Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3115
Tipo: Dissertação
Título: Metas de produção em função da carga física do trabalho e repetitividade para operações de colheita florestal em terrenos montanhosos
Título(s) alternativo(s): Production targets in relation to the physical workload and repeatability regarding forest harvest performed in mountainous areas
Autor(es): Sanches, André Luis Petean
Primeiro Orientador: Minette, Luciano José
Primeiro coorientador: Souza, Amaury Paulo de
Primeiro avaliador: Silva, Emília Pio da
Abstract: Uma das principais metas da ergonomia é a preservação da integridade física, mental e social do ser humano. Nas últimas décadas, o processo de atendimento aos critérios de certificação, como OHSAS e FSC, que são essenciais para demonstração de boas práticas de produção e principalmente para manutenção da competitividade das empresas, tem cobrado das organizações à adoção de metas de produção baseadas no amparo científico e legal de condutas que visem à saúde, segurança e bem-estar do ser humano. Ao propor a regulação no quesito das metas de produção, pretendeu-se interferir diretamente na operação dos trabalhadores florestais, visando priorizar a participação coletiva na organização do processo de trabalho e reduzir as pressões dos fatores que afetam a segurança e a saúde ocupacional, garantindo melhoria do ambiente laboral e qualidade de vida dos trabalhadores. O estudo objetivou testar metodologia que permitisse determinar as metas de produtividade em função da carga física de trabalho e repetitividade, estabelecendo o tempo de pausas ou de sub-atividades de menor exigência ergonômica necessário para as atividades de colheita florestal em terrenos montanhosos, em sistemas manuais e semi-mecanizados.Nos estudos de tempos e movimentos, observou-se que o tempo efetivo de trabalho predominou entre as sub-atividades que compunham as atividades estudadas, mas que outras sub-atividades também apresentaram significativa proporção do tempo da jornada de trabalho, e que pelo menos 10% do tempoeradedicado a atividades de cunho ergonômico (ginásticas laborais no início da jornada, Diálogos Diários de Segurança (DDS) e pausas regulares). Os testes de produtividade comprovaram que é possível sugerir rendimentos que sejam compatíveis com as exigências com as características ergonômicas estudadas, entretanto, por existirem outros fatores ergonômicos de relevância, não houve como afirmar os valores de produção aferidos como metas ergonomicamente adequadas.
One of the main goals of ergonomic science is to preserve the physical, mental and social integrity of the human being. In last decades, the process certification criteria, as OHSAS and FSC, which are essential for demonstrating good practices in production and in particular to maintain the competitiveness of enterprises, organizations get adopting production targets based on scientific and legal support conduct aimed at health, safety and welfare of human beings. In proposing the regulation in the question of production targets, we sought to directly interfere in the operation of forestry workers, for prioritizing the collective participation in the organization of the work process and reduce the pressure of the factors that affect occupational safety and health, ensuring improved work environment and quality of life. The study aimed at testing methodology that could determine the productivity targets, in accordance within the physical work and repeatability, setting the time ofresting breaks or sub-activities with minor ergonomic requirement which was necessary for the activities of forest harvesting in mountainous terrain in manual systems and semi-mechanized. In the time and motion studies, observed that the effective working time prevailed among the sub-activities that comprised the activities studied, but other sub-activities also showed significant proportion of working journey, and that at least 10% of time was usedwith ergonomic slant activities (gymnastics labor before start the work, Security Dialogues Daily (DDS) and regular resting breaks). The productivity tests proved that it is possible to suggest that yields are consistent with the requirements with the ergonomic characteristics studied, however, because there are other ergonomic factors of relevance, cannot say the production values measured as ergonomically appropriate goals
Palavras-chave: Técnicas e operações florestais
Ergonomia
Tempo de pausas
Techniques and forestry operations
Ergonomics
Time pauses
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::MANEJO FLORESTAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: SANCHES, André Luis Petean. Production targets in relation to the physical workload and repeatability regarding forest harvest performed in mountainous areas. 2012. 127 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3115
Data do documento: 13-Jul-2012
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.