Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3116
Tipo: Dissertação
Título: Estudo de acidentes de trabalho no setor florestal
Título(s) alternativo(s): Study of accidents in forestry
Autor(es): Braga, Camila Soares
Primeiro Orientador: Souza, Amaury Paulo de
Primeiro coorientador: Minette, Luciano José
Primeiro avaliador: Silva, Emília Pio da
Abstract: As novas formas de manejo e gestão florestal, na busca por maior produtividade e competitividade, devem estar associadas ao comprometimento da saúde e da integridade física dos trabalhadores florestais. Esta pesquisa objetivou analisar os principais parâmetros referentes aos acidentes de trabalho ocorridos nas atividades de Produção Florestal de Floresta Plantada, Produção Florestal de Floresta Nativa e Atividades de Apoio à Produção Florestal, entre os anos de 2006 e 2010, com finalidade de subsidiar a tomada de decisão das empresas para melhorias das condições do ambiente laboral e formação de política pública que incentive a adoção do trabalho seguro. Para efetivação desta análise foi realizado levantamento no banco de dados do Ministério da Previdência Social referente às CATs geradas na ocorrência dos acidentes de trabalho nas atividades citadas. Para tanto, foram selecionados os seguintes fatores: a) ocorrências por Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), horário de ocorrência, horas trabalhadas, parte do corpo atingida, idade, doença (CID-10), ocupação (CBO) e tipo de acidente; b) perfil dos acidentados, considerando gênero e remuneração mensal; e c) taxas de incidência por CNAE, óbitos, taxa de mortalidade e taxa de letalidade. Além disso, foram identificadas e mapeadas as regiões de ocorrência de acidente no Brasil. Os resultados indicaram que as atividades relacionadas à Produção Florestal de Florestas Plantadas apresentaram maior média de acidentes no período avaliado, representando 52,59% das ocorrências e taxa de incidência média de 24,75 acidentes a cada 1.000 vínculos empregatícios. Os acidentes ocorreram predominantemente no período matutino (42,86%). Nos intervalos de 2 a 4 horas e 6 a 8 horas após inicio do expediente houve 29,84% e 19,24% dos acidentes. Os acidentes típicos representaram 91,53% dos registros. Os membros superiores e inferiores do corpo foram os mais atingidos, perfazendo o percentual de 68,17%, principalmente os dedos e pés. Em todo período analisado, foram registrados 86 óbitos instantâneos. O ano de 2006 se destaca com a maior taxa de mortalidade (20,95) e 2010 com a menor (9,43). Semelhantemente, a Taxa de Letalidade se apresentou superior em 2006 (8,72), porém inferior em 2008. As principais doenças geradas em decorrência dos acidentes foram àquelas relacionadas aos traumatismos do punho e da mão (categoria S60-S69 da CID-10). Com relação ao perfil dos acidentados, em média, 94% foram do sexo masculino e 72,16% pertenciam à classificação de Trabalhadores Agropecuários, Florestais e da Pesca. Destes, 64,04% pertenciam à ocupação Extrativistas Reflorestadores de Espécies Produtoras de Madeira . Na época do acidente, 80,75% das vitimas recebiam de 1 a 2 salários mínimos e 34,67% pertenciam à faixa etária de 26 a 35 anos. O município de Palmas/TO apresentou maior média de ocorrência acidente de trabalho no período avaliado, seguido de Almerim/PA e Curvelo/MG. Programas de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional devem ser específicos às exigências e peculiaridades de cada operação florestal, principalmente às atividades manuais ou semimecanizadas. Pausas e intervalos durante a jornada diária devem ser incentivados e planejados de acordo com o desgaste físico e emocional de cada atividade para que a fadiga provocada pelo esforço continuado, não comprometa a qualidade e atenção ao trabalho.
The new forms of forest handling and management, in the search for higher productivity and competitiveness, must be accompanied by ethical management, so that there is no impairment on the health and the physical integrity of forest workers. This work aims to analyze the main parameters related to accidents occurring in the activities of Planted Forest Production, Native Forest Production, and Activities that Support Forest Production, between the years 2006 and 2010. The goal is to support the decision making process for the improvement of working environment conditions, and the construction of public policies that encourage the adoption of labor safety. In order to get effective results from this analysis, a survey was conducted in the data base of the Ministry of Social Welfare, regarding work-related injuries, generated in the occurrence of occupational accidents, in the activities described above. To this end, the following factors were selected: (a) by CNAE occurrences, time of occurrence, hours worked, injured body part, age, disease (CID-10), occupation (CBO) and type of accident, (b) profile of the victims, considering gender and remuneration (c) incidence rates for CNAE, deaths, mortality and lethality rates. Furthermore, have been identified and mapped regions of occurrence of an accident in Brazil. The results indicated that, the activities related to Planted Forest Production presented the highest average of accidents during this period, representing 52.59% of the cases, and an average incidence rate of 24.75 accidents per 1,000 employment bonds. The accidents occurred predominantly in the morning period (42.86%). In the intervals, from 2 to 4 hours, and from 6 to 8 hours after the shift started, 29.84% and 19.24% of the accidents happened respectively. The most typical accidents accounted for 91.53% of the records. The upper and lower body members suffered the hardest level of hits, mainly the fingers and toes, together accounting for 68.17% of the total. Throughout the analyzed period, 86 instant deaths were recorded. The year 2006 stands out with the highest mortality rate, 20.95, and the year of 2010 with the lowest, 9.43. Similarly, the lethality rate appeared higher in 2006, 8.72, but decreased in 2008. The main diseases generated as a result of the accidents were those related to Hand and Wrist Injuries (S60-S69 category of the CID-10). Regarding the profile of the victims, on average, 94% were male, and 72.16% belonged to the classification related to the Agricultural Workers of Forestry and Fisheries. From these, 64.04% belonged to the occupation Extractive Reforestation Producers of Wood Producing Species . At the time that the accidents occurred, 80.75% of the victims received one to two minimum wages, and 34.67% were in the age group of 26 to 35 years old. The city of Palmas/TO presented the highest average incidence of labor accidents during this period, followed by Almerim/PA and Curvelo/MG. Program Management Occupational Safety and Health should be specific to the needs and peculiarities of each forest operation, mainly to manual or semi-mechanized activities. Pauses and breaks during the workday should be encouraged and planned according to the physical and emotional development of each activity to the fatigue caused by sustained effort, without compromising quality and attention to work.
Palavras-chave: Segurança do trabalho
Ergonomia
Trabalhador florestal
Work safety
Ergonomics
Forest worker
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::MANEJO FLORESTAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: BRAGA, Camila Soares. Study of accidents in forestry. 2012. 101 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3116
Data do documento: 31-Jul-2012
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.