Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3131
Tipo: Dissertação
Título: Impacto da qualidade da madeira na deslignificação, no branqueamento e nas propriedades físico-mecânicas da polpa kraft de eucalipto
Título(s) alternativo(s): Impact of wood quality on delignification, bleaching, and physico-mechanical properties of eucalyptus kraft pulp
Autor(es): Silva, Deusanilde de Jesus
Primeiro Orientador: Oliveira, Rubens Chaves de
Primeiro coorientador: Colodette, Jorge Luiz
Segundo coorientador: Gomide, José Lívio
Primeiro avaliador: Vital, Benedito Rocha
Segundo avaliador: Manfredi, Vail
Abstract: No presente trabalho foram estudadas duas madeiras de híbridos clonais de Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis. Foram produzidas polpas em dois niveis de deslignificação e branqueadas por seqüências ECF e TCF. A densidade básica, a composição quimica e as dimensões de fibras das madeiras foram determinadas. A madeira de mais facil deslignificação (MI) no cozimento apresentou menor consumo de reagentes e maiores rendimentos depurados. A eficiência e a seletividade da deslignificação com oxigênio foram superiores para a polpa da madeira de mais diflcil deslignificação (MII), embora, para o número kappa mais alto, as seletividades tendam a ser iguais. A seqüência TCF causou acentuada redução da viscosidade das polpas. Contudo, não houve comprometimento desse parâmetro com a utilização da seqüências ECF. Esse efeito é atribuido a seqüência de branqueamento e não à qualidade da madeira. De forma geral, as polpas não-refinadas da madeira MII apresentaram maiores valores de propriedades de resistência, maiores propriedades ópticas e maiores indices de retenção de água. Quando refinadas, mostraram tendência de menor consumo de energia. Ainda, suas propriedades ópticas foram mais elevadas e pouco afetadas pelos niveis de deslignificação e pelas seqüências de branqueamento. As propriedades físico-mecânicas das polpas após refino apresentaram variações menos acentuadas do que as propriedades ópticas. A opacidade das polpas da madeira MI mostrou-se mais sensível à ação de refino. Embora a diferença entre as densidades básica das madeiras e a composição química tenham sido semelhantes, exceto o teor de extrativos em etanol-tolueno, seus comportamentos nas etapas de processamento apresentaram expressivas diferenças. Isso demonstra que apenas a composição quimica e a densidade basica não são parâmetros suficientes para seleção de madeiras. O número de fibras por grama de polpa influenciou acentuadamente a opacidade e as propriedades de resistência das polpas, devendo ser considerado como um fator de seleção de arvores. Considerando a madeira de mais facil deslignificação no cozimento, o número kappa mais baixo e a seqüência ECF, em geral, os valores de propriedades físico-mecânicas e ópticas determinados apresentaram diferenças da ordem de 47%, 19% e 34% para as polpas não-refinadas e 35%, 18% e 47% para as polpas refinadas, que foram atribuídas, respectivamente, à qualidade da madeira, ao nivel de deslignificação e à seqüência de branqueamento.
Pulp production from the wood of two clones of a Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis hybrid was studied at two delignilication levels with subsequent bleaching by either ECF or TCF sequences. Wood basic density, chemical composition, and fiber dimensions were detemiined previously to experiments. The wood most easily delignified during cooking (MI) consumed less chemicals and produced higher screen yields. Higher efficiency and selectivity of oxygen delignification were obtained for the wood showing harder delignification (MII). However, for higher kappa numbers, the selectivity tended to be the same for both MI and MII. TCF sequence greatly reduced pulp viscosity. Such intense reduction, not observed for ECF, was attributed to the bleaching sequence rather than to wood quality. Unrefined MII-derived pulp showed higher values for resistance properties, optical characteristics, and water retention (WRV). A trend towards lesser energy consumption during processing was Observed for MII-derived pulps alter retining. Also, the values for the optical characteristics of MII-derived pulps were higher than those of MI-derived ones, being little affected by the levels of delignification and the bleaching sequences. The physical and mechanical properties of the pulps showed less variation after refining than did the optical characteristics. MI-derived pulp opacity was more , sensitive to refining. Although wood basic density and chemical composition were similar, excluding the content of extractives in ethanol-toluene, MI and MII behavior during the processing steps greatly differed from each other, which demonstrates that wood density and chemical composition data are not sufficient for wood selection. The number of fibers per grain of pulp affected the opacity and the resistance of the pulps and, therefore, should be considered an important factor for tree selection. Considering MI wood, the lowest kappa number, and the ECF sequence, values for physical, mechanical and optical properties showed differences in the order of 47%, 19% and 34% for unrefined pulp. and of 35%, 18% and 47% for refined pulp that were attributed to wood quality, delignification level and bleaching sequence, respectively.
Palavras-chave: Eucalipto
Polpa kraft
Deslignificação
Eucalyptus
Kraft pulp
Delignification
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::TECNOLOGIA E UTILIZACAO DE PRODUTOS FLORESTAIS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: SILVA, Deusanilde de Jesus. Impact of wood quality on delignification, bleaching, and physico-mechanical properties of eucalyptus kraft pulp. 1996. 117 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 1996.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3131
Data do documento: 29-Jul-1996
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf7,19 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.