Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3118
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação de métodos de amostragem em ocasiões sucessivas aplicados no manejo de florestas inequiâneas
Título(s) alternativo(s): Evaluation of methods for sampling on successive occasions applied in the management of inequiâneas forests.
Autor(es): Matos, Luiz Marcos Silva
Primeiro Orientador: Souza, Agostinho Lopes de
Primeiro coorientador: Leite, Hélio Garcia
Segundo coorientador: Soares, Carlos Pedro Boechat
Primeiro avaliador: Fernandes Filho, Elpídio Inácio
Abstract: Objetivou-se no presente trabalho avaliar os diferentes métodos de amostragem em ocasiões sucessivas e a intensidade amostral aplicados no manejo de florestas nativas. A dissertação foi dividida em dois capítulos. O primeiro teve como objetivo desenvolver um método de amostragem visando alcançar a precisão requerida de 95% de probabilidade e 10% de erro de amostragem. O estudo foi realizado na Mata da Silvicultura, Viçosa, MG. Foram utilizados dados de 15 parcelas permanentes de área fixa de 20 m x 50 m (0,1 ha). As parcelas de 1 a 10 foram medidas em 2004 e em 2008, as parcelas de 11 a 15 foram medidas apenas em 2008. Em cada parcela foram inventariados todos os indivíduos com DAP ≥ 5 cm, medição do DAP, medição da altura total e identificação botânica. O banco de dados foi estruturado de acordo com os pré-requisitos de cada método de amostragem. Os métodos analisados foram amostragem independente, dupla amostragem, Amostragem com repetição total, amostragem com repetição parcial e dupla amostragem com adição, os parâmetros avaliados foram DAP (cm), altura (m) e volume (m³.ha-1). A dupla amostragem com adição (DAA) foi o método que apresentou o menor erro relativo, ou seja, foi o mais preciso, quando comparado com os demais. Os processos de amostragem com repetição total e com repetição parcial se mostraram apropriados para estudos de dinâmica. O segundo capítulo teve como objetivo desenvolver uma metodologia para determinar a intensidade amostral ótima para os inventários florestais contínuos visando adequar-se ao Principio 08 FSC (Forest Stewardship Council). Foram utilizados os dados de inventário 100% com mapeamento, realizado em 2006, cedidos mediante convênio celebrado entre a Orsa Florestal e a Universidade Federal de Viçosa UFV. De posse do inventário 100% foi elaborado um simulador de plano de corte de acordo com as exigências descritas na instrução normativa no 05/2006. Foram simulados cinco planos de corte com a intensidade de corte de 22 m³.ha-1 e cinco planos de corte com a intensidade de corte de 30 m³.ha-1, em seguida a área de estudo de 4.690 ha foi divida em parcelas permanentes de 1 ha cada uma e todos os indivíduos remanescentes foram identificados nas suas respectivas parcelas. Na elaboração do algoritmo genético foram necessárias duas abordagens (A e B). A abordagem A visou maximizar o número de espécies amostradas com base nas intensidades amostrais pré-definidas de 1:1000, 1:750, 1:500, 1:250, 1:200. Já a abordagem B visou minimizar o número de parcelas permanentes para amostrar todas as espécies colhidas. A utilização do algoritmo genético permitiu determinar e estabelecer a intensidade amostral ótima, isto é, que se adequa ao Principio 08 do FSC. Não houve diferença significativa entre os números de espécies colhidas nas diferentes intensidades de corte e os planos de corte. Não foi possível amostrar todas as espécies colhidas utilizando as intensidades amostrais pré-definidas. Para atender o Princípio nº 08 do FSC foi necessário intensidade amostral de 1:180 e de 1:165 para as intensidades de corte de 22 m³.ha-1 e 30 m³.ha-1, respectivamente.
The objective of the present work was to evaluate different methods of sampling occasions successive sampling intensity and applied in the management of native forests. The dissertation is divided into two chapters.The dissertation is divided into two chapters. Chapters one this study aims to develop a sampling method aiming to achieve the required accuracy of 10% sampling error with 95% probability. The study was conducted in a semideciduous seasonal forest in, Viçosa, MG. The data was taken from 15 permanent plots witn fixed area of 20 mx 50 m (0.1 ha). The plots 1 to 10 were measured in 2004 and 2008, plots 11 to15 were measured only in 2008. In each plot all individuals with DBH ≥ 5 cm were inventoried measuring the DBH and height and identifying the tree species. The database was structured according to the prerequisites of each sampling method. The analyzed sampling methods were Independent Double Sampling, Sampling with Total Repetition, Repetition with Partial Sampling and Double Sampling with addition the evaluated parameters were DBH (cm), height (m) and volume (m³). The Double Sampling with Addition (DSA) was the method that had the lowest relative error, that is, was the most accurate when compared with the others. The independent sampling (SI) was less accurate and therefore is not recommended for dynamic studies. The sampling with total repetition and partial repetition proved suitable for dynamic studies. The second chapter aimed to develop a methodology to determine the optimal sampling intensity for the continuous forest inventories in order to fit the 08 Principle FSC (Forest Stewardship Council). The study used data from a 100% inventory with mapping, conducted in 2006 transferred, under an agreement signed between Orsa Florestal and the Federal University of Viçosa - UFV. With possession of the 100% a simulator cutting plan was created in accordance with the requirements described in normative instruction in 05/2006. Five cutting plan with the cut intensity off of 22 m³ ha-1 and five cutting plan with the intensity of cutting 30m ³ ha-1, were simulated study area of 4690 ha was split in permanent plots of 1 ha each and all remaining individuals were identified in their respective plots. The formulation of the genetic algorithm took two approaches (A and B). The approach A aimed to maximize the number of species sampled based on pre-defined sample intensities of 1:1000, 1:750, 1:500, 1:250, 1:200. The approach B was intended to minimize the number of permanent plots to sample all species harvested. The junction of geographic information system GIS and the use of genetic algorithms has allowed to determine and establish the optimal sampling intensity, that is, that fits to Principle 08 of the FSC. There was no significant difference between the numbers of species harvested in different cutting intensities and cutting plans clipping planes. It was not possible to sample all species using the predefined sample intensities. To meet the FSC Principle 8 it was necessary a sampling intensity of 1:180 and 1:165 for cutting intensities of 22 m³ ha-1 and 30 m³ ha-1, respectively.
Palavras-chave: Floresta nativa
Monitorameto
Crescimento
Certificação florestal
Native forest
Monitorameto
Growth
Forest certification
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::MANEJO FLORESTAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: MATOS, Luiz Marcos Silva. Evaluation of methods for sampling on successive occasions applied in the management of inequiâneas forests.. 2012. 84 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3118
Data do documento: 29-Ago-2012
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,77 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.