com notas de transcrição; Observação de campo; Diário de pesquisa e Coleta de documentos. Quanto à análise dos dados, a estratégia de codificação utilizada foi a de cores, como ferramentas, os programas Word e Excel for Windows. Dos 17 estabelecimentos pesquisados, nove pertencem à categoria de produtos medicinais, quatro de produtos artesanais e quatro de alimentícios. Dentre os cinco produtos de maior comercialização citados nos 17 estabelecimentos, foram identificadas 59 mercadorias. Destas, 53 (91,5%) são nacionais, caracterizando este mercado como predominantemente nacional. Quarenta e cinco artigos (76,3%) são PFNM e apenas 13 (22%) não são consideradas como tais. Um produto (1,7%) não teve sua origem identificada. Dentre os 45 PFNM, 36 (80%) são provenientes de espécies vegetais nativas e nove (20%), de espécies exóticas. Quando somente os produtos originários de espécies nativas do bioma Floresta Atlântica são considerados, estes somam apenas 20, ou seja, 44,4% do total dos PFNM constatados. Os agentes intermediários (pessoas físicas e jurídicas) se fazem presentes, sendo remunerados a prazo, ao contrário de raizeiros, artesãos e/ou produtores rurais, os quais recebem a vista pelas mercadorias comercializadas. Apesar do empirismo demonstrado pelos comerciantes entrevistados, todas as margens brutas de lucro calculadas implicam que a comercialização dos PFNM é extremamente rentável. A maioria dos consumidores entrevistados possui mais de trinta e um anos, pertence ao gênero feminino, não concluiu o nível médio de ensino e reside em Belo Horizonte. Dezoito dos trinta entrevistados possuem rendas de até R$ 1.000,00 mensais. Quase todos os participantes nunca ouviram falar no termo PFNM. Entretanto, os mesmos consomem regularmente inúmeros produtos dessa natureza. Há um equilíbrio entre os que preferem produtos nacionais e importados. Poucos se preocupam com a forma de extração dos PFNM em seus ambientes naturais e a maioria não estaria disposta a despender uma quantia monetária a mais para produtos extraídos sob forma de manejo sustentável.
The Atlantic Forest biome is supposed to be one of the richest ecosystems entireties in the world, with floristics and faunistics compositions extremely diversified, being frequently occurrent exclusively in their domains. Due to the existence of a series of species in their different phytophysiognomy, the biome has one of the greatest biodiversity of the planet and the greater of Brazil. Besides this huge biodiversity, it has been responsible for providing resources and socioeconomic and environmental services which are essential to the resident human population. However, despite of the strict dependence of its inhabitants on these products and services, the destruction process and the consequent fragmentation of the biome has achieved frightening levels. From its 1.315.460 km2, nowadays, only 102.012 km2 still remain (7,91% of the original area), and due to this it has been considered one of the twenty five world hotspots. Among the various actions capable to change the actual scenery of destruction of the Atlantic Forest biome, promoting its conservation and sustainable use, the recovery of degraded areas is an activity of fundamental relevance. Nevertheless, despite of the legislation, not only in the federal as well as in the state sphere, establishes the recovery of degraded areas, due to antropic activities an obligation, such practice has not been accomplished by the rural owners because they generate high social and economic costs. Moreover, they do not bring economical return capable to maintain the social, economic and environmental functions of the rural properties. Therefore, the aim of this work was that of analyze the behavior of the non-timber forest products in the Central Market of Belo Horizonte MG, in order to generate informations that could enable the proposition of degraded areas recovery models using species that are native in the Atlantic Forest biome and which have relevant participation in the market. To achieve the proposed objective, a qualitative research has been conducted using the multiple method to collect the data in the field, aiming at the achievement of a deeper comprehension of the market of the selected local. Five methods have been used in order to generate the field data, as follows: Structured interviews with topic guides; Registers with transcription notes; Field observation; Research diary, and Document collecting. Regarding the data analysis, the strategy used was that of colors, and as tools, Word and Excel for Windows. Among the 17 researched establishments, nine belong to medicinal products category, four to handicraft products and four to alimentary products. Among the five products that are more commercialized specified in the 17 establishments, 59 merchandises were identified. Fifty three of which are national products, characterizing this market as predominantly national. Forty Five items (76,3%) are non-timber forest products (NTFPs) and only 13 (22%) are not considered as such. The origin of one product (1,7%) could not be identified. From the 45 non-timber forest products (NTFPs), 36 (80%) have their origin in the native vegetal species and nine (20%) from the exotic species. When we consider only the products that have their origin from the native species of the Atlantic Forest biome, they totalize only 20, i.e., 44,4% of the total certified. The intermediate agents (physical and juridical persons) are extremely presents, being paid in installments, unlike the herb doctors, handicraftsmen and/or rural producers that are paid in cash by the commercialized products. Despite of the interviewed traders being empirical, all the rough profit calculated showed that the commercialization of the non-timber forest products (NTFPs) are extremely rentable. The greater majority of the interviewed consumers are older than thirty one years old, female, do not have the intermediate level school and live in Belo Horizonte. Eighteen of the thirty interviewed own up to R$ 1.000,00 monthly. Almost all of them have never heard the expression non-timber forest products (NTFPs). However they consume regularly a great number of products of this kind. There is a balance between those who prefer national products and the ones who prefer the imported products. Few of them are worried about the way the non-timber forest products (NTFPs) are explored from their natural environment and are not willing to spend much more money to buy products extracted by sustainable management.
Palavras-chave: Recuperação de Áreas Degradadas
Mercado Florestal
Floresta Atlântica
Degraded areas recovery
Forest Market
Atlantic Forest
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::MANEJO FLORESTAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: ALVES, Rodrigo Veríssimo. Case study of non timber forest products (NTFP) as subsidy for forest restoration. 2010. 231 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3040
Data do documento: 23-Mar-2010
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf781,52 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.